Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde

    Em 2011 eu e o meu ex-marido adquirimos um imóvel do banco através de crédito hipotecário. Em 2013 divorciámo-nos e ele quis adquirir a minha parte, e obrigou-me a sair da casa em questão, e a entregar a chave.
    O processo de exoneração já tinha sido aceite pelo banco, faltando apenas alguns documentos para concluir, documentos esses que nunca chegaram a ser entregues por ele. Dei lhe várias hipóteses para entrar com novo processo no banco para adquirir a minha parte, mas da parte dele pouco se interessou em entregar os documentos, mas fazia questão de sempre dizer que queria ficar com a casa.
    Passados dois anos, decidi pedir apoio judiciário através da segurança social o que demorou imenso tempo e só em Outubro de 2016 é que tive direito a uma advogada para colocar uma acção de divisão de coisa comum.
    Ele foi citado pelo tribunal para contestar a carta, por duas vezes e nunca o fez. Continuava a pagar a prestação da casa,visto que fez questão disso,mas há dois meses que não paga. Os pais dele são os fiadores, mas o banco entra sempre em contacto comigo, pois não têm o contacto actual dele,e estando desempregada vejo-me numa situação um pouco chata pois eu sou 2ª titular da conta e o IMI continua a chegar todos os anos para liquidar e não há meio de resolver esta situação
    A advogada informou-me que tenho de aguardar os subsequentes trâmites processuais, mas não adiantou mais nada até á data.
    Pelo conhecimento que têm, alguém me sabe informar quais esses trâmites processuais e o tempo que normalmente demora estes casos?
    Desde já agradeço a quem me puder ajudar. Obrigada
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

data-ad-format="auto" data_ad_region="test">