Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Gostava que alguém me pudesse explicar quais os critérios para atribuição do coeficiente de Qualidade e Conforto para uma moradia unifamiliar, em que de acordo com a legislação actual pode ir de 0 a 0,2.
    Na avaliação efectuada pelas finanças foi atribuído um valor de 0,08 de coeficiente de qualidade e conforto para a rubrica moradia unifamilar.

    No meu caso tenho uma moradia geminada com os seguintes dados para avaliação:

    área de implantação : 125m^2
    área total terreno: 252m^2
    área bruta privativa: 187m^2
    área bruta dependente: 86,7 m^2
    idade:2 anos
    Localidade: Aveiro

    Obrigado
  2.  # 2

    Colocado por: pfonsec2Na avaliação efectuada pelas finanças foi atribuído um valor de 0,08 de coeficiente de qualidade e conforto

    A justificação deste valor está na notificação da avaliação que lhe enviaram.

    No exemplo que lhe mostro é 0.09
      Capturar11.PNG
  3.  # 3

    Desde ja obrigado pela resposta. No entanto a minha dúvida não foi ainda esclarecida, pois admito nao me ter exprimido bem.
    Na rúbrica Moradia Unifamiliar a valorização pode ir de 0 a 0,2, mas com que critérios? Na minha avaliação deram um 0,08,nesta rubrica
  4.  # 4

    Isso depende da localização, se fizer uma simulação no site das finanças, quando clika no mapa para verificar o coef. de localização, aparece também o coef. majorativo para moradias familiares. no exemplo que apresento é 0.04.
      Capturar png.png
    •  
      FD
    • 12 Março 2012

     # 5

    Ou seja, é diferente ter uma casa na Expo 98 de uma casa em Chelas.
    Ou, ter uma casa na Foz de uma casa no Bairro do Cerco.
  5.  # 6

    Muito obrigado ao forum! Fiquei esclarecido
  6.  # 7

    http://info.portaldasfinancas.gov.pt/pt/informacao_fiscal/codigos_tributarios/cimi/cimi43.htm

    Artigo 43.º

    Coeficiente de qualidade e conforto

    1 - O coeficiente de qualidade e conforto (Cq) é aplicado ao valor base do prédio edificado, podendo ser majorado até 1,7 e minorado até 0,5, e obtém-se adicionando à unidade os coeficientes majorativos e subtraindo os minorativos que constam das tabelas seguintes:

    TABELA I
    Prédios urbanos destinados a habitação
    (Redacção dada pela Lei nº 53-A/2006, de 29/12)

    Elementos de qualidade e conforto
    Coeficientes
    Majorativos:
    Moradias unifamiliares Até 0,20
    Localização em condomínio fechado 0,20
    Garagem individual 0,04
    Garagem colectiva 0,03
    Piscina individual 0,06
    Piscina colectiva 0,03
    Campos de ténis 0,03
    Outros equipamentos de lazer 0,04
    Qualidade construtiva Até 0,15
    Localização excepcional Até 0,10
    Sistema central de climatização 0,03
    Elevadores em edifícios de menos de quatro pisos 0,02
    Localização e operacionalidade relativas Até 0,05

    Minorativos:
    Inexistência de cozinha 0,10
    Inexistência de instalações sanitárias 0,10
    Inexistência de rede pública ou privada de água 0,08
    Inexistência de rede pública ou privada de electricidade 0,10
    Inexitência de rede pública ou privada de gás 0,02
    Inexitência de rede pública ou privada de esgotos 0,05
    Inexistência de ruas pavimentadas 0,03
    Inexistência de elevador em edifícios com mais de três pisos 0,02
    Existência de áreas inferiores às regulamentares 0,05
    Estado deficiente de conservação Até 0,05
    Localização e operacionalidade relativas Até 0,05
    Utilização de técnicas ambientalmente sustentáveis, activas ou passivas 0,05
  7.  # 8

    para estes mesmos efeitos, uma casa sem jardim sem afastamentos, só mesmo o edifício encostado aos outros.

    é correcto considerar como moradia unifamiliar?
    "na mesma tabela dos elementos de qualidade e conforto"
  8.  # 9

    Colocado por: bellsb88é correcto considerar como moradia unifamiliar?

    claro que sim.
    Concordam com este comentário: Picareta
    Estas pessoas agradeceram este comentário: bellsb88
  9.  # 10

    Obrigadíssimo, Pedro Barradas sempre aquela maquina ;)
  10.  # 11

    voltando ainda ao mesmo :)

    e na situação de prédio em propriedade total, mas com andares ou divisões susceptíveis de utilização independente?
    É correcto considerar-se á mesma moradia unifamiliar?


    provoca-me confusão esta interpretação, neste contexto, porque habitação é sem duvida, mas moradia unifamiliar... o que é que a caracteriza de moradia? ser isolada, ter jardim, não entendo o que eles pretendem caracterizar como elemento de conforto aqui.

    ou será só para eles destingirem se é apartamento ou edifício total? mas isso eles já conseguem caracterizar pela tabela do tipo de prédio a avaliar