Iniciar sessão ou registar-se
    •  
      FD
    •   agradecimentos
    • 11 Novembro 2006 editado

     # 1

    Na última edição da revista “Imobiliária – Negócios, Arquitectura e Habitação” vem em destaque a pujança do sector dos empreendimentos turísticos no Oeste, pese embora algum exagero na análise efectuada.

    O editorial, intitulado “Oeste Vitorioso”, refere que aquilo que se passa na área da Região de Turismo do Oeste é “um caso único em Portugal”. O director da revista, Joaquim Pereira de Almeida, começa por referir que há 10 anos “o que havia para oferecer aos visitantes era pouco mais do que boa fruta e bom vinho”, mas salienta que actualmente estão a desenvolver-se empreendimentos imobiliários “do mais alto padrão” e anunciam-se investimentos de muitos milhões de euros.

    O director daquela revista especializada salienta que isso se deve ao facto de se terem aberto as portas ao desenvolvimento. “Não conhecemos um único caso de um grande empreendimento imobiliário que esteja encalhado nas secretarias dos ministérios e das autarquias”, refere. “Tudo o que sabemos é que há projectos em curso, obras a andarem, dinheiro a entrar em Portugal mais emprego e um esperança de futuro aliciante”.

    Na sua opinião, “tudo isto se conseguiu porque foi feito com discrição e profissionalismo com a imensa vantagem dos fundamentalistas do ontem e do ambiente andarem distraídos com outros assuntos”.

    Por outro lado, destaca ainda a construção do novo aeroporto internacional de Lisboa na Ota. “O imobiliário de toda a zona vai ficar ainda mais valorizado e é natural que quem tenha investido no passado, ou venha a investir agora, veja multiplicar muito depressa os seus rendimentos”, afirma.

    Já em 2005 a Gazeta das Caldas salientava que estão previstos mais de uma dezena de projectos para a região Oeste ultrapassando um investimento global previsto de 1.450 milhões de euros, a serem realizados nos próximos anos. Recentemente esses investimentos têm vindo a ser destacados pela comunicação social nacional.

    A revista “Imobiliária” dedica quatro páginas ao empreendimento “Quintas de Óbidos – Country Club”, que irá ser implantado na margem sul da Lagoa de Óbidos. Este empreendimento terá uma área coberta de 41.400 m2, com a construção de 79 moradias e 80 apartamentos de luxo, para além de um centro hípico. O projecto é desenvolvido por um reputado gabinete internacional de resorts. O investimento inicial será de 20 milhões de euros.

    Em entrevista à revista, o presidente do conselho de administração da Quintas de Óbidos – Investimentos Turísticos e Imobiliários, SA, Miguel Pereira de Abreu, explica que apostam na construção de um centro hípico para preencher uma lacuna nos empreendimentos nesta zona e “potenciar a exploração turística, através da disponibilização de instalações de primeira qualidade e da criação de actividades relacionadas com o cavalo”. A empresa pretende também atrair clientes do mercado de primeira habitação ligados ao hipismo.

    http://www.gazetacaldas.com/Desenvol.asp?NID=16081
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

data-ad-format="auto" data_ad_region="test">