Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde

    Gostaria de obter aqui algum apoio no ponto de vista legal acerca de uma situação com que me estou a deparar numa casa em que sou inquilino à 2 meses.
    Eu sou o primeiro inquilino desta casa, ou seja, a casa por dentro está nova. Isto é um anexo restaurado para ser um pequeno t1. É um anexo em betão com algumas janelas no sentido poente, isto é relevante pois a casa não tem qualquer tipo de protecção solar para essas janelas, nem estores nem toldos nem contras. As divisões são todas feitas em pladur com algum tipo de isolamento por dentro. A casa tem bastante isolamento acústico. Digo isto porque à tempos houve um pequeno concerto em palco exterior a 20/30 metros da casa e eu conseguia dormir. O quarto é do lado onde estava a haver o concerto.
    O problema que está a surgir agora é que, sendo a casa tão isolada significa que ela não respira a não ser que abra janelas e portas, e visto que as janelas são do lado poente sem nada que as cubra quando chego a casa ao fim de um dia de sol a casa é uma autentica estufa. Não é abafada, é uma estufa mesmo. Eu só o consigo fazer durante a noite, pois é um rés do chão com muros baixos e tenho um gato em casa.
    Indo agora directo ao assunto, visto que a casa não respira significa que a humidade que é gerada dentro de casa não é ventilada, nem existe qualquer tipo de ventilação natural nesta casa, a única ventilação da casa, sem contar com janelas e portas abertas é o exaustor.

    O que acontece então é que eu expus a situação à imobiliária, que trata de tudo a senhoria. Na imobiliária foi-me dito que iriam falar com a senhoria para ela vir falar comigo. Posso anotar que inicialmente eu fiz a proposta de pagar eu as alterações caso elas ficassem por minha conta. Passado uns dias ela faz-me uma visita a casa para saber do que se tratava. Não lhe mostrei os vestígios de humidade na casa, apenas falei com ela, ao que ela depois me diz "Abra as janelas" ao que eu respondi " eu faço isso todas as noites e não chega" então ela responde "Por mim pode fazer essas alterações desde que não estrague nada, mas fale com a imobiliária porque eles tratam dessas situações todas". E eu fiquei a pensar do género "Então para que precisei de falar consigo?"
    Fui então falar novamente com a imobiliária mas fui com uma proposta diferente pois já estou cansado de estar a chatear-me com as condições da casa devido a outras situações que não vale a pena estar a mencionar. Disse lá que falei com a senhoria e que por ela não havia problema, que ela me tinha dito para falar com eles e acrescentei que gostaria de saber que proposta de resolução é que teriam para dar pois caso faço eu essas alterações, quando não renovar contrato eu levo o que colocar mesmo que deixa lá buracos. Enviei também fotos de danos causados pela humidade para reforçar o caso.
    Hoje a imobiliária foi ver a casa e quando lhe mostrei os danos e o que estava a acontecer disse-me um dos indivíduos "Isto não é humidade, isto é condensação". Vou dar agora um paragrafo para quem estiver a ler poder sentir a ignorância desta pessoa.
    Logo de seguida ele acrescenta: "Tem de abrir as janelas" ao que lhe respondi, como sempre "Eu abro as janelas todas as noites" ao que não me respondeu nada. Foi ver as marcas de humidade que a condensação escorrida da janela do quarto deixa e diz "Não sei como é que isto acumula aqui tudo, se calhar tem que se vedar melhor isto. Vai vir aqui alguém arranjar isto". E foram embora. Eu fiquei a pensar "Vedar? Isto já não é demasiado isolado?"

    Relembro que isto está a acontecer em pleno verão, que não é estação para haver condensações em casas

    Cansei-me desta situação e já me foi aconselhado ir a um advogado. Ainda não tenho bem a certeza se é o melhor mas já estive mais longe.
    Alguém aqui com conhecimentos de direito que me consiga dizer se é compensatório dirigir-me a um advogado nesta situação?

    TLDR: Sou inquilino à 2 meses que casa nova e húmida que condensa em pleno verão por não existir nenhuma entrada de ar do exterior sem que se abra janelas. Ninguém quer fazer nada para o resolver. Busco agora alguém com conhecimentos de direito para me poder dar algumas dicas
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    O local/zona do apartamento tem muita humidade?
    Para reduzir a humidade ou ventila durante mais tempo quando o ar exterior estiver mais seco ou utiliza um desumidificador.
  4.  # 3

    Colocado por: bluewingsO local/zona do apartamento tem muita humidade?
    Para reduzir a humidade ou ventila durante mais tempo quando o ar exterior estiver mais seco ou utiliza um desumidificador.


    Eu sei como resolver o problema. A questão não é essa. A questão é ninguém se responsabilizar pelo fraco planeamento do projecto da casa a nível de circulação de ar

  5.  # 4

    Colocado por: kailido

    Eu sei como resolver o problema. A questão não é essa. A questão é ninguém se responsabilizar pelo fraco planeamento do projecto da casa a nível de circulação de ar

    Você quer camarao ao preço da sardinha.
    Quanto é que está a pagar por esse t1?
  6.  # 5

    Se é um anexo, foi feito para arrendar barato, se não gosta vai embora e arrenda algo melhor, certamente por um valor superior.
  7.  # 6

    Colocado por: kailido

    Eu sei como resolver o problema. A questão não é essa. A questão é ninguém se responsabilizar pelo fraco planeamento do projecto da casa a nível de circulação de ar

    Ainda bem que sabe como resolver o problema. Força com o advogado.
  8.  # 7

    Colocado por: Sirruper
    Você quer camarao ao preço da sardinha.
    Quanto é que está a pagar por esse t1?


    Colocado por: VarejoteSe é um anexo, foi feito para arrendar barato, se não gosta vai embora e arrenda algo melhor, certamente por um valor superior.


    400€. Zona rural. Fico à espera
    Edit: não mobilado apenas cozinha equipada

    Independentemente se a renda fosse 200€ ou não isso não justifica como é que um projecto recente de recuperação de um anexo não teve em conta a circulação de ar na casa
  9.  # 8

    Qual projeto?...
    Concordam com este comentário: marco1
    Estas pessoas agradeceram este comentário: AMVP
  10.  # 9

    Colocado por: SS1128Qual projeto?...


    Isto tinha um anexo não habitável. Fez-se um projecto para transformar isto numa casa
    • JoelM
    • 10 Agosto 2019 editado

     # 10

    Colocado por: kailido



    400€. Zona rural. Fico à espera
    Edit: não mobilado apenas cozinha equipada

    Independentemente se a renda fosse 200€ ou não isso não justifica como é que um projecto recente de recuperação de um anexo não teve em conta a circulação de ar na casa


    Colocado por: kailido

    Isto tinha um anexo não habitável. Fez-se um projecto para transformar isto numa casa

    No máximo devem ter feito projecto para submeter à câmara e mesmo isso tenho dúvidas.

    Você é o inquilino, o quê que interessa agora se teve em conta ou não? A
    Anula o contrato e procura nova casa. O dono do anexo é que tem de se preocupar como essa casa vai estar daqui a um ano.
    Concordam com este comentário: kailido
  11.  # 11

    Colocado por: kailido



    400€. Zona rural. Fico à espera
    Edit: não mobilado apenas cozinha equipada

    Independentemente se a renda fosse 200€ ou não isso não justifica como é que um projecto recente de recuperação de um anexo não teve em conta a circulação de ar na casa


    A maneira como reclama, até parece que comprou a casa nova e agora reclama garantia ao empreiteiro/promotor.
  12.  # 12

    Colocado por: JoelM
    No máximo devem ter feito projecto para submeter à câmara e mesmo isso tenho dúvidas.

    Você é o inquilino, o quê que interessa agora se teve em conta ou não? A
    Anula o contrato e procura nova casa. O dono do anexo é que tem de se preocupar como essa casa vai estar daqui a um ano.


    O projecto está na câmara municipal. Eu vi-o quando fui lá fazer questões sobre ele.

    A ideia seria sair daqui sim, se o mercado de arrendamento estivesse favorável, daí eu querer recorrer a um advogado para saber o melhor a fazer tendo em conta todas as condicionantes que não menciono aqui
  13.  # 13

    Colocado por: Varejote

    A maneira como reclama, até parece que comprou a casa nova e agora reclama garantia ao empreiteiro/promotor.


    Claramente não sabe do que fala. Está a tirar conclusões sem saber o resto
  14.  # 14

    Kailido

    e qual é o resto? alugou ou comprou? ou pensava vir a comprar?

    sabe que o mercado de arrendamento está como tudo o resto, bota-se pladur, mete-se um flutuante e umas janelas novas e mais umas coisas e está pronto para render
  15.  # 15

    Desculpe a curiosidade kailido, por acaso essa casa não fica no concelho de Santo Tirso... Pela sua descrição parece mesmo um caso que me comentaram mesmo aqui ao lado.
    Cómo já disseram aí, a sua melhor solução é procurar outro espaço para arrendar
  16. Ícone informação Anunciar aqui?

  17.  # 16

    Colocado por: marco1Kailido

    e qual é o resto? alugou ou comprou? ou pensava vir a comprar?

    sabe que o mercado de arrendamento está como tudo o resto, bota-se pladur, mete-se um flutuante e umas janelas novas e mais umas coisas e está pronto para render


    O resto é que já tive inúmeras complicações com esta casa, e ainda tenho. Eu sou inquilino nesta casa por necessidade pois encontrar uma casa onde aceitem o alojamento de 2 cães de porte médio no exterior é muito escasso, quase inexistente. Não dou os cães, isso é ponto assente. Assinei contrato para esta casa na confiança da palavra da imobiliária que a licença de habitabilidade iria demorar cerca de 1 mês a sair. Isto foi em Maio, continuo à espera. Estou a usar electricidade da "obra", que não é da obra, é do vizinho que também é inquilino da mesma pessoa. Foi-me dito pela imobiliária no momento de assinar contrato que água e luz seriam assegurados mas nunca me foi dito que teria de pagar. À poucos dias a senhoria disse-me que tenho de pagar a meias a conta da luz com o vizinho, não entendo porque visto que estou prejudicado pois eu nem o meu serviço da NOS de 60€ que portei da antiga morada sob fidelização consigo instalar pois não há licença, e continuo a paga-lo.
    Estive um mês sem espaço para colocar a máquina de lavar pois o espaço que fizeram para ela foi mal pensado. O meu contrato está numa morada atribuída pela junta de freguesia e o artigo nas finanças tem uma morada diferente. Apesar de não haver licença o contrato encontra-se de facto registado nas finanças.

    É preciso continuar?
  18.  # 17

    Colocado por: mfa17Desculpe a curiosidade kailido, por acaso essa casa não fica no concelho de Santo Tirso... Pela sua descrição parece mesmo um caso que me comentaram mesmo aqui ao lado.
    Cómo já disseram aí, a sua melhor solução é procurar outro espaço para arrendar


    Não, junte 100km pra norte
  19.  # 18

    não, não se percebe é porque embarcou nesse arrendamento mesmo com a questão dos cães e do preço.

    é algo que está cheio de ilegalidades, nunca seria possível arrendar algo ou mesmo utilizar para fins comerciais um imóvel sem licença de utilização.

    tente sair dai o mais breve possivel ou então tem de se sugeitar.
    Concordam com este comentário: antonylemos
  20.  # 19

    Colocado por: kailidoÉ preciso continuar?


    tem contracto de arrendamento? o senhorio passa recibos? pelo que conta parece-me um arrendamento ilegal, não sei como é que as imobiliárias entram nesse esquema
  21.  # 20

    Colocado por: pauloagsantos

    tem contracto de arrendamento? o senhorio passa recibos? pelo que conta parece-me um arrendamento ilegal, não sei como é que as imobiliárias entram nesse esquema


    Eles afirmam que não está ilegal. A realidade é que o artigo que está no contrato por escrito é o mesmo que está no contrato nas finanças apesar de terem moradas diferentes. Os recibos estão a ser emitidos.
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">