Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    O meu velhinho esquentador a gás precisa de ser substituido. Só tenho consumo de gás para o esquentador já que em tempos instalei uma placa elétrica de indução na cozinha. Estou a ponderar em vez de esquentador a gás montar um termoacumulador. Só precisamos de água quente no inverno porque já possuo um sistema de AQS Solar. O consumo de água quente só se verifique de manhã ou á noite para os banhos de 2 pessoas e, por vezes, ao almoço para lavar alguma pouca louça.
    Gostaria de obter mais informações sobre este tema, o que desde já agradeço
    Que tipo/capacidade de termoacumulador usar?
    Diferença de custo de utilização gás vs elétrico
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    o solar não tem resistencia electrica? não seria mais pratico e economico instala-la\usa-la e usar um relogio para a controlar?
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, Sergio Rodrigues
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Pipeline
  4.  # 3

    O equipamento solar está preparado para se montar a resistência elétrica. É um equipamento solar de AQS Vulcano instalado sobre o telhado e daí eu recear que as percas de energia sejam muito elevadas. Acham que não irei ter um custo de eletricidade muito elevado com essa solução?
  5.  # 4

    Tem gás canalizado ou gás de botija?
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Pipeline
  6.  # 5

    Termoacumulador e solar parece-me má ideia... Ou está sempre ligado e não aproveita ao máximo a agua do solar ou tem de desperdiçar a agua fria do acumulador ate entrar a água quente do solar.
    De manha pode não ter agua quente do solar, sobretudo se for termossifão, mas no final do dia não terá grandes problemas. A solução ideal parece-me ser solar apoiado por esquentador a gás; depois de ter lido muito aqui no forum é a solução para que estou inclinado para mim, só não decidi se vai ser a gás natural ou bilha.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Pipeline
  7.  # 6

    Apenas precisa disso para o inverno, já que para o verão está servido. Para tal pouco tempo por ano eu punha a resistência no depósito e esquecida soluções mais complexas e caras.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Pipeline
  8.  # 7

    OK. Obrigado a todos pelas opiniões. Estou a ponderar e irei instalar um novo esquentador solar a gás em lugar do velhinho que possuo
  9.  # 8

    Caro callinas. tenho gás propano de garrafa
  10.  # 9

    Com a massa que vai gastar em esquentador solar ( deve ser mais de 600€) mais os custos de gas, eu metia somente a resistencia dentro do deposito do TS e como é obvio um relogio a comandar o disjuntor/ circuito da mesma....
    E assim acabava de vez com gás em casa!!!
  11.  # 10

    Colocado por: Pedro BarradasCom a massa que vai gastar em esquentador solar ( deve ser mais de 600€) mais os custos de gas, eu metia somente a resistencia dentro do deposito do TS e como é obvio um relogio a comandar o disjuntor/ circuito da mesma....
    E assim acabava de vez com gás em casa!!!


    Hoje em dia um esquentador solar ja deve arranjar por 300€, ou usa o kit compatível da vulcano... Exterior (150€).
    • JFTP
    • 9 Dezembro 2016

     # 11

    Se o solar tem opção de instalação de resistência, parece-me sem duvida a solução acertada porque:

    - a resistência terá um custo de aquisição e instalação muito inferior ao do esquentador solar

    - se utiliza a água quente de manhã ou à noite, pode e deve colocar um relogio/controlador na resistência para ligar apenas antes da utilização. Desta forma as perdas térmicas são muito baixas

    - o esquentador é um sistema mais complexo e caro de manter que a resistência

    - melhor estabilidade na temperatura (conforto) com a resistência do que no caso do esquentador solar

    - a electricidade é mais fácil de transportar do que as bilhas de gás... ;)

    Cumprimentos

    JFTP
  12.  # 12

    Colocado por: JFTPSe o solar tem opção de instalação de resistência, parece-me sem duvida a solução acertada porque:

    - a resistência terá um custo de aquisição e instalação muito inferior ao do esquentador solar

    - se utiliza a água quente de manhã ou à noite, pode e deve colocar um relogio/controlador na resistência para ligar apenas antes da utilização. Desta forma as perdas térmicas são muito baixas

    - o esquentador é um sistema mais complexo e caro de manter que a resistência

    - melhor estabilidade na temperatura (conforto) com a resistência do que no caso do esquentador solar

    - a electricidade é mais fácil de transportar do que as bilhas de gás... ;)

    Cumprimentos

    JFTP


    No conforto, o esquentador é de longe melhor, água quente sempre, com temperatura constante a qualquer hora, chegando mais depressa à torneira (menos desperdício de agua) gastando a quantidade de água quente que se quiser e sendo mais barato na aquisição e instalação, a resistência pode sair mais cara nos consumos.
  13.  # 13

    Colocado por: lprologsendo mais barato na aquisição e instalação, a resistência pode sair mais cara nos consumos.
    a resistencia é de longe a mais barata e simples, isto assumindo que não existe ainda.
  14.  # 14

    Colocado por: jorgealvesa resistencia é de longe a mais barata e simples, isto assumindo que não existe ainda.

    Mais barata nos consumos, independentemente de já existir ou não?
    Eu penso que a eletricidade é mais cara que o gás, para além de só gastar o que consome, se consumir, enquanto que com a resistência tem de estar sistematicamente ligada.
  15.  # 15

    Colocado por: lprologtem de estar sistematicamente liga
    se a resistencia estiver sempre ligada não vai tirar qualquer rendimento por via solar,

    Colocado por: jorgealvesusar um relogio para a controlar
  16. Ícone informação Anunciar aqui?

  17.  # 16

    Colocado por: lprologpara além de só gastar o que consome
    vai gastar gás até chegar agua quente vinda do painel, portanto não é assim muito económica.
  18.  # 17

    Colocado por: jorgealvesse a resistencia estiver sempre ligada não vai tirar qualquer rendimento por via solar,



    Para ser econômico com relógio pode não ter agua quente sempre. Se gastou mais agua que o costume tem "que ir ligar a resistência a pressa" para dai a meia hora ter agua quente.
    Para mim é uma questão de conforto, ter botija de gás (ter que a carregar) mas agua quente sempre ou andar sempre a controlar a quantidade de agua quente gasta e ligar a resistência...
  19.  # 18

    Colocado por: jorgealvesse a resistencia estiver sempre ligada não vai tirar qualquer rendimento por via solar,



    Eu disse sistematicamente, não sempre. O relógio vai ligar a resistência e aquecer a agua, seja necessária e utilizada ou não, e aí é desperdiçada.
    Gasta gás, mas consome a agua aquecida por este, não é desperdiçada.
    • JFTP
    • 12 Dezembro 2016

     # 19


    No conforto, o esquentador é de longe melhor, água quente sempre, com temperatura constante a qualquer hora, chegando mais depressa à torneira (menos desperdício de agua) gastando a quantidade de água quente que se quiser e sendo mais barato na aquisição e instalação, a resistência pode sair mais cara nos consumos.


    Insisto: o termoacumulador - como qualquer sistema de acumulação - é o que garante melhor conforto do utilizador.
    Por "conforto" entende-se estabilidade no caudal e temperatura. Nenhum sistema instanâneo chega lá....
  20.  # 20

    Colocado por: lprolog

    Eu disse sistematicamente, não sempre. O relógio vai ligar a resistência e aquecer a agua, seja necessária e utilizada ou não, e aí é desperdiçada.
    Gasta gás, mas consome a agua aquecida por este, não é desperdiçada.


    Está-se a esquecer que, além do relógio, o termostato está lá sempre.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">