Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Bom dia a todos,

    Tenho lido muito pelo forum que em grande parte dos casos em que houve derrapagens no orçamento ou problemas graves na construção, tal aconteceu por falta de devido planeamento e de uma tentativa do DO de poupar na fase de elaboração do projecto de arquitectura.

    Ora, podemos então sintetizar num tópico quais as boas práticas nesta fase? O que deve o DO pedir e pagar na fase de elaboração do projecto?

    Daquilo que fui lendo:

    - projecto de arquitectura
    - projecto especialidades
    - projecto de execução (é o mesmo que mapa de quantidades?)

    Mais alguma coisa?

    Quero tentar garantir que faço as coisas bem desde o início para tentar manter a obra e o orçamento controlados.

    Obrigada a todos pela ajuda!
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Bom dia.
    Um mapa de quantidades não é a mesma coisa que um projeto de execução.
    Um projeto de licenciamento é normalmente um projeto simples, falo por exemplo na especialidade de estruturas. Um projeto de licenciamento de estruturas poderá não identificar pórticos de vigas e colocar todos os reforços em pormenor tipo. Já um projeto de execução é um projeto mais elaborado onde se tenta optimizar mais a armadura (no caso da estabilidade), para além de definir bem mais concretamente como vai ser construída a estrutura sem deixar nada à deliberação do construtor. Este projeto implica um maior detalhe (se for bem feito) e menos dores de cabeça durante a fase de obra.

    A melhor forma de controlar o orçamento é definir um bom projeto. Tenha a certeza que contrata uma boa equipa de especialidades e que não lhe vendem projetos extraídos diretamente do CYPE onde nem o projetista vê o que vai meter na obra.
    Defina também muito bem e por escrito o que inclui o orçamento e quais as coisas que são passíveis de alteração em fase de obra (caso surjam inconvenientes ou alterações quem é que paga?).

    Outra coisa muito importante, principalmente se for fazer caves, é um bom relatório geotécnico com um número razoável de sondagens.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Lisps
  4.  # 3

    Colocado por: josealmeidaprojeto simples, falo por exemplo na especialidade de estruturas. Um projeto de licenciamento de estruturas poderá não identificar pórticos de vigas e colocar todos os reforços em pormenor tipo. Já um projeto de execução é um projeto mais elaborado onde se tenta optimizar mais a armadura (no caso da estabilidade), para além de definir bem mais concretamente como vai ser construída a estrutura sem deixar nada à deliberação do construtor. Est


    Não concordo. Por lei o projeto de licenciamento deve ter todas as indicações estruturais de forma explícita de forma a que o construtor não tenha(nem tem) de realizar nada de sua própria autoria. O projeto de execução não pode ser diferente nem optimizado em relação ao de licenciamento, deve sim incluir uma pormenorização mais detalhada das soluções adoptadas.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Lisps
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  6.  # 4

    Colocado por: riscos

    Não concordo. Por lei o projeto de licenciamento deve ter todas as indicações estruturais de forma explícita de forma a que o construtor não tenha(nem tem) de realizar nada de sua própria autoria. O projeto de execução não pode ser diferente nem optimizado em relação ao de licenciamento, deve sim incluir uma pormenorização mais detalhada das soluções adoptadas.
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Lisps


    Caro colega riscos, como pode verificar eu não disse que faltava informação estrutural a um projeto de licenciamento, nem que o construtor iria dimensionar nada.
    É raro um (bom) projecto de licenciamento incluir pórticos (bem dimensionados e pormenorizados) de vigas. Contudo esta armadura é apresentada como corrida num pormenor tipo, o que inclui toda a informação necessária para o construtor, que por sua vez tem de preparar a armadura consoante as amarrações tipo definidas nos desenhos, o que pode causar asneira se o preparador não souber bem o que está a fazer ou for inexperiente.
    A informação está toda lá, mas o construtor vai realizar a preparação da estrutura. Num pórtico quem faz esta preparação é o engenheiro.
  7.  # 5

    Colocado por: josealmeidararo um (bom) projecto de licenciamento incluir pórticos (bem dimensionados e pormenorizados) de vigas. Contudo esta armadura é apresentada como corrida num pormenor tipo, o que inclui toda a informação necessária para o construtor, que por sua vez tem de preparar a armadura consoante as amarrações tipo definidas nos desenhos, o que pode causar asneira se o preparador não souber bem o que está a fazer ou for inexperiente.
    A informação está toda lá, mas o construtor vai realizar a preparação da estrutura. Num pórtico quem faz esta preparação é o engenheiro.

    José continuo sem perceber..eu sei bem o que está a falar, porque no último ano só vi um projeto de estruturas que levou um elogiu meu, no meio de algumas dezenas que vi de colegas. Tudo igual, projetos low cost ou fast food.. Depois de olhar para o projeto e ver que era da A2P, rendime á qualidade de um mero projeto de licenciamento
  8.  # 6

    Ora aí está um bom tema para abertura de tópico.

    Que elementos inserem nos vossos projetos de licenciamento (diferentes especialidades)

    Estou curioso, todos os que vi possuem pormenorização de pórticos, ainda que muitas vezes com combinações engraçadas de armadura.
    Concordam com este comentário: josealmeida
  9.  # 7

    Ui isso dava aqui uma salgalhada...
    Concordam com este comentário: josealmeida
  10.  # 8

    Colocado por: riscosUi isso dava aqui uma salgalhada...
    Concordam com este comentário:josealmeida


    Mas não deixava de ser engraçado.
    Tenho alguns tesourinhos que podia partilhar ahahah
  11.  # 9

    Colocado por: josealmeida

    Mas não deixava de ser engraçado.
    Tenho alguns tesourinhos que podia partilhar ahahah

    Pode começar o José..
  12.  # 10

    Pode abrir-se um tópico
  13.  # 11

    Força..
  14.  # 12

    Vou deixar um membro mais antigo fazê-lo e depois sim, partilhar conteúdos. Não sei se haveriam interessados suficientes para justificar a abertura do tópico.
    Concordam com este comentário: josealmeida
  15.  # 13

    Colocado por: helder121Vou deixar um membro mais antigo fazê-lo e depois sim, partilhar conteúdos. Não sei se haveriam interessados suficientes para justificar a abertura do tópico.

    o sentido de chamar a atenção a D.O, das perolas que por aí andam, era positivo. mas como isto está tao escasso de malta com vontade de partilhar informações e competências, talvez não valha mesmo a pena.
    Concordam com este comentário: josealmeida
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">