Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa noite
    Como muitos de vós sabem sou proprietário de um terreno com algum declive. Na procura de uma nova equipa de projecto deparo-me com basicamente duas formas de abordar o declive. Enquanto alguns arquitectos são a favor de casas suspensas outros são a favor da criação de cave.
    Qual a vossa opinião? Quais são as grandes vantagens e desvantagens de cada método? Obrigado
      com cave.jpg
      suspensa.jpg
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Pondo de parte métodos construtivos dos quais nada percebo penso que a decisão pode vir a passar pelos custos de uma solução ou de outra. Mais, precisa da área da cave ou não?

    Se a diferença em termos de custos não fosse muito grande preferiria a cave, pela vantagem de ter arrumação e poder sair para a zona de trás do terreno por casa.
  4.  # 3

    Tb costumo ouvir que uma cave é sempre um poço de problemas pelas infiltrações
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Hedcosta
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  6.  # 4

    dizem por ai, que construir uma casa também é um poço de problemas ;)
    Concordam com este comentário: paionense, GMCQ, gugas, FJPC, tipla, ultrahipermega
  7.  # 5

    Colocado por: paionenseQuais são as grandes vantagens e desvantagens de cada método?

    O custo, a cave fica mais cara.
    Os arquitectos que sugeriram a casa suspensa, deve ter sido por causa do seu orçamento ser baixo, digo eu.
    Se não tiver problemas com o orçamento faça a cave.

    Colocado por: paionenseTb costumo ouvir que uma cave é sempre um poço de problemas pelas infiltrações

    Todos os trabalhos mal executados dão problemas, seja na cave, na cobertura, ou em qualquer lado.
    Concordam com este comentário: paionense, Pedro Barradas, Vítor Magalhães, zinna, JErso
  8.  # 6

    Visualmente/ esteticamente a casa suspensa mas eu sou suspeita.
  9.  # 7

    paionense

    tem de meter mais dados, área do lote, orientação solar, a dimensão do declive, o programa funcional genérico que pretende ( nº de quartos, sala open cozinha ?, etc...)
  10.  # 8

    Marco, eu estava a falar de uma forma genérica e não relativamente à minha situação até porque não tenho nada a reflectir para já. Mas fiquei curioso para tentar saber porque é que uns arquitectos preferem uma abordagem relativamente a outra.
    O Picareta já deu uma boa justificação....
  11.  # 9

    E pode tentar um misto. So o arquitecto consigo no terreno pode ver o que funciona melhor
  12.  # 10

    fazer tudo num piso e sustentado por pilares é muito menos complicado num terreno com declive acentuado..
    e lá está mais barato.
    mas tudo tem vantagens e desvantagens, fazer cave permite usufruir algo do espaço exterior na cota mais baixa.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
  13.  # 11

    eu não conseguia viver num moradia, como na segunda opção. no fundo acaba por ser um apartamento, em que vivemos fechados dentro das paredes sem conviver com o terreno.
  14.  # 12

    Sim, mas a moradia pode ser suspensa mas ter um acesso à parte inferior e lá ter uma zona de convivio
    Concordam com este comentário: GMCQ, Paramonte
      construcoes-inteligentes-ganham-cada-vez-mais-espaco-mercado-800x494.jpg
  15.  # 13

    Colocado por: pauloagsantoseu não conseguia viver num moradia, como na segunda opção. no fundo acaba por ser um apartamento, em que vivemos fechados dentro das paredes sem conviver com o terreno.

    Sem ofensa, mas isso não faz grande sentido: do lado "esquerdo" em ambas as opções tem ligação direta ao terreno, bastaria fazer a zona social com umas boas janelas viradas para esse lado. Do lado "direito", se meter uma varanda com escada, por exemplo, é exatamente a mesma coisa que ter de descer à cave para poder chegar ao terreno.

    Não consigo perceber porquê, mas eu sempre achei piada a terrenos inclinados. Mas, vendo os custos acrescidos que isso acarreta, optei pela solução mais racional: terreno plano.

    A optar por um inclinado, para mim teria de ser obrigatoriamente um que permitisse fazer dois pisos desnivelados, tipo "em escada", em que a cobertura do piso de baixo servisse de terraço ao piso de cima. Tipo isto (se bem que este terreno é excessivamente inclinado para os meus gostos): http://4.bp.blogspot.com/_36qp77-oETc/TPB8SkjvdnI/AAAAAAAABnI/AXUuoEQetVU/s640/V+House+By+PlanB+and+Mazzanti+Architects-%25C2%25A9+Rodrigo+Davila-03.jpg
    Atenção que não estou a falar de caves, que é coisa que abomino. O piso de baixo seria a zona social e o piso de cima a zona dos quartos.

    Isso permitiria minimizar a movimentação de terras e manter a integridade do terreno , fazendo com que a implantação da casa parecesse menos artificial.
    Concordam com este comentário: FVicente, 21papaleguas
  16.  # 14

    A escolha deverá prender-se sobretudo com a sua utilização, afinal necessita ou não da cave? Se não necessita não haverá necessidade de a fazer, se acha que lhe dará utilização então deve faze-la.

    Você é que deve decidir o uso que quer da casa e o seu técnico deverá elaborar o projecto com essas premissas como condicionantes.

    Qualquer seja a escolha, dará sempre para fazer algo interessante, muito diferente uma da outra, mas interessante.

    Boa sorte
    Nuno Costa

    www.doisarquitectos.com
  17.  # 15

    mhpinto, estou 80% de acordo consigo em relação à abordagem a um terreno inclinado, os 20% que faltam prendem-se com um aspeto: a usar a cobertura do piso inferior como zona de lazer do superior, porque não trocar e fazer os quartos no -1 (desde que com exposição solar) e a zona social aberta para essa cobertura no 0 quase como se de um deck suspenso (mas não) se tratasse?

    De resto, pleno acordo, comprei terreno inclinado e é essa a abordagem que quero!
  18. Ícone informação Anunciar aqui?

  19.  # 16

    o callinas está a fazer uma casa num terreno com bastante declive, no entanto descendo as escadas tem um piso com zona social /cozinha e outros espaços, como se fosse um r/c ou seja com espaço exterior de nível com esse piso.
  20.  # 17

    Eu acho que a cave tem sempre a vantagem de permitir ter uma sala de convívio com saída à cota do piso do logradouro.

    A casa suspensa pode ficar muito bonita e as vistas são agradáveis nos dois casos, mas terá que se imaginar que, uma vez na sala ou cozinha, não tem qualquer saída imediata para o piso exterior adjacente, pelo que mata a fluidez de movimento interior/exterior.

    A cave vai ficar sempre mais cara, mas permite uma série de funcionalidades enorme, que irão justificar bastante o seu custo. Zona de convívio social, zona para festas de miúdos, zona técnica, garagem, dá para tudo, desde o mais nobre ao mais simples possível.

    Num terreno com tanta inclinação, as infiltrações até serão à partida menos problemáticas do que em terrenos planos. As águas não acumulam com facilidade em terrenos com tanta inclinação, pelo que a sua existência deverá ser muito ocasional.
    Concordam com este comentário: Paramonte
  21.  # 18

    Skinkx,

    "A casa suspensa pode ficar muito bonita e as vistas são agradáveis nos dois casos, mas terá que se imaginar que, uma vez na sala ou cozinha, não tem qualquer saída imediata para o piso exterior adjacente, pelo que mata a fluidez de movimento interior/exterior."

    Julgo que mediante a delineação arquitectónica e os arranjos dos espaços, tanto da habitação como de parte do terreno dará para dar a volta, e ter saída imediata para o exterior. Julgo até que ficará bastante interessante.

    Estou exactamente no mesmo caso, num terreno com fundo de cerca de 40m e declive de cerca de 6 metros desde o ponto mais alto ao mais baixo.
    Principal ponto que quero acautelar é mesmo as vistas, não quero cave, antes espaço para a garagem/ arrumos na continuidade da habitação.

    Agora, fazer cave, ou garagem ao lado da habitação... Pois, o custo deve subir ao fazer garagem ao lado em vez de cave.
  22.  # 19

    O que eu quero dizer é que nunca terá um compartimento (fora o alçado principal) de onde possa sair directamente para o exterior, sem ter que recorrer a escadas.

    É uma espécie de "podes ver, mas não podes viver".
  23.  # 20

    . Eu fazia assim é garagem por cima
      transferir.jpg
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">