Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa Tarde!
    Ha 18 anos comprei casa com um ex namorado meu, depois atraves do meu advogado e do dele assinei um documento em como retirava o meu nome do credito habitação e do imovel.
    Um ano depois ao fazer irs verifico que o meu nome continua no emprestimo mas a casa ja nao esta em meu nome.
    Ao ir ao banco indicam que nao ha nada a fazer mas que esta situacao ja aconteceu a outras pessoas e que nao é legal.
    Como retiro o meu nome do emprestimo e da conta?
    Alguem me pode ajudar?

    Obg.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Quais as implicações que na prática surgem por restar lá o nome?

    Na realidade quem tem vindo a pagar o empréstimo suponho que é o ex-namorado.
  4.  # 3

    Sim é ele que paga.
    Se eu precisar de um emprestimo aquele valor e contabilizado para a minha taxa de esforço.
    E se ele deixar de pagar fico com um problema.
  5.  # 4

    Apareceu cá no forumdacasa há uns tempos um casal separado na mesma situação.
    Quando o ex-marido saiu do empréstimo o banco passou a prestação para valores incomportáveis e a senhora acabou por ter que vender a casa.
  6.  # 5

  7.  # 6

    Colocado por: PalhavaNa realidade quem tem vindo a pagar o empréstimo suponho que é o ex-namorado.

    Mas se deixar de pagar, as penhoras incidem sobre os dois.
  8.  # 7

    Colocado por: Sofiacunhajoiadepois atraves do meu advogado e do dele assinei um documento em como retirava o meu nome do credito habitação e do imovel.

    Vá lá ter com ele e, no mínimo, peça-lhe o dinheiro que pagou, de volta, porque foi enganada.
    Só com aceitação do banco é que poderá sair dum crédito pendente. E, acredite, que eles normalmente não aceitam. Só recorrendo ao tribunal.

    Quando assina um crédito é até liquidar ou terminar o período.
    Concordam com este comentário: A Ramalho, zinna
  9.  # 8

    Colocado por: SofiacunhajoiaBoa Tarde!
    Ha 18 anos comprei casa com um ex namorado meu, depois atraves do meu advogado e do dele assinei um documento em como retirava o meu nome do credito habitação e do imovel.
    Um ano depois ao fazer irs verifico que o meu nome continua no emprestimo mas a casa ja nao esta em meu nome.
    Ao ir ao banco indicam que nao ha nada a fazer mas que esta situacao ja aconteceu a outras pessoas e que nao é legal.
    Como retiro o meu nome do emprestimo e da conta?
    Alguem me pode ajudar?

    Obg.


    O que a Sofia assinou foi, muito provavelmente o documento de partilha, em que cedeu a sua parte do imóvel + Confissão de dívida, em que o seu ex-parceiro se compromete a pagar o resto do empréstimo e a assumir todos os demais encargos dele decorrentes (eventualmente poderá ter ainda uma promessa de contrair novo crédito em substituição desse, o que provavelmente se revelaria inviável..)
  10.  # 9

    Não ficou com cópias dos documentos assinados?
    • zinna
    • há 6 dias editado

     # 10

    Sofia

    Se tem um advogado que tratou do seu caso...

    Deve saber perfeitamente que deviam ir ao banco mostrar os papeis de que o seu Ex comprou a sua parte e pedir se tiram o seu nome do empréstimo.
    Só o banco o pode fazer.
    Se tem um papel assinado e reconhecido as assinaturas de que vendeu a sua parte está meio resolvido.
    Quem compra algo .. neste caso habitação , compra direitos e obrigações...
    Se o seu ex deixar de pagar .. e o seu nome estiver no empréstimo , a Sofia recebe uma carta e o Ex outra...
    Depois a Sofia com a carta que tem de venda tem que provar que o bem já não é seu.
    Isto dá chatice , até porque mais tarde se precisar de pedir empréstimo/dinheiro ao banco , vai ser muito complicado.
    Fale com o seu Ex, pegue nos documentos e vão ao banco, tem de assinar os dois, isso vai para analisar e depois dizem se é aceite ou não.
    • RCF
    • há 6 dias

     # 11

    Colocado por: zinnaDepois a Sofia com a carta que tem de venda tem que provar que o bem já não é seu.

    Creio que não é assim tão simples... independentemente de ser ou não dela, quando contraíram o empréstimo, ela assumiu com o Banco o compromisso de pagar aquela casa.
    O problema é que "retirar o nome do crédito habitação" é algo que, em bom rigor, não existe ou, pelo menos, não é assim tão simples. A partir do momento em que há empréstimo, com hipoteca, nada pode ser feito relativamente ao imóvel sem o consentimento do Banco. E, neste caso, parece que fizeram... Agora, resta negociar com o Banco e ver a melhor forma de resolver a situação.
    Concordam com este comentário: zinna, Belhinho
  11.  # 12

    que eu saiba retirar o nome do empréstimo significa fazer um novo contrato de empréstimo, isto para efeitos de banco
  12.  # 13

    Colocado por: RCF, nada pode ser feito relativamente ao imóvel sem o consentimento do Banco


    Colocado por: zinnaSó o banco o pode fazer.


    Colocado por: zinnapegue nos documentos e vão ao banco, tem de assinar os dois, isso vai para analisar e depois dizem se é aceite ou não.


    Já passei por isso , na altura o pedido foi aceite.
  13.  # 14

    Colocado por: marco1que eu saiba retirar o nome do empréstimo significa fazer um novo contrato de empréstimo, isto para efeitos de banco


    Sim, depois é analisado pelo banco se o que falta pagar de empréstimo pode ser suportado pelo novo titular...
    Se este não der as garantias eles não retiram o nome.
    • RCF
    • há 6 dias

     # 15

    Colocado por: zinna

    Sim, depois é analisado pelo banco se o que falta pagar de empréstimo pode ser suportado pelo novo titular...
    Se este não der as garantias eles não retiram o nome.

    Sim. Mas o mais correto é dizer " se este não der garantias eles não fazem um novo contrato com apenas um titular"
    Concordam com este comentário: zinna
  14. Ícone informação Anunciar aqui?

  15.  # 16

    Nessa caso, também não deverá ter existido alteração de titularidade no registo predial, porque havia uma hipoteca.
  16.  # 17

    Colocado por: ADROatelierNessa caso, também não deverá ter existido alteração de titularidade no registo predial, porque havia uma hipoteca.


    Ou seja ,haveria uma alteração simultânea no banco e no registo predial?
    E no site das finanças também?
  17.  # 18

    O que acho que aconteceu é que, como parece obvio, a Sofia permanece como co-titular do empréstimo que está a ser pago pelo ex.

    No entanto renunciou (esses docs que assinou) aos 50% da casa que lhe pertencem (pertenciam) para memória futura, com a contrapartida de ser o seu ex. a assumir as prestações, IMI, condomínio, se for o caso, etc.

    Esta deve ter sido a solução "do mal o menos" pois permitiu que a o spread desse empréstimo se mantivesse, e assim facilitou a vida ao seu ex, que afinal paga as prestações e o resto.

    Se tudo correr bem no final do período do empréstimo, a hipoteca extingue-se, o seu ex fica com a casa (merecidamente, pois foi ele que se chegou à frente para pagamentos das prestações, IMI, manutencºao etc) e cada um vai à sua vidinha.

    Agora, o preço a pagar é a Sofia ser titular de um empréstimo, o que lhe mexe com a taxa de esforço, para outro empréstimo que queira contrair, e, o risco que corre de, se o seu ex deixar de pagar as prestações, ser chamada com os seus bens á resolução dessa dívida.

    Se o empréstimo tiver ja avançado na sua vida útil, pode ser que o capital em dívida (que diminuíu) possa levar o banco a aceitar que a Sofia seja removida da titularidade do emprestimo. Ou talvez o seu ex tenha ordenado e bens para permitir isso. Terão os dois que consultar o banco.
    Concordam com este comentário: ADROatelier, zinna
  18.  # 19

    Não necessáriamente, pois têm que ser os requerentes/titulares a tratar de tudo.

    A questão é que se a hipoteca não foi levantada, não pode o imóvel ficar oficialmente apenas em nome de uma das pessoas, porque no registo predial não o teriam conseguido fazer.

    Colocado por: Palhava

    Ou seja ,haveria uma alteração simultânea no banco e no registo predial?
    E no site das finanças também?
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">