Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Bom dia,

    espero que me possam esclarecer quanto a algumas questões/dúvidas que tenho em relação à situação de um herança indivisa (óbito no 2.º trimestre de 2018 e realização/escritura no 1.º mês de 2019) com rendimento apenas da categoria F.

    Uma vez que a herança produziu rendimentos referentes a rendas, os recibos foram passados com o NIF da herança e por isso penso que os rendimentos aparecerão associados a cada um nas respetivas quotas-parte, certo?
    Há herdeiros com < 65 anos e outros com > 65 anos...
    Devem os herdeiros (seis elementos):
    - entregar o mod. 44 de comunicação anual de rendas?
    ----neste caso a quota-parte a referir é 1/6, certo? (nesta forma de fração)
    - entregar o anexo F com os respetivos rendimentos da categoria?
    ----neste caso a quota-parte a indicar, que julgo ser em %, qual deve ser? 16,66? 16,67?
    - no anexo F é possível indicar o IMI pago desde o início do errandamento, este poderá ser indicado por cada um mas igualmente nas respetivas quotas-parte, certo?

    Agradeço desde já a ajuda que me poderem prestar.

    Boa semana,
    A. Sousa
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Pinto de Sousa
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Ainda em relação ao mesmo assunto e dado que a herança apenas gera rendimentos da categoria F, confirmem por favor que os herdeiros não têm de apresentar anexo D nem a cabeça-de-casal de apresentar o anexo I.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">