Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Bom dia,

    Alguém sabe o valor que temos de pagar em caso de doação de um terreno de pai para filho e de filho para namorada?
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    O meu pai andou a informar-se há 2/3 meses (pois vai-me fazer uma doação de um terreno) e penso que me falou entre 400 e 500€. Se, no mesmo acto, fizer também para a minha irmã (que em princípio também o fará), subia para perto dos 600€ (as duas doações).
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Diana Ferreira
  4.  # 3

    Mas esses tais 400 e 500€ dependem do valor do terreno em termos percentuais seria quanto?
    Aqui a questão é que eu e o meu namorado queremos construir casa num terreno que supostamente será doado pelo pai dele. Ora, assim sendo teríamos de pagar a tal taxa de doação, depois desse terreno o meu namorada teria de me doar 50% o que resultaria em outra taxa, mais escrituras. Depois de concluído este processo penso que estaria tudo legal para a casa que iremos construir pertencer aos dois bem como o terreno, correto? (Vai me dar é uma grande dor de cabeça!)

  5.  # 4

    penso que é 10% do valor patrimonial que está nas finanças.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Diana Ferreira
  6.  # 5

    Colocado por: Diana FerreiraMas esses tais 400 e 500€ dependem do valor do terreno em termos percentuais seria quanto?
    Aqui a questão é que eu e o meu namorado queremos construir casa num terreno que supostamente será doado pelo pai dele. Ora, assim sendo teríamos de pagar a tal taxa de doação, depois desse terreno o meu namorada teria de me doar 50% o que resultaria em outra taxa, mais escrituras. Depois de concluído este processo penso que estaria tudo legal para a casa que iremos construir pertencer aos dois bem como o terreno, correto? (Vai me dar é uma grande dor de cabeça!)


    agora imagine a dor de cabeça de comprar um terreno..... =)
  7.  # 6

    Para fazer uma doação vai ao serviço casa na hora e paga cerca de 270€. Vá a uma loja do cidadão e no serviço casa na hora dão as informações e papeis que precisa
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Diana Ferreira
  8.  # 7

    Colocado por: Diana FerreiraMas esses tais 400 e 500€ dependem do valor do terreno em termos percentuais seria quanto?
    Aqui a questão é que eu e o meu namorado queremos construir casa num terreno que supostamente será doado pelo pai dele. Ora, assim sendo teríamos de pagar a tal taxa de doação, depois desse terreno o meu namorada teria de me doar 50% o que resultaria em outra taxa, mais escrituras. Depois de concluído este processo penso que estaria tudo legal para a casa que iremos construir pertencer aos dois bem como o terreno, correto? (Vai me dar é uma grande dor de cabeça!)


    Colocado por: Diana FerreiraMas esses tais 400 e 500€ dependem do valor do terreno em termos percentuais seria quanto?
    Aqui a questão é que eu e o meu namorado queremos construir casa num terreno que supostamente será doado pelo pai dele. Ora, assim sendo teríamos de pagar a tal taxa de doação, depois desse terreno o meu namorada teria de me doar 50% o que resultaria em outra taxa, mais escrituras. Depois de concluído este processo penso que estaria tudo legal para a casa que iremos construir pertencer aos dois bem como o terreno, correto? (Vai me dar é uma grande dor de cabeça!)


    Está a complicar, o Pai do seu namorado pode doar a si e ao seu namorado tudo na mesma escritura. Não precisam de ser actos separados.

    Sendo uma doação, depende se seja terreno urbano ou rustico, paga a volta de 0.8% de Imposto de Selo sobre o valor patrimonial do terreno
    Concordam com este comentário: C A Goncalves, JJMoreira
  9.  # 8

    Mas sendo eu apenas namorada do filho dele os 0.8% aplicam se à mesma? ou será que acrescem os tais 10% por não ser familiar?
    Outra questão, ele tem uma irmã, ela terá de assinar algum documento em como concorda com a doação a fim de no futuro não haver problemas?

    Pensei noutra forma que não doação mas sim a compra desse terreno (mesmo esta sendo fictícia), mas mesmo assim penso que seja mais dispendioso pois teríamos de pagar IRS, o que no final das contas não compensaria.
  10.  # 9

    é indiferente se é doação apenas ao filho ou ao filho e a si. As partilhas podem ser pela cota disponível e a irmã não precisa de assinar.

    Mas se houver litígio porque se o terreno que estiver a ser doado ao seu namorado for uma parte significativa do património, isso pode ser tudo revertido em tribunal. Mas se a doação dor feita pela cota disponível a irmã não precisa de assinar.
    Concordam com este comentário: JJMoreira
  11.  # 10

    Obrigado pelo esclarecimento Pedro Moreira.
  12.  # 11

    Leve a irmã.
    Mas tarde ela casa , ou muda de ideias , ou dá-lhe na cabeça e diz que não sabia de nada.
    Mesmo que seja uma formalidade peça-lhe para estar presente e ela que assine.
    Concordam com este comentário: Quilleute, smart
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Diana Ferreira
  13.  # 12

    A irmã não precisa de assinar nada, porque se assinar é porque estão a fazer uma partilha e o com isso o banco não concede crédito e vai sujeitar-se a depois ter que fazer nova escritura
  14.  # 13

    Colocado por: Pedro_MoreiraA irmã não precisa de assinar nada, porque se assinar é porque estão a fazer uma partilha e o com isso o banco não concede crédito e vai sujeitar-se a depois ter que fazer nova escritura


    Não percebi
  15.  # 14

    Mas já pensaram bem? A namorada vai receber metade do terreno que nao lhe pertence. E se qualquer dia se separa do namorado? O pobre namorado vai ter grandes problemas e ainda vai ter que perder esta metade ou vai ter que comprá-la se quiser conservar a sua. Pois devem pensar bem Este grande amor arrefece mais depressa do que a sopa. Quem lhe fala sabe do que fala. Que seja bem pensado. Há-de haver outra maneira de assegurar as coisas. Desculpem, mas é mesmo assim. Eu estou com problema quase igual.
  16.  # 15

    Mas cada família sabe de si, se o casal se separar ela é detentora de metade do terreno. Cada um sabe de si e da sua vida, não se podem vir queixar é de futuro.

    O meu caso particular, os meus pais doaram-me o terreno a mim e namoro e pretendo construir um futuro com a minha namorada mas não sei o dia de amanhã. O terreno foi passado para meu nome, porque eu considero que património de família é para ficar em família.

    Mas cada um sabe da sua vida
  17. Ícone informação Anunciar aqui?

  18.  # 16

    Colocado por: AfonsoQuem lhe fala sabe do que fala


    Afonso la porque aconteceu consigo, é obrigatório que aconteça com os outros?
    Fala da sua experiencia . Respeito.
  19.  # 17

    Colocado por: Nelhas

    Não percebi


    Se a doação for feita pela cota disponível, é sobre a herança em que os pais podem dispor para o que quiserem, doar a uma instituição, a um desconhecido, enfim fazem desta parte da herança o que bem entenderem. Se for por partilhas normais existe sempre a possibilidade de o terreno vir a ser reclamado pelos outros herdeiros e os bancos não concedem empréstimo.
  20.  # 18

    Colocado por: Pedro_Moreira

    Se a doação for feita pela cota disponível, é sobre a herança em que os pais podem dispor para o que quiserem, doar a uma instituição, a um desconhecido, enfim fazem desta parte da herança o que bem entenderem. Se for por partilhas normais existe sempre a possibilidade de o terreno vir a ser reclamado pelos outros herdeiros e os bancos não concedem empréstimo.


    A questão foi a frase a irmã não pode assinar porque é uma partilha.
    Não é assim para tudo.
    Basta uma irmã comprar um terreno ou propriedade aos pais, mesmo com crédito bancário, para ser obrigatório que uma irmã ou irmãos assine , confirmando o seu conhecimento e a sua não oposição.
    Só isso.
    Existem diversas situações onde os irmão assinam e não são partilhas.
    Em situações do que seja entre irmãos, os mesmos devem sempre ser convidados a estar presentes. E se possível assinarem documentos de presença e conhecimento de determinadas operações.
    É uma questão de transparência .
  21.  # 19

    Eu compreendo o que disse e nada contra, mas os procedimentos legais não são assim. Nem sempre a lei é como a idealizamos e a lei das partilhas é algo muito desactualizado que merecia uma reforma profunda.
  22.  # 20

    Colocado por: Pedro_Moreiramas os procedimentos legais não são assim


    Mas existe algum procedimento legal que impeça um irmão de estar presente ou um advogado de redigir um documento de conhecimento assinado por todos?
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">