Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde a uns dias atrás fui a uma imobiliária, ver uns apartamentos para arrendar, vi um que me agradou bastante.
    Dei o Sinal de reserva de 275€ para que o proprietário não arrendasse a mais ninguém, mas o apartamento em si tinha de levar uma mão de tinta que estava a precisar.
    Entretanto infelizmente fiquei desempregado e já não dava para arrendar mais o imóvel.
    Hoje telefonei para a agência imobiliária a explicar a situação, mas agora não me querem devolver o dinheiro porque dizem que já passaram mais de 8 dias após dar o sinal para o imóvel e que o senhorio já gastou mais de 800€ a pintar o apartamento e a tirar o certificado energético do imóvel.
    Isto é legal o de não me devolverem o sinal que dei, pois já não posso mais arrendar o imóvel?
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

    • FFAD
    • 13 Julho 2017 editado

     # 2

    Nem que tivesse passado 1h, um sinal é para isso mesmo...

    pode ter aparecido mais alguém e não o arrendaram porque estava guardado.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, jorgferr, Silver Wolf, PedroGomes, andre_67
  3.  # 3

    Ok, muito Obrigado
  4.  # 4

    Dar um sinal é uma boa ferramenta para segurar um negócio mas tenho visto muita gente a dar-se mal com isso. Muitas vezes, também por pressão das imobiliárias, os compradores precipitam-se, dão o sinal e depois, por vários motivos, arrependem-se. Por isso, a não ser que seja realmente um negócio da China, na minha modesta opinião a entrega de um sinal deve ser evitada a todo o custo. Quando ambas as partes estão realmente interessadas marca-se a escritura e paga-se o imóvel no ato (ou neste caso faz-se um contrato de arrendamento e paga-se a caução que já serve como segurança para o proprietário).

    Neste caso concreto não há obviamente possibilidade de reaver o sinal. No entanto poderá tentar arranjar emprego a curto prazo e combinar desde já com a imobiliária que o sinal pago fique por conta de outro negócio de arrendamento que poderá eventualmente vir a fazer. Só concordam se quiserem mas como o que eles querem é fazer muitos negócios pode ser que aceitem. Não custa tentar.
  5.  # 5

    Colocado por: Juan AraujoBoa tarde a uns dias atrás fui a uma imobiliária, ver uns apartamentos para arrendar, vi um que me agradou bastante.
    Dei o Sinal de reserva de 275€ para que o proprietário não arrendasse a mais ninguém, mas o apartamento em si tinha de levar uma mão de tinta que estava a precisar.
    Entretanto infelizmente fiquei desempregado e já não dava para arrendar mais o imóvel.
    Hoje telefonei para a agência imobiliária a explicar a situação, mas agora não me querem devolver o dinheiro porque dizem que já passaram mais de 8 dias após dar o sinal para o imóvel e que o senhorio já gastou mais de 800€ a pintar o apartamento e a tirar o certificado energético do imóvel.
    Isto é legal o de não me devolverem o sinal que dei, pois já não posso mais arrendar o imóvel?

    Realmente é chato assim...

    Continuo sem perceber esta nova fixação de ter intermediários pelo meio
    Já pensaste que se calhar sssssssssssse tivesses falado com o proprietário ele até teria devolvido o sinal?
    E para já o proprietário arranca com 800€ negativos... fora as taxas da imobiliária que devem existir (não sei, alguem confirma?).
  6.  # 6

    Colocado por: master_chief
    . fora as taxas da imobiliária que devem existir (não sei, alguem confirma?).


    Normalmente 1 mês de renda, algumas 2 meses de renda
  7.  # 7

    Colocado por: simplesPor isso, a não ser que seja realmente um negócio da China, na minha modesta opinião a entrega de um sinal deve ser evitada a todo o custo. Quando ambas as partes estão realmente interessadas marca-se a escritura e paga-se o imóvel no ato

    Se a escritura fosse realizada no prazo de uma semana até faria sentido, mas só um tolo é que guarda um imóvel 2 meses, ou mais, à espera da aprovação de um financiamento sem ter um sinal no bolso. As pessoas é que tem que pensar bem antes de comprar um imóvel, não pode ser como quem compra um par se sapatos.
    Concordam com este comentário: GMCQ
  8.  # 8

    Colocado por: PicaretaSe a escritura fosse realizada no prazo de uma semana até faria sentido, mas só um tolo é que guarda um imóvel 2 meses, ou mais, à espera da aprovação de um financiamento sem ter um sinal no bolso. As pessoas é que tem que pensar bem antes de comprar um imóvel, não pode ser como quem compra um par se sapatos.


    E se o financiamento não é aprovado? E se entretanto a pessoa perde o seu emprego? E se entretanto nos aparece um negócio ainda melhor? E se o namoro ou o casamento entretanto acaba em separação? E se entretanto descobrimos que há problemas com os vizinhos? etc. etc.

    Há tantas incógnitas que por vezes levam ao cancelamento de um negócio que o pagamento de um sinal acaba sempre por ser um risco. Obviamente também concordo com a sua perspetiva mas se não for possível fazer as coisas sem sinal, pelo menos o comprador deve apenas entregar um valor que está disposto a perder se as coisas correrem mal.
  9.  # 9

    Duvido que o senhorio, após mandar pintar o apartamento devolva o sinal...

    No entanto, gostei bastante da parte de que não devolve porque para além disso, já mandou efectuar o certificado energético. Então, mas não é obrigado a tê-lo logo quando põe o imóvel no mercado?
  10.  # 10

    Colocado por: simples
    E se o financiamento não é aprovado? E se entretanto a pessoa perde o seu emprego? E se entretanto nos aparece um negócio ainda melhor? E se o namoro ou o casamento entretanto acaba em separação? E se entretanto descobrimos que há problemas com os vizinhos? etc. etc.


    Tudo situações a ponderar antes de se comprometer a comprar, dando o sinal. O propósito do sinal é precisamente sinalizar a intenção firme de compra, ficando a conclusão do negócio pendente das questões burocráticas.


    Há tantas incógnitas que por vezes levam ao cancelamento de um negócio que o pagamento de um sinal acaba sempre por ser um risco. Obviamente também concordo com a sua perspetiva mas se não for possível fazer as coisas sem sinal, pelo menos o comprador deve apenas entregar um valor que está disposto a perder se as coisas correrem mal.


    A ideia do sinal é ser dissuasor de mudanças de humor a meio do processo. O mais provável é um sinal nesses termos não ser atractivo para o vendedor.
  11.  # 11

    Colocado por: luisvv

    Tudo situações a ponderarantes de se comprometer a comprar, dando o sinal.O propósito do sinal é precisamente sinalizar a intenção firme de compra, ficando a conclusão do negócio pendente das questões burocráticas.



    A ideia do sinal é ser dissuasor de mudanças de humor a meio do processo. O mais provável é um sinal nesses termos não ser atractivo para o vendedor.


    Concordo com tudo que diz mas na realidade as coisas não são assim tão lineares. Mas isto nem merece discussão, só dá sinal quem quer (e pode). Nignuém é obrigado e cada um faz o negócio da forma como entender.

    A única coisa que constatei é que há inúmeros casos em que as pessoas ficam sem o sinal e outros tantos em que o mesmo tem que ser devolvido em dobro, ou seja, não é apenas um problema que assiste aos compradores. Quem se mete neste tipo de negócios tem que estar ciente que em termos legais depois não há volta a dar.
  12.  # 12

    Simples,
    É simples, pense no sinal como um ato de compra, e se todas essas situações que possam ocorrer acontecerem apos a escritura? Vai pedir ao vendedor para ficar novamente com a casa e devolver o dinheiro? Nao...
    Entao basta pensar que após dar o sinal ja nao ha volta a dar, é como se a compra estivesse concretizada!
    Concordam com este comentário: Picareta
  13.  # 13

    Colocado por: DR1982Simples,
    É simples, pense no sinal como um ato de compra, e se todas essas situações que possam ocorrer acontecerem apos a escritura? Vai pedir ao vendedor para ficar novamente com a casa e devolver o dinheiro? Nao...
    Entao basta pensar que após dar o sinal ja nao ha volta a dar, é como se a compra estivesse concretizada!
    Concordam com este comentário:Picareta


    Existe um pequena diferença entre um ato normal de compra e o pagamento de um sinal. Numa compra fica com algo em troca, no pagamento do sinal, se correr mal, paga para não ter nada.

    Repito no entanto que se trata de uma ferramenta válida e que pode ser boa para o comprador e vendedor. Ainda assim é importante que as pessoas, principalmente as que têm menos experiência nestas coisas, saibam que se algo correr mal ficam sem o dinheiro.
  14.  # 14

    Vocês repararam que isto é sobre um arrendamento? Escrituras e afins não são para aqui chamadas...
  15.  # 15

    A situação de desemprego, em específico, é nalgumas situações motivo para devolução do sinal, não sei se aqui se aplica.
  16. Ícone informação Anunciar aqui?

  17.  # 16

    Colocado por: manelvcVocês repararam que isto é sobre um arrendamento? Escrituras e afins não são para aqui chamadas...


    No caso apresentado o arrendatário deu um sinal de reserva à imobiliária e como desistiu do arrendamento perdeu o dinheiro que adiantou. Confesso que também desconhecia que existem arrendamentos em que é exigido sinal mas pelos vistos acontece.
  18.  # 17

    Colocado por: simples

    No caso apresentado o arrendatário deu um sinal de reserva à imobiliária e como desistiu do arrendamento perdeu o dinheiro que adiantou. Confesso que também desconhecia que existem arrendamentos em que é exigido sinal mas pelos vistos acontece.


    não creio que seja exigido sinal, mas se o user quis reservar a casa em vez de assinar logo o contrato de arrendamento pagando o que estivesse definido...
  19.  # 18

    Colocado por: Juan AraujoBoa tarde a uns dias atrás fui a uma imobiliária, ver uns apartamentos para arrendar, vi um que me agradou bastante.
    Dei o Sinal de reserva de 275€ para que o proprietário não arrendasse a mais ninguém, mas o apartamento em si tinha de levar uma mão de tinta que estava a precisar.
    Entretanto infelizmente fiquei desempregado e já não dava para arrendar mais o imóvel.
    Hoje telefonei para a agência imobiliária a explicar a situação, mas agora não me querem devolver o dinheiro porque dizem que já passaram mais de 8 dias após dar o sinal para o imóvel e que o senhorio já gastou mais de 800€ a pintar o apartamento e a tirar o certificado energético do imóvel.
    Isto é legal o de não me devolverem o sinal que dei, pois já não posso mais arrendar o imóvel?


    Meu estimado, lamentavelmente tem-se o seu escrito excessivamente parco nos pertinentes elementos que nos permitam analisar convenientemente todos os pressupostos intrínsecos ao negócio, e em especial, do que da declaração de reserva do imóvel se houve convencionado para aferirmos devidamente o que resulta do mesmo em caso de se haver malogrado o desiderato de alguma das partes.

    Atente-se que, nos termos do disposto no artigo 405.º do Código Civil, que consagra o princípio da liberdade negocial, as pessoas têm a faculdade de fixar livremente o conteúdo dos contratos.

    Convenhamos desde já que, um sinal de reserva valerá e imporá responsabilidades para ambas as partes. Neste concreto, aceita-se que perante o incumprimento de qualquer das partes, exceptuando a invocada justa causa, incorre a parte incumpridora nas sanções prefixadas na declaração, para um, perda de sinal, para o outro, a devolução daqueles (eventualmente em dobro) com juros de mora diários (vencidos e vincendos até à data da restituição) à taxa legal.

    Assim, em tese, havendo-se uma expectável violação do assim disposto nos artigos 397º e 406º, ambos do Código Civil, incorre a parte incumpridora em responsabilidade pelos prejuízos que causar nos termos do disposto no artigo 798º e seguintes do mesmo diploma legal. Desta sorte, prima facie, a menos que invoque justa causa para o incumprimento, tem-se você, lamentavelmente, a parte vencida na responsabilidade.
  20.  # 19

    Sendo por desemprego comprovado, acho que pode reaver o sinal.....
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">