Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Na minha última casa decidi não reservar espaço para garagem.
    Contudo, durante o verão o carro ficava muito quente e em muitas manhãs de inverno tinha que raspar o gelo dos vidros.
    O ano passado, durante as férias, resolvi construir qualquer coisa que remediasse estes inconvenientes e que fosse tão “invisível” quanto possível.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Depois de refletir nos materiais decidi-me pela construção de uma estrutura simples em madeira de pinho tratada em autoclave com cobertura em policarbonato alveolar.
    A cor da madeira assemelha-se muito à da pedra do muro adjacente e dificilmente teria coisa mais “invisível”.
    Decidi que não adoçava a estrutura ao muro porque isso me iria impedir de fazer a limpeza das ervas daninhas que episodicamente nascem nas fendas entre pedras e porque não estava absolutamente certo do impacto visual. Se não gostasse do resultado, facilmente removeria a estrutura para outro local.
    As dimensões do abrigo foram determinadas pelo tamanho do carro (pequeno) e pelas dimensões da chapa de policarbonato. Ou seja, ocupa a área de uma chapa de policarbonato com 6m de comprido por 2,10m de largura. Cortada em duas, obtive um retângulo de 3m x 4,20m, o necessário e suficiente para a função.
      garagem.JPG
    • dedao
    •   agradecimentos
    • 16 Agosto 2015

     # 3

    Há aqui um tópico sobre uma construção muito semelhante, aconselho a ler toda... há muitos pormenores que não custam fazer bem.

    Pesquise que há de encontrar :) qualquer coisa como "telheiro..."
  4.  # 4

    Fez-se coincidir a zona superior da estrutura com uma das linhas de juntas do muro de pedra.
    Dada a leveza do policarbonato, a estrutura apenas precisa ser autoportante e resistir à ação do vento.
      garagem1.JPG
  5.  # 5

    Depois de desenhada à escala, os elementos da estrutura foram cortados nas respetivas medidas.
    Foram usadas peças de 0,12m X 0,4m para os pilares e peças de 0,14m x 0,3m para os elementos da cobertura.
      garagem2.JPG
  6.  # 6

    Para fazer a duas mãos (sozinho…) comecei por montar os elementos nos “módulos” de menores dimensões.
      garagem3.JPG
  7.  # 7

    Por critérios estritamente visuais evitei o uso de cantoneiras metálicas (embora mais caras, podiam ter facilitado em muito a montagem da estrutura).
      garagem4.JPG
  8.  # 8

    Em vez das de cantoneiras metálicas, fiz uso de varão roscado M8 para as uniões em furos transversais.
      garagem5.JPG
  9.  # 9

    Os pilares – em pinho nacional, com maior resistência mecânica, dimensionalmente mais instáveis e mais pesados que o abeto das traves de cobertura - foram finalizados em sanduiche à medida que os ia juntando.
      garagem6.JPG
  10.  # 10

    Para montar tudo sem o auxílio de um par de mãos extra foi necessário fazer uso de algumas destas coisas.
      garagem7.JPG
  11.  # 11

    Para segurar em posição de um lado e outro.
      garagem8.JPG
  12.  # 12

    Com a estrutura concluída, arrastei-a para a sua posição definitiva.
      garagem9.JPG
  13.  # 13

    Até esta altura não me havia preocupado com o nivelamento.
    Para esse efeito, construí sapatas em "T" destinadas a entrar na sanduiche dos pilares.
      garagem10.JPG
  14.  # 14

    Uma vez inseridos nos pilares - nivelados com os prumos ilustrados em #12 - os “T’s” eram subidos ou baixados com o auxílio de um maço e de um pé-de-cabra e, finalmente aparafusados como os outros elementos.
      garagem11.JPG
  15.  # 15

    Porque a ancoragem às paredes não foi possível em todos os pilares – como aqui…
      garagem12.JPG
  16. Ícone informação Anunciar aqui?

  17.  # 16

    ... e aqui...
      garagem13.JPG
  18.  # 17

    ..., os “T´s” foram chumbados aos solo com duas verginhas de 8mm vergadas na extremidade com as orelhas do martelo. Obviamente esta ancoragem apenas serve uma estrutura muito ligeira, apenas para prevenir as forças que resultam da acção dos ventos.
      garagem14.JPG
  19.  # 18

    Como as ferramentas ainda estavam todas por ali, abri uns buracos junto dos pilares para plúmbeas e jasmins.
      garagem15.JPG
  20.  # 19

    Bom trabalho, parabens. E já agora, mto bom carro, talvez o mais economico que existe no mercado (ainda por cima com boa qualidade, da VW).


    Colocado por: dutilleulComo as ferramentas ainda estavam todas por ali, abri uns buracos junto dos pilares para plúmbeas e jasmins.
      garagem15.JPG
  21.  # 20

    serviço publico e jeitinho para isto sem duvida
    Concordam com este comentário: dedao
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">