Iniciar sessão ou registar-se
    • sbcnv
    • 26 Maio 2017 editado

     # 1

    Boas a todos.

    Resolvi criar este topico de forma a ajudar o pessoal que tem como objectivo criar um relvado pristino. A informacao existente pelas webs nao e' muita e muitas vezes, muita informacao parece entrar em conflito.

    Devo dizer, a priori que nao sou profissional, contudo, como em tudo no que me meto, eu tendo a absorver e ler tudo o que e artigo cientifico nos projectos que me meto.

    Com isto, privei com varios especialistas em campos de jogos, que me partilharam a informacao e conhecimento, e tambem pesquisa na internet, de como ter um relvado bonito sem partir o mealheiro... isto porque o meu relvado a uma dada altura era assim:




    Infestada de trevos, e outros ervas daninhas... assim como outras ervas tipo alface...


    A Abordagem do Triangulo:

    A abordagem do triangulo e' um metodo de controlar ervas daninhas no nosso relvado de uma forma rapida, eficiente e sobretudo amiga da carteira.

    Imaginem um triangulo, dividido em 3 niveis - a base, a zona intermedia, e o topo. Vamos igualmente aplicar o conceito no relvado, e foi como comecei no meu proprio relvado.

    Ao observar o meu jardim nem fazia a minima de quantos tipos e especies de ervas daninhas estavam presentes, pelo que aplicar o triangulo era o melhor metodo, onde comecamos pela base - um herbicida generico que tenha um target bastante abrangente e que dara conta de 80-90% das ervas existentes. Posteriormente, avancamos para o nivel 2 onde ja so temos 3-4 tipos de ervas (trevos, e outros tipos) e o nivel 3 possivelmente a maioria ja fica satisfeita e dispensa usar o nivel 3.

    O nivel 3 ja' nem temos ervas daninhas mas sim o que se chama "relvas daninhas"...que poderao ser especies de relva bastante invasivas como e' por exemplo a poa annua que e bastante desagradavel aos olhos num relvado verde, ou poa trivialis (uma especie de verde flurescente quase) ou ate o nosso escalracho para certos tipos de relvados.


    Nao se guiem pelo marketing das empresas e seccoes de Jardim das lojas bricolage... apesar do que o marketing nos diz, nao existe herbicida que atinja todas as ervas daninhas sem prejudicar a nossa relva desejada. Existem herbicidas com target a diferentes tipos de ervas de folha larga e outros para relvas daninhas.

    So porque um herbicida e' mais caro, nao e' indicativo de que mata mais ervas daninhas - pode ser mais caro porque funciona numa especie de erva de forma muito eficiente.


    Outro produto que apesar de aparentar ser bastante facil de utlizar e poupar, sao os combos de fertilizante+herbicida - quem nao viu ja sacos desses? Esta solucao fica nao so mais cara como nao funciona tao bem como usar herbicida em separado, e explico mais a frente.

    Quando atacar as ervas?

    A melhor altura para atacar a generalidade das ervas 'e quando estao em crescimento activo. Isto acontece regra geral quando as temperaturas durante o dia andam consistentemente a partir dos 15/16 C. O verao nao e' uma boa altura para aplicar os herbicidas, ja que a relva e as ervas daninhas regra geral estao em modo sobrevivencia e num periodo de crescimento menor (mais as festucas, lolium perrennes, e afins) a' espera de melhores condicoes e de temperaturas mais baixas para continuarem o seu crescimento.

    Aplicacao

    Primeiro, aplicamos um fertilizante para comecar a crescer o relvado e consequentemente as ervas daninhas. Ter cuidado com fertilizante para nao queimar o relvado. Nos calculos a aplicar de macro nutrientes, nao passar os 500 gr de produto "puro" por cada 100 m2. Por produto puro, refiro-me aos macronutrientes que realmente existem no produto.

    Imaginemos um fertilizante com 10-8-12 de macros NPK. Significa que da saca de 40 quilos de fertilizante 10% e' Azoto (N), 8% Fosforo (P) e 12% Potassio (K).

    Portanto se queremos 500 gr por cada 100 m2 de jardim, e temos um jardim com 150 m2, significa que no TOTAL temos de ter 150m2/100m2 * 500gr

    O que da' 750 gr de Azoto. (Se o fertilizante for bastante equilibrado como o que "inventei" em cima guiamo-nos pelo mais alto, mas e' importante se o Azoto nao ficar proximo dos 750 gr por motivo de outro macro ser muito mais alto (complementar com fertilizante so de azoto ate no TOTAL chegarmos ao resultado pretendido).

    Ora 750 gr de Azoto a dividir por 10% = 7.5 quilos de fertilizante que eu tenho que espalhar pelo meu jardim. Estes 7,5 quilos vao distribuir pelo relvado 750 gr de Azoto, 600 gr de Fosforo e 900 gr de Potassio.


    Esta aplicacao vai incentivar o relvado a crescer e o metabolismo do mesmo a aumentar - preparem-se para cortar a relva uma ou duas vezes dependendo do tipo que tenham.

    Algures entre o dia 10-14 este crescimento entra em plateau. Os fertilizantes "combo" com herbicida nao conseguem tomar partido deste efeito, dado que comecam a matar logo, ao contrario deste metodo. Ora este e' o momento para atacar. Aplicar pelo relvado inteiro com um herbicida liquido generico que contenha:

    2,4D e possivelmente Dicamba e MCPP - isto sao herbicidas genericos que atingem um largo espectro de ervas. Geralmente, e' uma matanca rapida de 7-14 dias

    Marcas aqui nao interessam, o que interessa sao os ingredientes. Se tiverem muitas ervas daninhas, podem repetir uma 2a vez.


    A parte intermedia do triangulo esta reservada para ervas mais dificeis que nao se deixam vencer com esses herbicidas mais genericos. Se comecaram com 20 tipos de ervas daninhas no relvado, agora so teem 3 ou 4. Estes vao ser geralmente Heras, Violetas selvagens, Oxalis, Trevos, etc ...

    A matanca e' mais lenta, geralmente 2-3 aplicacoes com intervalos de 2 semanas, sem grandes melhorias visuais durante algum tempo. Continuar o plano, porque funciona.

    Procuramos herbicida com ingrediente Triclopyr com concentracoes de 8%. Concentracoes mais pequenas geralmente falham.

    O topo do triangulo esta reservado para o uso de herbicidas da especialidade. Neste patamar as ervas daninhas ja eram e possivelmente ja so teem as "relvas" daninhas, mas estas sao as mais dificeis de vencer. Os herbicidas existentes geralmente sao mais caros, mais dificeis de encontrar e nao disponiveis em Leroys e afins e tambem mais sensiveis no que toca a dosagens e aplicacao.

    A pessoa comum tendera' a viver com essas relvas ... eu sou um exemplo disso, porque fiz um overseeding, logo nao comecei do zero e estar a matar as relvas daninhas que tenho misturadas em algumas zonas do relvado seria bastante dispendioso. Por relvas daninhas digo especies de relva indesejadas, onde por exemplo eu tenho festuca de ma qualidade em alguns sitiios com a folha grossa ao inv'es da folha fina do resto do relvado.

    Estes passos garantem um relvado sem ervas daninhas em 95%, de forma nao muito dispendiosa (os produtos custam 6-8 euros sendo que apos a primeira aplicacao e apos o primeiro controlo nem precisamos de fazer uma aplicacao ao relvado todo mas sim apenas nos sitios onde uma ou outra erva daninha vai aparecendo - no meu caso, uma garrafa de produto deu para 800 m2, sendo que foi uma aplicacao ao relvado todo... hoje em dia quando aplico, aplico so nas zonas onde vejo alguma erva que esta a crescer em vez de aplicar cegamente ... mais amigo do ambiente e tambem da carteira


    Apos este primeiro controlo, entao e' importante ter um relvado maturo e denso, porque quao mais denso for o relvado, mais dificil sao ervas daninhas de germinar.

    Adicionalmente, um pre emergente faz maravilhas ao criar uma barreira no solo que impede germinacao das ervas daninhas, e' um tratamento proactivo feito antes da temperatura ideal de germinacao. Tem como inconveniente de tambem impedir germinacao de sementes da nossa relva, pelo que se planeiam semear, tem de ter isso em conta

    Para quem comecar do zero, entao primeiro e usar RoundUP (glifosato) e matar tudo. Durante 1 mes continuar a regar e aplciar um pouco de fertilizante para incentivar as sementes daninhas em dormancia a crescer e voltar a aplicar com RoundUP.

    Apos um bom periodo onde nada cresce, entao comecar a fazer as preparacoes de semear mas ai ja' eh outro assunto que se pode abordar mais a frente tambem


    Em nota final, posso dizer quem em 2 meses, passei das fotografias acima para um relvado todo novo praticamente:





    Uma das zonas onde esta 100% as sementes que apliquei sem qualquer relva ou erva daninha:
    Concordam com este comentário: turnip
    Estas pessoas agradeceram este comentário: eu, MikeMelga, Pedro Azevedo78, nocas1, bruno_bfb, Alexluxx, omega, GMCQ, MRK, VCAC, eei35229, coisasdacasa
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

  2.  # 2

    Excelente artigo.

    Tenho um relvado com 700 m2 e para combater as ervas daninhas e infestantes uso herbicida selectivo, nomeadamente o herbinexa 40, no entanto em locais pontuais onde tenho trevo é complicado acabar com ele.

    Queria também tornar o relvado mais verde...

    O que sugere? O que aplicar?
  3.  # 3

    Fotos do relvado
    relvado
    • sbcnv
    • 26 Maio 2017 editado

     # 4

    turnip, obrigado!

    Para combater as ervas daninhas, dado que ja tem um relvado a melhor solucao em vez de herbicida e' o chamado pre-emergente. O emergente, ao aplicar na primavera e no outono, impede que as ervas daninhas germinem. 'E uma barreira que fica no subsolo que impede a germinacao.

    Obviamente que o herbicida depois ajuda quando aparece pontualmente uma ou outra... mas o pre-emergente e' mt mt bom. Andar de **** para o ar a apanhar daninhas? nao ha paciencia.

    Para alem que o pre emergente ajuda a se houver falhas na relva, as daninhas nao nascerem ali... quanto ao herbinexa 40 pode dizer qual o ingrediente activo?

    Relativamente ao verde...

    Pode ser falta de nutrientes... uma analise ao solo, que custa 10-15 euros podera ajudar a identificar necessidades macros... contudo, imagino que seja Ferro.

    Um fertilizante organico com suplemento de ferro vai ajudar a tornar isso bem verde!!

    Tambem vai depender da especie de relva que tem... sabe qual e'?

    A imagem do relvado nao apareceu no seu post
  4.  # 5

  5.  # 6

  6.  # 7

    Colocado por: sbcnv
    Um fertilizante organico com suplemento de ferro vai ajudar a tornar isso bem verde!!


    Pode me indicar qual? Conhece alguma loja online?
  7.  # 8

    Colocado por: sbcnvuma analise ao solo, que custa 10-15 euros podera ajudar a identificar necessidades macros.


    Onde comprar?
  8.  # 9

    Colocado por: sbcnv
    Para combater as ervas daninhas, dado que ja tem um relvado a melhor solucao em vez de herbicida e' o chamado pre-emergente.


    Mais uma vez qual e onde comprar?

    Nota: estou com dificuldade em colocar fotografias a partir do telemóvel
  9.  # 10

    Sim senhor.... Grande contributo
    Também quero um relvado assim!!!

    E s fôssemos por marcas??? Seria mt bom mesmo!!!
    Concordam com este comentário: turnip
  10.  # 11

    qual é a relva que se usa nos campos de futebol, é mesmo muito fininha.
    é dificil manter um relvado desses em casa?
    • sbcnv
    • 27 Maio 2017 editado

     # 12

    Colocado por: turnipFotos do relvado
    https://www.dropbox.com/s/972s7hs4dm501od

    https://www.dropbox.com/s/wtsscroq3cb7wxq


    Nao consigo perceber bem que tipo de relvado e' ... parece uma festuca com folha larga sera'? Muito do que eh plantado por construtores eh a festuca 31 que eh uma qualidade baixa e por ser muito barata.
    substituto do 2,4D que falei ... o elemento activo e' MCPA que nao atinge tantas ervas como o 2,4D mas como ja o tem nao se vai andar a gastar $ a toa...

    Usar esse metodo nas ervas daninhas quando ja passou a epoca para aplicar o pre-emergente (aplicar o pre emergente quando a temperatura do solo estiver a 13 C na primavera para precaver as ervas daninhas da estacao quente... e depois por volta de outubro novembro para a estacao fria).

    Usar adubo, deixar as ervas daninhas crescerem e depois atacar. Se tiver o relvado infestado entao eh fazer uam aplicacao generica no relvado todo. Caso contrario, de froma a poupar $ e o ambiente aplicar apenas sobre as ervas que vai vendo.

    O pre emergente deve conseguir comprar numa loja de jardim, marcas nao sao importante mas Prodiamina 65 ou Dimension sao nomes populares (sao genericos).

    Marca penso que Barricade para a Prodiamina.



    Olhando para a sua 2a fotografia do relvado, tem de afiar a lamina do seu cortador de relva. As folhas da relva estao muito desfiadas, o que convida doencas para o relvado e causa bastante stress no mesmo.

    Outra dica, tentar nunca cortar mais de 1/3 de altura do relvado num so dia... se o relvado tem 8 cm, entao cortar para ficar com 6 cm etc... obviamente estou a dizer a olho mais ou menos nao eh preciso ir la com fita metrica!

    Na primavera, cortar o relvado mais baixo para incentivar o crescimento e acordar a relva... e a preparar para o verao comecar a cortar mais alto para fazer face as temperaturas altas.

    Quanto a lojas...

    Loja da especialidade para coisas mais especificas, mas um Leroy ou uma loja de jardim deverao ter as coisas mais basicas como 2,4D e Tryclopir .... em termos de marcas Bayer possivelmente.


    Relativamente a analise de solo, uma universidade com departamento de biologia/agricultura deve fazer isso. So temos de recolher um pedaco de terra, da profundidade de 10 cm, sem folhas e relva e paus apenas terra... e devera ter uma analise de quanto Azoto esta em falta, assim como ferro, etc.

    Uma analise de solo pode soar picuinhas a mais, contudo sao 10 euros que se recupera em coisas que nao gastamos porque nao precisamos - imagine que nao precisa de azoto nem coisas assim...ou o pH esta reduzido e por isso aparecem mais ervas daninhas... pode apontar as suas baterias aquilo que realmente interessa!
  11.  # 13

    Colocado por: omegaqual é a relva que se usa nos campos de futebol, é mesmo muito fininha.
    é dificil manter um relvado desses em casa?


    Em relvados em Portugal nao lhe sei dizer... mas penso que Zoysia e' um dos tipos de relva usadas assim como poa pratensis, possivelmente mais esta ultima.

    Poa Pratensis e Festuca fazem uma bela combinacao porque sao resistentes e a poa pratensis auto regenera-se atraves dos seus rizomas. Sao ambas de folha fina como na figura acima.



    Penso nao ser dificil ...

    Eu tenho neste momento um blend de Festuca fina e Pratensis ... desde que semeado como deve ser e irrigado como deve ser ao inicio, colocamos as probabilidades do nosso lado.
  12.  # 14

    Nos proximos posts tentarei expor o processo de como plantar a partir de semente.

    O tipo de relva que temos e' sempre importante. No meu caso, eu gosto daquilo que e' chamado de relva inglesa que e' fina e como postei nas fotos acima.

    A diferenca contudo n processo nao eh muito diferente entre as relvas de plantar vs semente em termos de cuidado de agua e restasntes cuidados.
  13.  # 15

    Colocado por: sbcnv
    Nao consigo perceber bem que tipo de relvado e' ... parece uma festuca com folha larga sera'?


    Não lhe sei dizer que tipo é...foi colocado em tapete/rolo é foi adquirido em Benfica do Ribatejo numa casa bem conhecida.

    O relvado tem 5 anos e tem focos de trevo pontuais. Muita da erva morta que aparece nas fotos, parece me que resolverei escarificando, correcto?

    Para afiar a lâmina do corta relva alguma dica ou afio normalmente?
  14. Ícone informação Anunciar aqui?

    • sbcnv
    • 27 Maio 2017 editado

     # 16

    E o Herbinexa consegue dar conta do trevos? Da minha experiencia e assumindo o Herbinexa como equivalente ao 2,4D ... nao deve dar completamente.

    Sabe se a sua relva tem guias e cresce para os lados ou e' relva inglesa?

    Em relacao aos trevos, cortar a relva um pouco mais alta de forma a ensombrar ainda mais o solo e para afiar o corta relva o melhor e' isto:




    Se nao tiver acesso a uma, como eu nao tenho, no meu caso comprei uma coisa destas:



    E com o berbequim faz o trabalho muito bem... melhor, custou-me apenas uns 2 euros.

    Sim escaraficando vai ajudar o relvado a respirar... se ja tem 5 anos, e' bem capaz de ter uma camada de relva morta por baixo consideravel.

    Uma escarificadora manual ou uma automatica... nunca fiz manualmente para ser sincero. Tive a sorte de comrpar uma electrica por um preco muito muito baixo.

    A escarificadora manual custava uns 40 euros e comprei uma electrica por 70 euros:



    Pela diferenca de preco pareceu-me de caras...
    Estas pessoas agradeceram este comentário: turnip
  15.  # 17

    Colocado por: sbcnvSabe se a sua relva tem guias e cresce para os lados ou e' relva inglesa?


    É tipo inglesa
  16.  # 18

    Colocado por: sbcnvescarificadora manual ou uma automatica


    Tenho um manual que rebenta comigo :-) tenho de comprar um eléctrico
  17.  # 19

    Colocado por: sbcnvcomprei uma electrica por 70 euros


    Lembra se onde comprou! Hoje andei a escarificar com a manual e fiquei pelos 250 m2...e todo partido. Enchi dois sacos de 120 litros com ervas mortas.

    Relativamente à colocar adubo a base de ferro no relvado esta a falar disto?



    Para adubar, de 6 em 6 meses meto adubo azul NKP 10-10-20 (isto já aprendi consigo, fui ver ao saco de 25kg)..no saco diz que também tem 2% oxido de magnésio, 17% trioxido de enxofre e 0,05% de zinco...A marca é Vitaterra Bluefficient adubo universal...acha adequado?
  18.  # 20

    Colocado por: sbcnvcomprei uma electrica por 70 euros


    Lembra se onde comprou! Hoje andei a escarificar com a manual e fiquei pelos 250 m2...e todo partido. Enchi dois sacos de 120 litros com ervas mortas.

    Relativamente à colocar adubo a base de ferro no relvado esta a falar disto?

    http://www.leroymerlin.pt/Site/Produtos/Jardim/Adubos-e-tratamento/Adubos/12255824.aspx

    Para adubar, de 6 em 6 meses meto adubo azul NKP 10-10-20 (isto já aprendi consigo, fui ver ao saco de 25kg)..no saco diz que também tem 2% oxido de magnésio, 17% trioxido de enxofre e 0,05% de zinco...A marca é Vitaterra Bluefficient adubo universal...acha adequado?
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">