Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Olá a todos e desde ajá parabéns pelo fórum e pela maneira civilizada e tolerante com que por aqui se opina.
    Tambme eu estou em processo de aquisição de treeno para uma casinha. Mas como os euros não abundam, e o crédito tb não é aquilo que parece, estou mesmo decidido a construir um casinha bem económica. No entanto, a maioria das pessoas não me encoraja muito. Mesmo um arquitecto me falou em 750€/m2. Ora eu queri ir mesmo para a faxa dos 500€ m2 e se possivel ainda baixar esta média aqui ou ali..se puder claro.A casa não é grande cerca de 200/220 m2 + cave e uns pequenos arrumos habitáveis em cima, arrumos estes que já fazem parte da área considerada. Ora, a minha questão é a seguinte: Sabendo eu que na fase de escolher materiais para acabamento se pode fazer as contas a cada passo e a cada material escolhido, esse poder foge-me na fase de construção do tosco, pelo que gostaria que me dissessem o que evitar e como garantir a obra nestes custos na fase de tosco, ou seja, quel a média de custo m2 de uma casa destas em tosco ( com electricidade, canalizações incluído). Obrigado
  2.  # 2

    Deve andar por volta dos 350€/ m2...o tosco

    Tenho a certeza que consegue fazer a casa com 550€ /m2
    •  
      FD
    • 22 Outubro 2007

     # 3

    Olá Viriato e benvindo!

    Eu, sinceramente, até acho que é onde não se deve poupar.

    Nos acabamentos concordo, é possível poupar muito dinheiro e de forma relativamente inteligente.
    Agora, na estrutura, e uma vez que o Pedro já deu preços, eu não fazia grandes esforços de poupança. Preferia adiar alguns trabalhos, optar por soluções mais económicas ou até retirar orçamento a outras coisas.

    Por exemplo, coisa que não dispenso é o conforto térmico e acústico, que é exactamente onde se pode poupar ou gastar muito dinheiro.
    Já as loiças, os pavimentos, as madeiras, é escolher o mais honesto e simples e servirá de certeza durante muitos anos. Aliás, antigamente falava-se muito em que as coisas duravam uma vida inteira. Para quê? Para nos fartarmos delas? Eu sou apologista dos 10 anos. Desde que dure 10 anos, serve. Só vivemos, nestas novas casas, em pleno, cerca de 3 a 4 series de 10 anos, por isso é mudar enquanto podemos.

    Não sei em que sítio é que é suposto a casa ficar, mas penso que uma boa base de trabalho faz toda a diferença. Já tem terreno?
  3.  # 4

    Desde já obrigado aos dois pela disponibilidade
    Eu quando falava no tosco, tinha precisamente em mente aquilo que foi dito pelo FD, ou seja é precisamente o que me preocupa na casa, bons isolamentos termicos e acústicos, embiora os termicos me preocupem ainda mais. Já li umas coisas sobre as várias propostas comerciais que para aí andam e sinceramente acho que o bom basta e acima disso pode ser uma asneira, tipo estar de guarda chuva debaixo de um telhado, ou seja, queria fugir ao desnecessário.
    Já tenho terreno, isto é, sinalizei, estou á espera da publicação do PDM e o terreno é em Viseu.
    Estas dúvidas também porque sei a discrepãncia apresentada por empreiteiros diferentes.. Obrigado
    •  
      FD
    • 22 Outubro 2007

     # 5

    Sim, por vezes pode-se entrar numa estratégia que já é muito utilizada em muitos outros segmentos: criar necessidades, fazer crer à pessoas que precisam de determinada coisa, quando não é assim.

    Actimel, alguém?

    Já tem projecto? Quando tiver preços diga que é para ficarmos a saber. ;)