Iniciar sessão ou registar-se
    • Bru92
    • 17 Dezembro 2015 editado

     # 1

    Boa tarde a todos,

    desde já agradeço todos os tópicos e comentários existentes porque estão e irão ser muito úteis nos próximos tempos.

    Então é assim penso que vou conseguir iniciar o meu projeto de construção de casa em 2016 (o mais cedo possível). Trata-se de uma moradia na zona Litoral Norte do país que terá RC+1º andar com cerca de 200m2 e garagem na parte traseira do jardim.

    O lote tem cerca de 450 m2 resultado do loteamento de um terreno com aproximadamente 900 m2 (para 2 lotes). Foi necessário avançar com o loteamento uma vez que tinha sido feito recentemente um destaque e propriedade horizontal não me interessou. No que diz respeito ao loteamento, penso que está na fase final uma vez que foi enviado o projeto eletrico a EDP mas informaram-me que a aprovação da EDP poderia demorar muito, o que não me convém muito. Alguém conhece alguma forma de agilizar isso para eu ganhar tempo?

    O projeto de arquitetura está a ser elaborado e penso que até meados de Janeiro o mesmo será concluído. Ainda não tenho imagem 3D para publicar no forum mas logo que possivel irei colocar.

    Ainda não decidi se vou optar por um projeto tipo chave na mão ou fazer por especialidades. Por um lado menos dor de cabeça mas custo final mais caro (a partida) vs grande dor de cabeça com possibilidade de poupar alguns (ou muitos euros)...
    Brevemente irei começar a pedir orçamentos a empreiteiros para projeto chave na mão e também orçamentos por especialidades para ter uma noção da diferença de valores. Alguém tem alguma sugestão? A nível das especialidades quais são os orçamentos mais importantes de pedir?

    Agradeço desde já todas as ajudas, opinões e criticas (construtivas) que possam fazer.

    Cmps
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

  2.  # 2

    Colocado por: Bru92Boa tarde a todos,

    desde já agradeço todos os tópicos e comentários existentes porque estão e irão ser muito úteis nos próximos tempos.

    Então é assim penso que vou conseguir iniciar o meu projeto de construção de casa em 2016 (o mais cedo possível). Trata-se de uma moradia na zona Litoral Norte do país que terá RC+1º andar com cerca de 200m2 e garagem na parte traseira do jardim.

    O lote tem cerca de 450 m2 resultado do loteamento de um terreno com aproximadamente 900 m2 (para 2 lotes). Foi necessário avançar com o loteamento uma vez que tinha sido feito recentemente um destaque e propriedade horizontal não me interessou. No que diz respeito ao loteamento, penso que está na fase final uma vez que foi enviado o projeto eletrico a EDP mas informaram-me que a aprovação da EDP poderia demorar muito, o que não me convém muito. Alguém conhece alguma forma de agilizar isso para eu ganhar tempo?

    O projeto de arquitetura está a ser elaborado e penso que até meados de Janeiro o mesmo será concluído. Ainda não tenho imagem 3D para publicar no forum mas logo que possivel irei colocar.

    Ainda não decidi se vou optar por um projeto tipo chave na mão ou fazer por especialidades. Por um lado menos dor de cabeça mas custo final mais caro (a partida) vs grande dor de cabeça com possibilidade de poupar alguns (ou muitos euros)...
    Brevemente irei começar a pedir orçamentos a empreiteiros para projeto chave na mão e também orçamentos por especialidades para ter uma noção da diferença de valores. Alguém tem alguma sugestão? A nível das especialidades quais são os orçamentos mais importantes de pedir?

    Agradeço desde já todas as ajudas, opinões e criticas (construtivas) que possam fazer.

    Cmps


    Boa sorte para essa nova fase.

    Peça ao arquitecto o caderno de encargos com o respetivo mapa de quantidades. Depois disso, pode pedir orçamentos para chave na mão ou dividir pelas diversas especialidades e pedir individualmente.

    Ponto muito importante: Agora que estamos a chegar ao Natal, peça um saco enorme de paciência pois vai precisar... ;)
    Concordam com este comentário: Bru92
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Bru92
    • zeto
    •   agradecimentos
    • 17 Dezembro 2015

     # 3

    Colocado por: Bru92Boa tarde a todos,

    desde já agradeço todos os tópicos e comentários existentes porque estão e irão ser muito úteis nos próximos tempos.

    Então é assim penso que vou conseguir iniciar o meu projeto de construção de casa em 2016 (o mais cedo possível). Trata-se de uma moradia na zona Litoral Norte do país que terá RC+1º andar com cerca de 200m2 e garagem na parte traseira do jardim.

    O lote tem cerca de 450 m2 resultado do loteamento de um terreno com aproximadamente 900 m2 (para 2 lotes). Foi necessário avançar com o loteamento uma vez que tinha sido feito recentemente um destaque e propriedade horizontal não me interessou. No que diz respeito ao loteamento, penso que está na fase final uma vez que foi enviado o projeto eletrico a EDP mas informaram-me que a aprovação da EDP poderia demorar muito, o que não me convém muito. Alguém conhece alguma forma de agilizar isso para eu ganhar tempo?

    O projeto de arquitetura está a ser elaborado e penso que até meados de Janeiro o mesmo será concluído. Ainda não tenho imagem 3D para publicar no forum mas logo que possivel irei colocar.

    Ainda não decidi se vou optar por um projeto tipo chave na mão ou fazer por especialidades. Por um lado menos dor de cabeça mas custo final mais caro (a partida) vs grande dor de cabeça com possibilidade de poupar alguns (ou muitos euros)...
    Brevemente irei começar a pedir orçamentos a empreiteiros para projeto chave na mão e também orçamentos por especialidades para ter uma noção da diferença de valores. Alguém tem alguma sugestão? A nível das especialidades quais são os orçamentos mais importantes de pedir?

    Agradeço desde já todas as ajudas, opinões e criticas (construtivas) que possam fazer.

    Cmps

    tanta,tanta,tanta dor de cabeça que vai ter😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴, mas desejo boa sorte
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Bru92
  3.  # 4

    Colocado por: zeto
    1. tanta,tanta,tanta dor de cabeça que vai ter😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴😴, mas desejo boa sorte


    é chato e dá dores de cabeça e chatices sim. mas dá também um gozo do caraças acima de tudo!

    boa sorte :)
    Concordam com este comentário: zeto, Rui A. B., anselmo, 21papaleguas, MRK, Bru92, C.CASTRO
  4.  # 5

    Colocado por: Bru92A nível das especialidades quais são os orçamentos mais importantes de pedir?


    Se estamos a falar de um orçamento separado do orçamento do empreiteiro, deverá pedir os orçamentos que achar que é capaz de coordenar, acompanhar e tomar decisões.

    Por exemplo, eu separei do orçamento total do empreiteiro, para além de algumas especialidades, o seguinte:
    1 - Águas, Esgotos, Ventilação, Aquecimento e AQS
    2 - Carpintarias (portas e roupeiros)
    3 - Caixilharia (janelas e portas)
    4 - Serralharia (corrimãos)
    5 - Revestimentos e Louças e Acessórios Sanitários
    6 - Cozinha (móveis e eletrodomésticos)
    entre outros...
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Bru92
  5.  # 6

    Desde já boa sorte para o seu projecto.
    Deixo aqui a minha experiência, pode ser que o ajude a tomar uma decisão.
    Comecei o projecto em 2007 e andei durante alguns meses a estudá-lo para fazer a casa mais próxima da casa que sempre sonhei (seria de madeira se houvesse pilim). Como ainda não conhecia o forum (aqui vai ter uma grande ajuda), perguntei a opinião de várias pessoas e cheguei a andar de fita métrica na mão em casa delas para ter a noção das dimensões dos compartimentos.
    Concluído o projecto, decidi fazer por administração própria a adjudicação das especialidades. Tinha disponibilidade e acho que poupei algum dinheiro, mas tenho a plena consciência de que tive muitas preocupações e algumas dores de cabeça, principalmente com o pladur, a "empresa" que começou não foi a mesma que acabou.
    Se fosse hoje procurava uma empresa que me desse garantias de um bom trabalho, pediria para ver algumas obras e dependendo dos valores entregava com chave na mão.
    Já agora, onde é a obra? Sou de Aveiro e posso dar-lhe um contacto de um empreiteiro muito bom, pena minha não o ter conhecido antes de construir casa, por PM se tiver interesse.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Bru92, efmf
    • VXMC
    •   agradecimentos
    • 18 Dezembro 2015

     # 7

    21papaleguas também sou da zona de Aveiro. Será possivel arranjar-me o contacto do empreiteiro? Já agora para que lados de Aveiro é?
  6.  # 8

    Colocado por: 21papaleguasDesde já boa sorte para o seu projecto.
    Deixo aqui a minha experiência, pode ser que o ajude a tomar uma decisão.
    Comecei o projecto em 2007 e andei durante alguns meses a estudá-lo para fazer a casa mais próxima da casa que sempre sonhei (seria de madeira se houvesse pilim). Como ainda não conhecia o forum (aqui vai ter uma grande ajuda), perguntei a opinião de várias pessoas e cheguei a andar de fita métrica na mão em casa delas para ter a noção das dimensões dos compartimentos.
    Concluído o projecto, decidi fazer por administração própria a adjudicação das especialidades. Tinha disponibilidade e acho que poupei algum dinheiro, mas tenho a plena consciência de que tive muitas preocupações e algumas dores de cabeça, principalmente com o pladur, a "empresa" que começou não foi a mesma que acabou.
    Se fosse hoje procurava uma empresa que me desse garantias de um bom trabalho, pediria para ver algumas obras e dependendo dos valores entregava com chave na mão.
    Já agora, onde é a obra? Sou de Aveiro e posso dar-lhe um contacto de um empreiteiro muito bom, pena minha não o ter conhecido antes de construir casa, por PM se tiver interesse.
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Bru92


    A moradia irá ser construída na Póvoa de Varzim.

    Pois, não é o único que, depois de concluir a construção da sua moradia, diz que se fosse hoje talvez faria chave na mão. A poupança não compensa?
  7.  # 9

    Colocado por: electrao

    Se estamos a falar de um orçamento separado do orçamento do empreiteiro, deverá pedir os orçamentos que achar que é capaz de coordenar, acompanhar e tomar decisões.

    Por exemplo, eu separei do orçamento total do empreiteiro, para além de algumas especialidades, o seguinte:
    1 - Águas, Esgotos, Ventilação, Aquecimento e AQS
    2 - Carpintarias (portas e roupeiros)
    3 - Caixilharia (janelas e portas)
    4 - Serralharia (corrimãos)
    5 - Revestimentos e Louças e Acessórios Sanitários
    6 - Cozinha (móveis e eletrodomésticos)
    entre outros...
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Bru92



    Obrigado pelos tópicos, ajuda a orientar! Cozinha já pedi, aquecimento também mas ainda não obtive resposta e ainda não decidi qual sistema vou utilizar. Carpintaria e serralharia estou a espera da conclusão do projeto definitivo.
  8.  # 10

    Colocado por: Bru92Pois, não é o único que, depois de concluir a construção da sua moradia, diz que se fosse hoje talvez faria chave na mão. A poupança não compensa?

    A diferença entre o que poupa e as decisões que irá ter de tomar para fazer por administração própria é que é preciso saber medir bem para saber se compensa.
    Eu assumi o risco, acreditando que iria poupar algum dinheiro contractando quem eu queria para entregar as especialidades e também com a garantia de quem fizesse o trabalho ficaria bem feito, infelizmente no pladur não foi o caso, como já disse anteriormente.
    Hoje e depois de ter passado por toda esta experiência e de ter conhecido algumas pessoas da construção, dependendo dos valores entregava com chave na mão. Tenho a certeza de que se entregasse a um constructor que conheci entretanto e depois de ver algumas obras dele, ficaria bem servido e não me ficaria muito mais caro.
    Dito isto, acho que no meu caso não compensou.
    Ainda assim não vá só pelo preço, veja trabalhos de quem decidir entregar. Se tiver alguém amigo ou de família que perceba do assunto, nessas visitas faça-se acompanhar por eles e façam perguntas, muitas perguntas, não fique com dúvidas.
    Concordam com este comentário: zedasilva
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Bru92
  9.  # 11

    Colocado por: 21papaleguasAinda assim não vá só pelo preço, veja trabalhos de quem decidir entregar. Se tiver alguém amigo ou de família que perceba do assunto, nessas visitas faça-se acompanhar por eles e façam perguntas, muitas perguntas, não fique com dúvidas.


    Aqui está um excelente conselho.
    Creio que hoje já não é novidade para nenhum DO a mais valia que é ter um técnico de fiscalização em quem confie.
    Antes de contratarem o empreiteiro contratem a fiscalização, façam-se acompanhar deste técnico quando visitarem os empreiteiros, digam que é o vosso primo ou cunhado mas que percebe tanto de obras como vocês.
    No final peçam ao vosso técnico uma analise daquilo que viram ou ouviram. Por vezes são os pequenos pormenores que fazem a diferença
  10.  # 12

    Colocado por: 21papaleguas
    A diferença entre o que poupa e as decisões que irá ter de tomar para fazer por administração própria é que é preciso saber medir bem para saber se compensa.
    Eu assumi o risco, acreditando que iria poupar algum dinheiro contractando quem eu queria para entregar as especialidades e também com a garantia de quem fizesse o trabalho ficaria bem feito, infelizmente no pladur não foi o caso, como já disse anteriormente.
    Hoje e depois de ter passado por toda esta experiência e de ter conhecido algumas pessoas da construção, dependendo dos valores entregava com chave na mão. Tenho a certeza de que se entregasse a um constructor que conheci entretanto e depois de ver algumas obras dele, ficaria bem servido e não me ficaria muito mais caro.
    Dito isto, acho que no meu caso não compensou.
    Ainda assim não vá só pelo preço, veja trabalhos de quem decidir entregar. Se tiver alguém amigo ou de família que perceba do assunto, nessas visitas faça-se acompanhar por eles e façam perguntas, muitas perguntas, não fique com dúvidas.
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Bru92


    Pois.. se por um lado eu não estou muito a vontade com estes assuntos, eu meu pai está com muitos anos de experiência no ramo, tendo construido algumas moradias. Mas já está parado há uns anos e poderá estar "desatualizado" em certas àreas. Vamos la ver, vou aguardar pelos orçamentos e depois comparar...
  11.  # 13

    Eu continuo a dizer que a administração directa sair mais barata porque há menos valor facturado na sua grande maioria.
  12.  # 14

    Uma das minhas dúvidas prende-se com que sistema de aquecimento optar. Já li que o piso radiante hidraulico é uma boa opção mas é um sistema caro.

    Qual o sistema mais interessante em termos de relação "qualidade"/preço?

    Muitos consideram o AC boa opção mas não sou muito a favor de AC...
  13.  # 15

    Colocado por: Bru92Uma das minhas dúvidas prende-se com que sistema de aquecimento optar. Já li que o piso radiante hidraulico é uma boa opção mas é um sistema caro.

    Qual o sistema mais interessante em termos de relação "qualidade"/preço?

    Muitos consideram o AC boa opção mas não sou muito a favor de AC...


    Se tiver dinheiro para mim não há conforto como PRH
    Concordam com este comentário: 21papaleguas, Bru92
  14. Ícone informação Anunciar aqui?

  15.  # 16

    A nivel de PRH, quantos anos são necessários para tornar esta opção económica face as outras?

    Alguém já fez o estudo?
  16.  # 17

    Colocado por: Bru92A nivel de PRH, quantos anos são necessários para tornar esta opção económica face as outras?

    Alguém já fez o estudo?


    Mas deve também analisar a questão do conforto. Se for apenas pela parte matemática da rentabilidade acredito que demore muitos anos mas acho que já andam ai pelo fórum algumas contas
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Bru92
  17.  # 18

    Colocado por: Bru92A nivel de PRH, quantos anos são necessários para tornar esta opção económica face as outras?

    Alguém já fez o estudo?


    a pergunta esta mal feita..... a pergunta deve ser :

    Que conforto esta "disposto" a ter em casa?! (disposto = vontade = desejo = euros disponiveis)
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Bru92
  18.  # 19

    Colocado por: loverscout

    a pergunta esta mal feita..... a pergunta deve ser :

    Que conforto esta "disposto" a ter em casa?! (disposto = vontade = desejo = euros disponiveis)
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Bru92



    Gostava de andar de Porsche mas talvez só tenha dinheiro para um Mercedes mas o ideal para a mim talvez fosse um VW.

    Aqui é igual, penso que todos nós gostamos de conforto. Se calhar até estou disposto a gastar mais hoje no sistema de aquecimento se souber que a médio prazo vou recuperar o meu investimento em termos de consumo e de manutenção. É nesse aspeto que estava a referir-me pagar mais hoje para no futuro pagar menos? ou pagar mais hoje e pagar igual ou pouco menos porque tenho conforto máximo?
  19.  # 20

    Depois há uma outra questão que se prende com a zona onde é a casa. Eu em todas as casas por onde tenho vivido tenho sistemas de aquecimento mas só em Viseu é que é ligado devido realmente ao frio que se faz mesmo sentir. Na zona de Lisboa por exemplo não sinto grande necessidade e é muito raro ligar.
    Concordam com este comentário: Bru92
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">