Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    penso que este tópico poderá ajudar muita gente a resolver este problema, ñão só para técnicos , mas tambem para clientes, para o inicio deste topico, coloco algumas questões......como calcular honorários de forma correcta, ou aproximada, como calcular o valor da obra, sem ter muito trabalho, será que temos que pensar de forma geral, todos os trabalhos a serem incluidos, mesmo que seja de forma generalista? será que tenho que fazer algumas medições mesmo sem grande rigor? será que os orçamentos a apresentar aos clientes deveriam ser cobrados? ......será que faltam mais questões aqui?
    •  
      FD
    • 8 novembro 2007

     # 2

    Por acaso já pensei em fazer uma folha de cálculo que pudesse apresentar uma projecção do custo de uma obra, mas os meus conhecimentos do meio são muito parcos.

    Agora tenho que sair, mas logo talvez desenvolva mais essa ideia.
  2.  # 3

    Colocado por: arK pedro será que os orçamentos a apresentar aos clientes deveriam ser cobrados?

    Não, os orçamentos de prestação de serviços de Arquitectura não devem ser cobrados.

    ÁGUA-MESTRA, Lda
  3.  # 4

    Se não houvesse tantos técnicos a trabalhar de borla talvez houvesse mais qualidade no que fazemos, no entanto se cobramos ninguém procura um técnico porque não é obrigatório por lei. Então o que havemos de fazer?
    A Lei poderia ficar do lado dos trabalhadores especializados e credenciados, mas assim ficaríamos com um enorme número de desempregados. Somos um país do desenrasca, e cada um aprende por si! Então e que tal começarmos a ter ideias mirabolantes?
    Vamos ajudar técnicos especializados e não especializados, que tal criar uma discussão só de preços? Quanto pode custar uma banheira? Imaginem que Eu quero remodelar a minha casa de banho, sei que quero alterar as 3 peças de loiça sanitária, sei que tenho de aproveitar para alterar as canalizações e sei ainda que a minha casa de banho tem +-4 m2. Ora se eu souber o preço das loiças sanitárias, o preço de as colocar, o preço dos cerâmicos e da mão-de-obra, mais a pintura de tecto e pronto consigo ter um valor aproximado da realidade. Posso vos dar como exemplo que uma casa de banho assim pode custar +- 600 euros! Mas não se esqueçam que a de um Sr. Ministro há já alguns anos custou na altura qualquer coisa como 3 mil contos!  Agrada vos a ideia? Fico à espera de resultados! Eu dou a minha palavra em como coloco os preços que conheço! Vá lá mãos à obra! Se tivermos um público bem informado podemos trabalhar com preços justos sem ser chamados de “ladrões”. E se tivermos meio trabalho feito….tanto melhor!

    Saúde
    Anita
  4.  # 5

    A TOP informática, tem uma ferramenta (software) chamada gerador de preços.... podem ver AQUI custa 75€+IVA
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Pat
    • IB
    • 11 novembro 2007

     # 6

    Anita, permita-me discordar de algumas coisas no seu comentário.
    Tem razão quando diz que somos o país do desenrasca e sabe porque isso acontece?!
    Porque muitas vezes desconhecemos a quem devemos recorrer. Desconhecemos o que faz cada um dos intervenientes no processo de remodelação ou até mesmo na construcção de uma habitação.
    Dou-lhe dois exemplos:
    1ºEu tenho 31 anos e se a Anita me apresentar um orçamento em que me explique o porquê de tal preço, eu de certeza ,mesmo que tenha mais 500 orçamentos e que aparentemente sejam mais baratos que o que me apresentou, vou pelo seu. E isto porque, prefiro um serviço bem feito do que um de um fulano que me diz que me fica mais barato mas que omite o que deveria ser feito para ficar ok.
    2ºOs meus pais fizeram remodelações em casa. O meu pai tem 62 anos e teimoso como o caraças. Quando pela 1ª vez decidiu fazer obras na cozinha, optou pelo mais barato e não pelo que era mais lógico.
    A nossa casa nessa altura já tinha uns 20 anos talvez ,e o sr que lá foi a casa informou da existência de novos materiais para substituir a canalização e orçamentou por um valor de 500 contos ( incluia o trabalho todo, colocar canalização,azulejos, chão... tudo o que era necessário). Não quiseram e optaram pelos fulanos mais baratos.
    Agora teve que fazer o que já deveria ter feito e pagou a obra 2 vezes, quando poderia ter ficado com a cozinha arrumada da outra vez.
    Eu não me quis meter porque o dinheiro é deles mas... voltaram a fazer o mesmo.:/
    Aqui o processo de mudar a mentalidade das pessoas é muito importante e volto a falar da aposta da informação e esclarecimento das actividades de cada técnico.

    Má comparação mas por ex. aqui em casa, os dois carros existentes continuam a ir ás respectivas marcas por uma questão de principio. Sei que por vezes, o trabalho é uma treta mas podemos sempre reclamar de outra maneira e parte-se do principio que a assistência é "entendida na matéria" ( parte-se...)

    Apostem na informação! ;)
    Estas pessoas agradeceram este comentário: imoprojectos
  5.  # 7

    Nem mais IB, é mesmo isso o que eu penso, não discordou nada da minha opinião!
    Temos de começar a pensar de uma forma diferente, como bem referenciou o caso dos seus pais existem inúmeros casos assim. E porque? Porque não há informação, nada é acessível ao público em geral. Não quer dizer que o caro seja bom e o barato seja mau, nada disso, temos é de saber se o preço é justo para a qualidade que nos vão fornecer, e caso não o seja se podemos reclamá-la como é o caso dos automóveis.

    Dou lhe o exemplo também do meu pai que também é um casmurro, encomendou a uma empresa "especializada" um portão automático para a entrada da propriedade onde estava tudo incluído no preço, o portão, equipamento e montagem, resultado a módica quantia de 3000 € achei o valor astronómico e disse lhe que ia ver em fornecedores só o preço base do portão para saber se estava a ser enganado ou não. Resultado, como não há um acesso fácil aos preços existentes no mercado e como paira a lei da “venda só a técnico especializados" levei algum tempo até conseguir a "cunha" de um amigo que tinha um primo que era casado com uma secretária de uma fábrica de portões, enfim uma eternidade até chegar ao valor do portão. O portão em fábrica custava 1850´€, tendo em conta que aquela fábrica ficava a menos de 100Km de casa do meu pai, o preço já incluía a entrega, fiquei abismada, telefonei logo para o meu pai a contar-lhe a novidade, tarde demais...o portão já tinha sido instalado pelos "técnicos especializados".
    Resultado pagou quase o dobro e pior ficou mal servido pois o portão é automático e a frequência em que se encontra é muito próxima da frequência dos alarmes de alguns automóveis, volta não volta o portão está aberto.
    À procura da segurança, foi pelo caro mas….teve azar! Tentou por diversas vezes contactar os ditos “técnicos especializados” mas sem sucesso. Quando resolvi finalmente meter-me ao barulho (porque tinha ficado chateada por ele não me ter dado ouvidos e não ter esperado a minha resposta para instalar o portão) resolvi procurar a dita empresa, qual não foi o espanto quando no IMOPPI me dizem que esta empresa não está certificada e o seu CAE é referente à montagem de carpintarias!
    Pois é os “técnicos especializados” só o eram na publicidade enganadora que faziam nas suas viaturas e afins!

    É destes enganos que eu falo! São especializados? Muito bem então mostrem lá os papéis, não são mas garantem que fazem o trabalho bem feito? Então tem de baixar o preço, não querem baixar o preço? Então acho que vou pensar melhor porque o mercado está tão em baixo que de certeza encontro quem o faça!

    Saúde
    Anita
    •  
      FD
    • 16 novembro 2007

     # 8

    Isto é que são mulheres de guerra! :D
    • IB
    • 17 novembro 2007

     # 9

    Não se trata de sermos mulheres de guerra mas de sermos "bem servidas", diga-se, caro FD ;)

    Eu também trabalho e não gosto de enganar ninguém, por isso, não quero que o façam comigo. Quer queiramos ou não, todos precisamos uns dos outros e pena que existam pessoas como os meus pais e da Anita, que mantêm estes " técnicos da treta" a trabalhar em detrimento dos "técnicos técnicos"...
    Se sou enganada, só o sou uma vez. E sou assim em tudo na minha vida. É um principio de vida que tenho e que faço tenções de continuar a manter!

    Não o faço a ninguém e não suporto que o façam comigo.
    Se tenho que pagar, que o considere bem pago...

    É como beber um bom café! Pode até ser caro mas se for bom, que importa? :D
  6.  # 10

    Caro FD,

    já percebi que é o administrador logo deve ter um acesso mais facil aos membros, entretenha se lá a fazer uma coisa gira, só para brincarmos um pouco! Faça uma sondagem das discussões e tire as estatisticas do forúm a ver quem é mais enganado, as mulheres ou os homens!!!

    Ficaremos a saber quem de direito é de guerra ! :P

    Saúde
    Anita

    Muitos parabêns IB gosto dos seus comentários!!!
    •  
      FD
    • 29 novembro 2007

     # 11

    No meu caso, quem se chateia mais é sempre a mulher... eu sou mais do deixa andar... :(

    É genético! (boa desculpa) :D
    • joa1
    • 25 junho 2009

     # 12

    Existem algumas empresas que disponibilizam orçamentos online. Poderá ser uma ajuda, não sei.
    Uma delas é: http://www.engiscala.pt
    Cump,
    JB
 
0.0155 seg. NEW