Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Bom dia, depois de algumas simulações eu e o meu marido decidimos fazer o nosso crédito habitação no BPI, que nos aprovou o crédito de forma bastante rápida (apenas dependente da avaliação do imóvel). Marcámos o cpcv e fomos ao banco abrir a conta para iniciar os trâmites necessários.

    Quando lá chegámos discutimos a FINE, nada fora do que já tinha sido analizado por nós em casa, requeri apenas a mudança do seguro de vida de IAD para ITP. Até aí tudo bem.

    Depois de tudo esclarecido abrimos a conta, assinámos a papelada toda e nesse momento foi-nos mostrada uma campanha de uma oferta de um telemóvel ou de uma TV de 32 polegadas caso cumprissemos certos requisitos, ordenado domiciliado, dois débitos directos, etc, tudo coisas que já eram obrigatórias para o nosso crédito habitação. Foi-nos dito que se não cumprissemos o que lá estava tínhamos que pagar cerca de 200€, mas lá está, não havia problema porque já eram condições obrigatórias para a bonificação do CH.

    No fim de toda a conversa a senhora vira o ecrã para nós e vem com a história dos produtos prestígio do BPI, dando a entender que era obrigatório a aquisição de um produto para fazermos o crédito, e que a TAEG do CH era mais baixa já a fazer conta com a compra de um daqueles produtos. Nada disso vem na FINE e nada disso nos foi dito antes de termos assinado os papéis todos. Vi alguns valores do que ela me mostrou e quase caí para o lado. Sugestões de tv's de 1500€ para cima, um trem de cozinha de 1000€, e nem falemos do desktop de 13k, o mais barato que nos mostrou foi um smartwatch e um aspirador ambos de 329€.

    Fomos sempre dizendo que não precisávamos de nada tentando esquivar a coisa, enquanto ela nos dizia, mais que não seja ofereciam os pais. Eu bem disse que já tínhamos ambos computador em casa, que tínhamos tv nas divisões todas, que tínhamos comprado telemóveis há menos de um mês, que o marido já tinha um smartwatch e que já moravamos juntos há ano e meio e que portanto já tínhamos aspirador, pequenos eletrodomésticos, etc...e que os restantes produtos não se enquadravam no nosso estilo de vida.

    Após toda a conversa ficámos de ser contactados para nos darem resposta se era possível a alteração do seguro para ITP mas no fim ainda nos disse "e fica a vosso cargo escolherem um produto prestígio para depois me dizerem".

    Claro está que mal saí de lá com o meu marido conversámos entre nós que era impensável comprarmos aqueles produtos, primeiro porque nada nos interessava e porque seria estúpido estarmos a fazer outro crédito nem que fosse apenas durante um ano...até porque somos contra a compra deste tipo de bens a crédito, compramos as coisas a pronto consoante as nossas possibilidades.

    Ficou combinado que quando nos ligassem novamente iríamos dizer que de facto não iríamos adquirir nenhum daqueles produtos porque alguns não se enquadram no nosso estilo de vida e condição económica e porque outros já temos. Mas acontece que entretanto fui alertada (por alguém exterior ao banco) para a possibilidade de me negarem o crédito por não efectuar compra nenhuma. Eu tenho um cpvc marcado para sábado de manhã e não me "apetecia" nada ir assinálo e entregar 15k sem ter um crédito aprovado caso este me seja negado.

    Sinto-me enganada pois isto nunca foi referido antes de assinarmos tudo, alguém por aqui que já tenha passado pela mesma situação e que mesmo tendo negado a compra do produto tenha conseguido o crédito? Custa-me a crer que um banco recuse um crédito habitação por não comprarmos um produto de 330€ a crédito...

    Caso continuem a insistir na compra de algum produto para me concederem o crédito vou certamente fazer queixa por escrito, pois em nenhum lado da FINE vem referido tal coisa e a história da TAEG são balelas porque foi a mesma oferecida por mais dois bancos a que fui.

    Bancos não faltam por aí, mas nesta altura do campeonato, quando estou prestes a entregar 15k já queria ter o assunto do crédito encerrado.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    O BPI fez a mesma coisa cmg em 2015, quando comprei casa.

    Bati o pé e disse: "senhores, eu vim cá pedir um CH. Não vim pedir crédito para comprar vinhos, nem santinhas, nem TV's. Se não me derem o crédito sem esses produtos prestigio, estão no vosso direito. Vou a outro banco, mas não vou comprar nada que não preciso."

    O crédito acabou por ser aprovado.

    Mas eu não tinha o risco de perder o valor do CPCV porque não assinei nenhum :/
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Tanialexandra
  4.  # 3

    isso é o modo normal de operar do BPI, ja aqui falei varias vezes disso.....como é obvio voce nao é obrigada a subscrever produtos que nao quer..... da mesma forma que o banco nao é obrigado a conceder credito como os clientes pretendem!

    a abordagem do banco nao é a melhor, no entanto nao está a cometer nenhuma ilegalidade!
    Concordam com este comentário: Tanialexandra
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Tanialexandra

  5.  # 4

    Colocado por: TyrandeMas eu não tinha o risco de perder o valor do CPCV porque não assinei nenhum :/

    Pois nós também ainda não não assinámos, mas temos que assinar até sábado caso contrário perdemos o negócio, bastante bom por sinal pois como se trata de um divórcio têm alguma pressa e estão a vender o apartamento entre 10k a 20k abaixo do valor pedido na zona.

    A minha ideia é fazer exactamente o mesmo, bater o pé em como estou apenas interessada no CH. Então mas afinal de contas o que lhes compensa mais, os juros de um crédito habitação de 80k ou terem-me a pagar 25€ por mês durante um ano pela compra de um aspirador? Em último caso tenho as fichas FINE que os outros bancos me entregaram para lhes mostrar, e dizer que caso me obriguem a comprar um produto prestígio eu vou fazer o CH noutra instituição bancária que não me obriga a comprar nada e me oferece as mesmas condições.

    Queria era ter a certeza que já houve quem tenha negado a compra e tenha tido o crédito concedido à mesma.

    Obrigada!
  6.  # 5

    Colocado por: loverscoutda mesma forma que o banco nao é obrigado a conceder credito como os clientes pretendem!

    Claro, eu sei disso, daí estar a perguntar se alguém por aqui já negou a compra do produto e mesmo assim lhe concederam o crédito.

    Quero tentar perceber se a compra é de carácter imperativo para concederem o crédito ou se é mais uma tentativa de enganar uns clientes que caiam na esparrela.
  7.  # 6

    Colocado por: TanialexandraQueria era ter a certeza que já houve quem tenha negado a compra e tenha tido o crédito concedido à mesma.


    ja houve os dois casos.... clientes que bateram o pe e o banco aprovou e clientes que bateram o pe e o banco nao aprovou e nao quis saber!

    a experiencia dos outros nestes casos nao serve de muito, pode ajudar a ter uma ideia mas cada cliente é um cliente, cada balcao é um balcao e cada funcionario é um funcionario. Acho muito bem que bata o pé, mas prepare-se para qualquer uma das duas situações acima.
    Concordam com este comentário: desofiapedro, Tanialexandra
  8.  # 7

    como lhe disse isto é pratica comum no BPI..... mas em vez do trem de cozinha ou da televisao pode aproveitar e convencer o maridão a comprar aquele anel de diamentes ou safiras, ou aquele colar em ouro.....

    conseguem o credito habitação e voce ainda fica contente com uma joia e o marido faz um brilharete!!! =)
  9.  # 8

    Tânia qual a taeg que o bpi lhe oferece?

    É assim tão vantajoso face a outros?

    Tem ai bancos que não complicam nem metade disso.... Vá a outros bancos.. Se tiver condições os CH são aprovados em 2/3 dias...

    Salvaguarde no CPCV a questão do crédito e vá a outros bancos.

    Tem o AB por ex, um ordenado e um seguro no banco, spread 1,25%, CTT também não complica muito...

    Ainda mal é cliente deles e já estão a complicar tanto, imagino quando tiver problemas pra resolver..
    Concordam com este comentário: Tanialexandra
  10.  # 9

    Colocado por: loverscoutAcho muito bem que bata o pé, mas prepare-se para qualquer uma das duas situações acima.

    Sim é sempre um risco claro, mas vou tentar interceder por dentro. Em conversa à pouco com a agente imobiliária que está a mediar a compra soube que o director processual da imobiliária é o marido da doutora que nos atendeu no banco... pode ser que se consiga dar a volta.


    Colocado por: loverscoutconvencer o maridão a comprar aquele anel de diamentes ou safiras, ou aquele colar em ouro.....

    Ahah nem as nossas alianças de casamento foram tão caras as duas como o anel mais barato que lá está.

    Sou algo minimalista e a simples ideia de comprar algo só porque sim faz-me uma confusão enorme.
    • pffm
    • 13 Fevereiro 2019

     # 10

    Aconteceu o mesmo comigo. Mesma situação, parece fotocópia.
    Já agora, desconfio que é com o BPI que consegue a melhor proposta para CH. Procure melhor.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Tanialexandra
  11.  # 11

    confirmo que o BPI está longe de ser competitivo na generalidade dos casos, mas nunca se sabe.
    A menos que o seu caso, ao nível do crédito, seja complicado, na minha opinião nada deve comprar, até porque com grande probabilidade terá alternativas melhores, até porque o argumento da taeg mais baixa...ufff ...já lutei tanto contra essa causa que não me vou repetir!!
    Concordam com este comentário: desofiapedro, Tanialexandra
  12.  # 12

    A mim isso de comparar pela taeg também não vale de nada. Podendo num banco fazer seguros fora altera logo as contas.
    Eu estou a fazer as contas a prestação + comissão de gestao + manutenção da conta e multiplicar pelo número de prestações e somar também os custos de abertura e formalização do crédito.
    Os seguros comparo à parte...
    Concordam com este comentário: Aquarium, luisDS
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Tanialexandra
  13.  # 13

    Eu pessoalmente, descartava logo esse banco.
    Do pouco que tenho conhecimento, esse banco aproveita-se ao maximo das poucas condições que o cliente tem para conseguir aprovação do credito, impingindo seguros e outras tretas para tornar o negocio mais lucrativo ainda para o banco...

    Aposto que consegue muito melhor no Eurobic, AB, ou Bankinter etc!
    Passe nestes bancos e peça simulação em todos... Vê qual a melhor, e depois vá mostra-la ao BPI ameaçando que não tem intenção de ir na conversa deles e não tem interesse em comprar nenhum produto deles... e que se for preciso muda de banco. Faça BLUFF!!!

    Aposto que se for a comprar esse tipo de produtos do banco numa loja de electronica online, lhe fica a metade do preço...
    Concordam com este comentário: Tanialexandra
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Tanialexandra
  14.  # 14

    Epah cada caso é um caso! Eu comprei um produto prestigio, mas não me foi impingido! O meu gestor fez as contas comigo e poupava 11mil euros no crédito se comprasse o telemovel, mas deixou-me escolher! Em momento algum me forçou ou disse que tinha que ser, ate porque ele mostrou primeiro a televisao e eu disse logo que não queria... depois lembrou-se dos samsungs, fizemos contas e eu disse olha pq nao, bora lá! Pra mim foi aproveitar, até porque precisava de um telemovel novo... Nao se ponham a falar mal de bancos na generalidade. Cada caso é um caso. Eu estou extremamente satisfeita com o BPI até porque todos os outros me fecharam a porta e em particular um agente do Millenium BCP que só faltou me chamar de idiota porque com as novas regras nenhum banco me daria os 70mil que precisava da compra da casa... excepto o BPI e secalhar outros! Ainda fui ao Santander e apanhei uma agente muito simpática que me disse é que com as novas regras convinha eu ter o valor restante porque não tinha a certeza que o banco me garantia os 100%.
  15.  # 15

    Eu se fosse a Tania procurava já outros bancos como ja lhe disseram aqui, ou se pretende mesmo o BPI vá a outros balcões, infelizmente na mesma instituição bancária dizem e agem de formas diferentes de balcão pra balcão, quase parece uma questao de sorte...
    Concordam com este comentário: Aquarium, luisDS
  16. Ícone informação Anunciar aqui?

  17.  # 16

    Colocado por: desofiapedroEpah cada caso é um caso! Eu comprei um produto prestigio, mas não me foi impingido! O meu gestor fez as contas comigo e poupava 11mil euros no crédito se comprasse o telemovel, mas deixou-me escolher! Em momento algum me forçou ou disse que tinha que ser, ate porque ele mostrou primeiro a televisao e eu disse logo que não queria... depois lembrou-se dos samsungs, fizemos contas e eu disse olha pq nao, bora lá! Pra mim foi aproveitar, até porque precisava de um telemovel novo... Nao se ponham a falar mal de bancos na generalidade. Cada caso é um caso. Eu estou extremamente satisfeita com o BPI até porque todos os outros me fecharam a porta e em particular um agente do Millenium BCP que só faltou me chamar de idiota porque com as novas regras nenhum banco me daria os 70mil que precisava da compra da casa... excepto o BPI e secalhar outros! Ainda fui ao Santander e apanhei uma agente muito simpática que me disse é que com as novas regras convinha eu ter o valor restante porque não tinha a certeza que o banco me garantia os 100%.


    Concordo consigo, cada caso é um caso. Mas o seu caso é muito comum... Não teve aprovação noutros bancos e teve no BPI. É precisamente desses casos que o BPI se aproveita, pois sabem que o cliente já está aflito e aproveitam... Agora ha que analizar tudo muito bem e comparar com outros bancos. Disse que poupou 11000 euros com a compra de um telemovel... Porreiro!!! Mas fez as contas e comparou se fizesse o credito noutro banco com condições melhores?
  18.  # 17

    Colocado por: desofiapedroEu se fosse a Tania procurava já outros bancos como ja lhe disseram aqui, ou se pretende mesmo o BPI vá a outros balcões, infelizmente na mesma instituição bancária dizem e agem de formas diferentes de balcão pra balcão, quase parece uma questao de sorte...
    Concordam com este comentário:Aquarium


    Cada banco sua sentença! Falo por experiencia propria. Mude de agencia e talvez consiga um spread mais baixo e sem essas ofertas...
  19.  # 18

    Colocado por: AquariumMas fez as contas e comparou se fizesse o credito noutro banco com condições melhores?


    e faz essa comparação como? segundo consta os outros bancos recusaram....logo nao ha nada para comparar!
    Concordam com este comentário: desofiapedro
  20.  # 19

    Colocado por: loverscout

    e faz essa comparação como? segundo consta os outros bancos recusaram....logo nao ha nada para comparar!


    Não tinha nada que dizer que os outros bancos tinham recusado... Isso é um erro e um convite a ser ainda mais xulado...
    Mas compreendo. Se calhar no meu caso se isso acontecesse tambem faria o mesmo que fez...
  21.  # 20

    Colocado por: Apostadorqual a taeg que o bpi lhe oferece?

    2,7% exactamente o mesmo que me foi proposto noutros bancos.

    Se eu soubesse que iam começar a complicar com a história de adquirir produtos prestígio não tinha optado pelo BPI, mas a questão aqui é que o vendedor queria uma venda rápida por se tratar de um divórcio e o BPI aprovou-me o crédito em 2 dias, já os restantes bancos veio apenas a pré aprovação passada uma semana.

    O cpvc entretanto já foi redigido, mas liguei hoje a pedir que fosse acrescentada a cláusula bancária, agora é ver se o vendedor a aceita.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">