Iniciar sessão ou registar-se
    •  
      FD
    • 16 Novembro 2006

     # 1

    Diversas imobiliárias passaram a utilizar o site para oferecer apartamentos e casas que podem ser comprados ou alugados

    Juliana Carpanez, do G1, em São Paulo

    Depois de saciar a curiosidade dos internautas em busca de gafes de celebridades e situações inusitadas envolvendo anônimos, o site de vídeos YouTube caiu no gosto de imobiliárias. Diversas dessas empresas passaram a utilizar o endereço para oferecer apartamentos e casas que podem ser comprados ou alugados. A iniciativa, afirmam, dá resultados.

    “As fotos que divulgamos no nosso site têm um papel importante. No entanto, por serem estáticas, elas não dão uma noção exata de dimensão e espaço dos locais que oferecemos”, afirmou João Luiz Oliveira Quim, sócio da Tropical Imóveis, em São Paulo. Atualmente, a empresa apresenta cerca de dez imóveis na página, mas pretende aumentar esse número em breve.

    Quim, que cuida pessoalmente da filmagem e efeitos especiais apresentados no vídeo -- como aquele em que a imagem de uma fechadura se expande para mostrar um apartamento em Guarulhos --, afirma ter vendido um imóvel e alugado outros dois com a divulgação no YouTube. A idéia surgiu há cerca de dois meses, por conta da facilidade de uso do site, e teve investimento de cerca de R$ 4 mil. O corretor já tinha o computador e o software para edição de imagens e, por isso, comprou apenas uma câmera digital e placa de vídeo.

    André Thiago Losso, diretor da Imobiliária Nobre, em Curitiba, também aposta que os vídeos podem ajudar a turbinar as vendas. Em três meses, ele colocou cerca de dez arquivos no site e afirma que já teve retorno de clientes que acharam a iniciativa interessante. Por enquanto, a página ainda não gerou nenhum contrato, mas ele acredita que os resultados devem aparecer em breve. “Vamos linkar os vídeos com nosso site e isso vai ajudar a divulgar os imóveis que temos disponíveis”, disse.

    Os usuários interessados em usar o YouTube para procurar imóveis devem estar preparados para tudo. Há vídeos profissionais, produções caseiras bastante rústicas, construtoras que transformam as imagens de plantas em vídeos, pessoas que passam em frente à câmera atrapalhando a filmagem e até imobiliárias que apostam em músicas de fundo para “envolver” possíveis compradores. Se o acesso a esses arquivos não render negócios, alguns podem, pelo menos, garantir a diversão dos internautas.

    http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,AA1350522-6174,00.html
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

    •  
      FD
    • 4 Junho 2007

     # 2

    Eis um exemplo:



    A música é HORROROSA.
  2.  # 3

    Adoro estas casas norte americanas...

  3.  # 4

    É pena serem todas em madeira. Ardem bem e só criam bicho...
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">