Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa Tarde,

    Adquiri recentemente um terreno para construir uma moradia para habitação própria.
    De momento estou ainda em fase de planeamento e a finalizar o projecto base de arquitectura, e durante este processo o meu arquitecto decidiu reunir com a camara antes de submeter o projecto para receber feedback sobre os potenciais pontos que poderão necessitar de correção.

    Do resultado dessa reunião um dos tópicos referidos foi que, devido à existencia de uma guest-house nas traseiras da propriedade a habitação teria de ser classificada como bifamiliar, ao invés de unifamiliar.

    A minha pergunta para todos é:
    - qual o verdadeiro impacto desta denominação? (em termos de taxas, impostos, e até mesmo de construção)
    - vantagens e desvantagens em relação a uma habitação designada por unifamiliar;
    - outras que lhes ocorra...

    Obrigado!
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    VaI TER DE TER LOGO DOIS ce E TAXAS adene A DOBRAR...
    O resto das dúvidas é mesmo com o seu arquitecto.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Apostador, pmlemos
  4.  # 3

    Viva @Pedro Barradas, o que diz faz sentido ...
    Mas isso aplica-se mesmo que eu pretenda apenas 1 contador? (se é que me permitem ter apenas 1 contador electrico!)

    Mas, suponho que existam outras coisas que esta denominação poderá impactar... IMI? Outras?

    Obrigado desde já pelas vossas opinioes!

  5.  # 4

    Vai ter duas fracções, dois contadores de água, dois contadores de luz,.... é um "prédio" com 2 apartamentos.
    Se o seu arquitecto não sabe isso, arranje outro.
  6.  # 5

    pelos dados descritos é um disparate isso de ter de ser bifamiliar
    o simples facto de ser permitido construir essa volumetria e essa implantação, valida desde logo que se faça lá o que se quiser, até pode ser uma capela, uma sala de jogos, uma cozinha de forno, um quarto, etc..... a propria camara o admite ao anuir a uma guest house, portanto não tem nada que ser fracionado, faz parte da casa
    desde que se respeite indices de implantação, afastamentos, área de construção uma casa pode muito bem ser dividida em dois volumes.
    agora se quiser uso comercial disso a história poderá ser outra.
  7.  # 6

    pode ser em propriedade total...
  8.  # 7

    Se fizer moradia bifamiliar esqueça o crédito! Na nossa habitação ia fazer isso, colocar dois números pois uma parte seria para obter dividendos mas se avançasse com isso dos bancos que contactei nenhum emprestava! Só emprestam para moradia unifamiliar
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">