Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 21

    Colocado por: RCF
    no lado esquerdo do ecran existe o clik para "colocar um marcador nesta discussão".


    Mas é só a nível individual ou para todos os utilizadores?
    • RCF
    • 29 março 2019

     # 22

    Colocado por: Vasco Bento

    Mas é só a nível individual ou para todos os utilizadores?

    individual
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Vasco Bento
  2.  # 23

    Colocado por: Vasco BentoE pronto é tudo o que me lembro. Se tiverem sugestões, dúvidas ou se não concordarem comigo comentem abaixo para podermos debater :)


    Excelente iniciativa, Vasco. Irei contribuir no que puder. É um campo tão vasto que fica sempre a faltar alguma coisa. Mas para já, é mais que suficiente.

    Colocado por: Mário PiedadeÉ verdadem mas, a diferença de um 4/16/4 para um 4/16/6 traduz-se em 5dB de ganho com percepção real de 2,5dB. Será de toda a conveniência verificar se o diferencial de preço compensa ou se será mesmo necessário.


    Dependerá sempre de cada obra. Já não vejo muitas obras com 2 elementos de 4mm no vidro duplo. E quando as vejo, são caixilharias básicas em alumínio sem corte térmico. Mas para que tenham uma noção de quantidade de ruído, cada 10dB de atenuação representam metade do ruído, como tal, 2,5dB será sempre notório. Sendo que a diferença de preço não será muito substancial.

    Colocado por: Mário PiedadeVamos lá dividir isto.
    Os laminados são dois oumaisvidros unidos e por um máximo de 6 butirais. Os butirais "normais" apenas mantêm a sua integridade e funcionam como medida preventiva de segurança, para melhoria acústica regra geral leva 2 butirais o acústico e o normal, para performance termo/acustica sem ser por capa pode levar 2 butirais um térmico e um acústico bem como manter o butiral normal e levar as respetivas capas consoante o caso e para o que se destina. Quanto ao aspecto de mais butirais para ter maior resistência é uma realidade para fins muito especificos e que não se aplicam na caixilharia (que eu saiba...) porque segundo ensaios realizados consegue-se mais resistência com uma configuração 222.1 do que com 33.3 sendo a espessura total do primeiro de 6,76mm contra 7,04mm do segundo.


    Concordo com o que diz, mas nunca vi ninguém usar vidros de 2mm para caixilharia, tudo bem que seria para laminar, mas nunca tive conhecimento de exista sequer. Mesmo os 33.1 usam-se muito pouco devido à pouca resistência dos vidros de 3mm.
    Concordam com este comentário: MRK
  3.  # 24

    Colocado por: RCFPorque o fator preço tem muita importância, deixo a seguinte questão:
    Imaginando um vidro duplo incolor nas dimensões 5+14+6mm, que se pretende alterar para um 44.1+16+6 baixo emissivo, deveremos esperar um aumento de preço de que ordem? +20%? +50%? +100%?


    Entre 28 a 30€ por metro quadrado +IVA.

    Percentagem no conjunto janela, é impossível dizer-lhe, pois não é assim que se fazem as contas. A nível de vidro para vidro é quase o dobro do preço.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: RCF
  4.  # 25

    Colocado por: two-rok

    Excelente iniciativa, Vasco. Irei contribuir no que puder. É um campo tão vasto que fica sempre a faltar alguma coisa. Mas para já, é mais que suficiente.

    Oh Vasco Mendes afinal quem leva de cima abaixo sou eu...toma lá que é bem feito para não te meteres no que não és chamado,:)))

    Colocado por: two-rokDependerá sempre de cada obra.

    Como é obvio e eu sempre afirmei não há duas situações iguais e cada caso é um caso, mas são pequenos/grandes pormenores que devem ser analisados no local de obra e em função das reais necessidades do cliente, ao dizer isto não invalida o que escrevi no post anterior num âmbito generalista sem entrar em preciosismos nem em grandes rigores de estar a discutir ou a contradizer o excelente trabalho que o Vasco aqui fez e entenda-me como construtivo no que estiver ao meu alcance e não como uma afronta seja ele qual for e se estiver errado sou o primeiro a reconhecer.

    Já não vejo muitas obras com 2 elementos de 4mm no vidro duplo. E quando as vejo, são caixilharias básicas em alumínio sem corte térmico.

    Neste ponto vou ser morto:) mas se for quero ser "cromado".
    Não vendo caixilharia básica de alumínio nem com corte nem sem corte (sim.. porque também há caixilharia de alumínio com corte que também é básica), mas vendo bastantes (...queria vender mais mas...) configurações de 4-16+A-4 com um coeficiente Uw=1,0 e com PVC e claro está que cada caso é um caso.
    Numa moradia em S.Estevão á sombra do pinhal a 2Km da estrada nacional, numa urbanização só transitável por residentes, será preciso mais? Ou num 4º andar de um bairro mais tranquilo de uma qualquer cidade?
    Em boa verdade e seguramente você tem mais conhecimento do que eu no mundo do alumínio, por vezes (e sem generalizar para não ser mal interpretado) a colocação de mais espessura nos vidros também serve de reforço estrutural quando o caixilho é fraco, o que não invalida rigorosamente nada o facto do vidro de 6mm ter uma melhor prestação acústica, mas isso eu também não omiti.

    Mas para que tenham uma noção de quantidade de ruído, cada 10dB de atenuação representam metade do ruído, como tal, 2,5dB será sempre notório.

    O facto do ouvido humano conseguir diferenciar 2,5dB não quer dizer que seja perceptível.

    Concordo com o que diz, mas nunca vi ninguém usar vidros de 2mm para caixilharia, tudo bem que seria para laminar, mas nunca tive conhecimento de exista sequer

    Two-rok tem toda a razão, provavelmente porque me expressei de forma errada, eu não quis dizer que a aplicação era para caixilharia, parti dum termo comparativo entre dois conjuntos de laminados e vidros multilaminados de 2mm existem principalmente em portas de fornos eléctricos ( pelo que conheço) poderá ter outras aplicações.

    E agora em modo informativo "á malta da caixilharia", certamente já sabem (mas eu não sabia...) a Saint Gobain produz vidros de 3,21 de largo e imagine-se com 18 metros de comprido, isto é que vai ser fabricar caixilho.

    Vou ali ao lado e já volto "in-té" :))
  5.  # 26

    Colocado por: Mário PiedadeOhVasco Mendesafinal quem leva de cima abaixo sou eu...toma lá que é bem feito para não te meteres no que não és chamado,:)))


    Longe disso. Estava a felicitar o Vasco, lol.

    Colocado por: Mário PiedadeNeste ponto vou ser morto:) mas se for quero ser "cromado".
    Não vendo caixilharia básica de alumínio nem com corte nem sem corte (sim.. porque também há caixilharia de alumínio com corte que também é básica), mas vendo bastantes (...queria vender mais mas...) configurações de 4-16+A-4 com um coeficiente Uw=1,0 e com PVC e claro está que cada caso é um caso.
    Numa moradia em S.Estevão á sombra do pinhal a 2Km da estrada nacional, numa urbanização só transitável por residentes, será preciso mais? Ou num 4º andar de um bairro mais tranquilo de uma qualquer cidade?
    Em boa verdade e seguramente você tem mais conhecimento do que eu no mundo do alumínio, por vezes (e sem generalizar para não ser mal interpretado) a colocação de mais espessura nos vidros também serve de reforço estrutural quando o caixilho é fraco, o que não invalida rigorosamente nada o facto do vidro de 6mm ter uma melhor prestação acústica, mas isso eu também não omiti.


    É certo que a nível térmico não influencia. Mas por aqui não é mesmo habitual trabalhar-se abaixo de 6+16+4 e a nível de sistema de caixilharia também não é habitual usar-se nada abaixo dos 54mm com corte térmico. Penso que os sistemas básicos de que fala são os de 40 e 45mm com corte térmico.

    Mas nem é só a parte acústica, é mesmo que cada vez as áreas envidraçadas são maiores, fazendo com que deixe de fazer sentido colocar 4+16+4.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: ElisabetedeCastro
  6.  # 27

    Colocado por: Mário PiedadeOhVasco Mendesafinal quem leva de cima abaixo sou eu...toma lá que é bem feito para não te meteres no que não és chamado,:)))


    Hahahahah Bento*

    Colocado por: two-rok) configurações de 4-16+A-4 com um coeficiente Uw=1,0 e com PVC e claro está que cada caso é um caso.


    Um vidro 4+cx16+4 sem capas tem um Ug de 2.7 tal como um 4+cx16+6 ou um 44.1+cx16+6, no entanto ele perde em resistência, durabilidade e acústica. Principalmente hoje que os envidraçados são cada vez maiores convém ter vidros mais espessos e além disso as diferenças de preços não são assim tão grandes.
    Concordam com este comentário: two-rok
  7.  # 28

    Vasco, mais uma vez, excelente iniciativa.
    O two rok e o Mário Piedade são a cereja to topo do bolo! (não descurando os outros uqe contribuem)
    Bem hajam e que tantos outros nas outras áreas sigam o vosso exemplo!
    Concordam com este comentário: desofiapedro, MRK, mica, SusyPG
    Estas pessoas agradeceram este comentário: two-rok, Vasco Bento, Mário Piedade
  8.  # 29

    Colocado por: two-rokMas nem é só a parte acústica, é mesmo que cada vez as áreas envidraçadas são maiores, fazendo com que deixe de fazer sentido colocar 4+16+4.


    Colocado por: Vasco Bento Principalmente hoje que os envidraçados são cada vez maiores convém ter vidros mais espessos e além disso as diferenças de preços não são assim tão grandes.
    Concordam com este comentário:two-rok


    Vocês os dois são "terriveis", se não disser tudo em pormenor, lá vem fruta, é que não deixam mesmo escapar nada....irrra! :))

    Como é lógico e outra coisa não seria de esperar eu ao mencionar uma configuração 4-16-4 em lado nenhum disse que era tudo a direito, é claro que tudo depende da dimensão até porque o programa orçamental está feito de forma a dimensionar tudo ( caixilho e espessura de vidros), com margens de segurança pré definidas e como tal não é assim uma "coisinha" à sorte.

    Quanto á parte acústica eu peço desculpa mas não concordo com a vossa apreciação, (mas respeito).

    E neste sentido tal como nos vãos com duplo caixilho que não recomendo (nem gosto), com a proteção acústica passa-se o mesmo, ou se resolve de bem ou se é para ficar com agua pelo joelho mais vale não tomar banho.

    Opção 1 - 4-16-4 atenua até 31dB
    Opção 2 - 4-16-6 atenua até 35dB
    Opção 3 - 44.1-16-4 atenua até 37dB
    Opção 4 - 44.1-16-6 atenua até 41dB

    Se realmente o problema é acústico na minha opinião não se justifica nem a opção 2, nem a 3, pela pouca melhoria que proporcionam, não faz sentido ( para mim) recomendar 4-16-6 com argumentação de melhoria acústica, volto a dizer é claro que melhora mas não é significativo, e claro que não estou a falar de grandes vãos.

    Mas pronto também é só a minha opinião, vale o que vale, e aceito sugestões.

    Particularmente ao Vasco Bento as minhas desculpas pela troca, mas não era minha intenção ser seu padrinho.


    Colocado por: ASSimoesVasco, mais uma vez, excelente iniciativa.
    O two rok e o Mário Piedade são a cereja to topo do bolo!


    Ora bem com esta argumentação deduzo eu que o Vasco será o bolo ( vai ser comido á fatia):)))
    O two rok ali para o Oeste deve ser mais "ginja", sou a inventar!
    Agora eu ser apelidado de cereja, eu... cereja......nnaaaahhh, ainda se fosse cerveja, lá está a acústica a trabalhar o som é quase o mesmo o produto é que não.
    Já me chamaram coisas bem piores... e aqui....no FDC.
    Não passa nada.:))
  9.  # 30

    Colocado por: Mário Piedade
    Opção 1 - 4-16-4 atenua até 31dB
    Opção 2 - 4-16-6 atenua até 35dB
    Opção 3 - 44.1-16-4 atenua até 37dB
    Opção 4 - 44.1-16-6 atenua até 41dB


    È assim por esse argumento também não se deviam usar os TGI´s e as espumas termoisolantes que também não apresentam melhorias astronómicas. No entanto se não quisermos sempre algo melhor a tecnologia não avançava e ficávamos sempre no mesmo.
    E já diz o ditado antigo, grão a grão enche a galinha o papo.
  10.  # 31

    Colocado por: Mário PiedadeComo é lógico e outra coisa não seria de esperar eu ao mencionar uma configuração 4-16-4 em lado nenhum disse que era tudo a direito, é claro que tudo depende da dimensão até porque o programa orçamental está feito de forma a dimensionar tudo ( caixilho e espessura de vidros), com margens de segurança pré definidas e como tal não é assim uma "coisinha" à sorte.


    Certo, ninguém disse o contrário. Mas pense comigo. Vãos pequenos, pouca área, valor baixo em vidros e não será um acréscimo de 2 ou 3€ por metro quadrado que vai ser significativo. E depois também não me parece que faça muita lógica colocar um vidro que de espessuras seja o mesmo que se aplicava há 30 anos nas caixilharias que hoje já nem se usam. Os perfis/sistemas evoluíram, como tal, tudo deveria de certa forma acompanhar. Claro que muitas vezes em caixilharias de alumínio normal (sem corte térmico) usa-se 2 vidros de 4mm.

    E depois há casos e casos. Quando o cliente quer algo top ou algo bonzinho. São opções.

    Colocado por: Mário PiedadeOra bem com esta argumentação deduzo eu que o Vasco será o bolo ( vai ser comido á fatia):)))
    O two rok ali para o Oeste deve ser mais "ginja", sou a inventar!
    Agora eu ser apelidado de cereja, eu... cereja......nnaaaahhh, ainda se fosse cerveja, lá está a acústica a trabalhar o som é quase o mesmo o produto é que não.
    Já me chamaram coisas bem piores... e aqui....no FDC.
    Não passa nada.:))


    Lol, é mais ou menos isso. :-D
    Concordam com este comentário: Vasco Bento
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Mário Piedade
  11.  # 32

    agora na estação “quente”
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Vasco Bento
      94013835-295D-4E1D-B269-8BF75DC03A60.jpeg
  12.  # 33

    Só para confirmar, climaguard premium 2 é baixo emissivo e guadiun sun é baixo emissivo com controlo solar?
  13.  # 34

    Colocado por: manelvcSó para confirmar, climaguard premium 2 é baixo emissivo e guadiun sun é baixo emissivo com controlo solar?


    Exatamente.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: manelvc
  14.  # 35

    Boa tarde,

    Aproveito o tópico para pedir a vossa opinião sobre o melhor orçamento que tive de caixilharias+vidro.
    Essencialmente é um misto entre duas séries para janelas maiores que abrem e vãos fixos:

    Vãos fixos - Cortizo COR-70 HO CE - vidro 4.4x24x6 planiterm

    Vãos maiores que abrem - Cortizo COR-VISION - vidro 4.4x18x6 planiterm

    As minhas maiores duvidas recaem essencialmente sobre o vidro... a caixa de 24 nos fixos não é desnecessária? Posso pedir para reduzir visto que não acrescenta custos, ou mantenho que não haverá diferenças significativas?

    Obrigado
  15.  # 36

    Colocado por: MrVetableAs minhas maiores duvidas recaem essencialmente sobre o vidro... a caixa de 24 nos fixos não é desnecessária? Posso pedir para reduzir visto que não acrescenta custos, ou mantenho que não haverá diferenças significativas?

    Obrigado


    Não necessita de uma caixa de ar tão grande, no entanto eles podem não ter bites maiores para o aro fixo, dai a caixa tão larga.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
    Estas pessoas agradeceram este comentário: mandrongo, MrVetable
  16.  # 37

    Veja se consegue o vidro com a caixa igual aos outros (18mm)
  17.  # 38

    Andei aqui as voltas para perceber o que eram os bites...
    Se como eu não souberem, é aquela pecinha que encosta ao vidro e fecha o perfil!
  18.  # 39

    Colocado por: MrVetableAndei aqui as voltas para perceber o que eram os bites...
    Se como eu não souberem, é aquela pecinha que encosta ao vidro e fecha o per


    Exato. Devido á largura do perfil para não ficar um espaço enorme vazio tente um compromisso, veja a caixa de 20mm.
  19.  # 40

    Obrigado Vasco. Muito esclarecedor. Por acaso hoje ate estive com ele mas passou se por completo este pormenor.
    Já se encomendou o material.
    Pelo que entendi, a haver perdas, são mínimas numa caixa maior... Por isso também não será por aí.
 
0.0434 seg. NEW