Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde,

    Estou prestes a inicial o projecto de arquitectura da minha futura moradia! Já tenho finalmente a planta de síntese do loteamento a que o meu terreno pertence, em princípio para a semana o meu arquitecto começará a trabalhar no projecto.
    O meu terreno tem 310m2 e o alvará de loteamento prevê para o meu terreno uma área de construção de 210m2. Até aqui tudo bem. O problema está no polígono de implantação. Na planta de síntese do alvará de loteamento vêm definidas as dimensões dos polígonos de implantação de todos os terrenos. No mapa de medições do alvará aparece definida a área de construção e a área do polígono de implantação (e não a área de implantação, esta segundo o meu arquitecto será a que quisermos desde que caiba no polígono, já que não está especificada). Já confirmei e todos os polígonos de implantação foram traçados simplesmente indo ao terreno e descontando 3m para a frente e para os lados, e 5m para trás. Até aqui tudo igualmente bem, isto significaria que no meu terreno de 310m2, eu teria um polígono com cerca de 115m2, e lá dentro encaixaria os 210m2 de área de construção, em dois pisos. O problema é que para meu azar no meu terreno enganaram-se e o polígono aparece com uma das dimensões erradas (alguém escreveu erradamente que o terreno teria 17m de comprimento quando tem 18m confirmados), resultado segundo o mapa de medições eu tenho direito a um polígono com 105m2 e não de 115m2. Atenção que no mesmo lotemante existem mais terrenos com exactamente a mesmo área 310m2, e esses sim com 115m2 de polígono. Uns são filhos e outros são enteados! Pode parecer uma diferença pequena, mas ainda são 10% de área. O problema aqui é que com um polígono de 105m2 para eu encaixar os 210m2 de área de construção ficaria com um caixote, certo? Acrescendo a isto o facto do terreno ter uma forma trapezoidal acentuada, este decréscimo na área não ajuda nada...
    Andei a fazer contas em quase todos os terrenos do loteamento e há mais alguns enganos, curiosamente para mais área, o meu caso é o único em que me comeram área... Há um engano que prevê um polígono afastado 2m da lateral em vez dos 3m regulamentares, alguém também irá ter uma surpresa quando perceber afinal que a casa não pode ficar assim tão grande.
    Conclusão: o polígono está incorrecto. O que é que vale mais para o projecto? É este polígono/planta errado? Ou o meu arquitecto desde que respeite as distâncias regulamentares (3m e 5m) e a área de construção pode ocupar uma zona fora do polígono?
    Isto anda-me a deixar mesmo chateada, pois estou mesmo a ver que na Câmara vão começar com a conversa de ah e tal tem de cumprir o que está definido no alvará, mesmo que errado, se quiser pode pedir uma alteração ao alvará, que demora 2 anos.... Câmara de Cascais.........
    A área do terreno está mais do que confirmada que são 310m2, por isso o engano não vem daí.
    O que é que acham que vai sair daqui? Alguém tem experiência com casos destes e na Câmara de Cascais já agora?

    Obrigada desde já pela possível ajuda.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Colocado por: anacristinaxxxxO problema é que para meu azar no meu terreno enganaram-se e o polígono aparece com uma das dimensões erradas (alguém escreveu erradamente que o terreno teria 17m de comprimento quando tem 18m confirmados)

    Não consigo perceber isto. Medindo com uma régua dá 18m e na cotagem tem 17m? pode colocar aqui algum desenho?
  4.  # 3

    Colocado por: Picareta
    Não consigo perceber isto. Medindo com uma régua dá 18m e na cotagem tem 17m? pode colocar aqui algum desenho?


    A planta de síntese não dá para medir com uma régua, aquilo é um esboço com a indicação das várias dimensões dos terrenos todos. O terreno tem 18m de comprimento garantidamente mas na planta aparece 3m+9m+5m=17m, em 3m e 5m são as tais dimensões regulamentares a respeitar em relação aos vizinhos e 9m supostamente o comprimento do polígono de implantação, que deveria ser 10m
  5.  # 4

    Se eu fosse o projectista não fazia nada sem uma reunião na Câmara, para esclarecer essa dúvida, e de certeza que vão pedir uma alteração ao loteamento, mas acho que este tipo de alterações demora pouco, basta um requerimento a solicitar que: onde está escrito 3m+9m+5m=17m deverá estar 3m+10m+5m=17m. O tempo que o seu arquitecto e os engenheiros vão demorar a executar os projectos é o tempo necessário para alterar o loteamento.

    Acresce ainda, que como é um loteamento, o procedimento administrativo é uma comunicação prévia, ou seja quando colocar o projecto na câmara já tem que saber quem é o empreiteiro, e a selecção de um empreiteiro só pode ser feita (só deveria ser feita) após o projecto e é um processo demorado, provavelmente quando for aprovada a alteração ao loteamento, ainda não tem tudo pronto para entregar o projecto na câmara.
  6.  # 5

    Picareta,
    Dito por um arquitecto dentro da Câmara de Cascais em relação a outro assunto de um conhecido meu, que também implicava uma alteração do alvará de loteamento: "alterar o alvará de loteamento? não se meta nisso que demora 2 anos?" E custos são 750 euros!!! Por uma coisa em que a culpa é deles? Pagar por um erro da câmara que não sabe fazer costas de somar? Na minha óptica admitiam o erro cometido e diziam simplesmente: "ok, isto foi um erro, entregue o projecto considerando as medidas certas e nós teremos isso em conta aquando da apreciação do projecto".
  7.  # 6

    não há por aqui pessoal da zona de Cascais com experiência nestas peripécias com a Câmara?
  8.  # 7

    Boa tarde Ana

    Estou numa situação muito semelhante á sua, gostaria de lhe colocar algumas questões se possivel, preferencialmente em privado por email ou tel.

    obrigado
    Carlos Albuquerque
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">