Iniciar sessão ou registar-se
  1. Colocado por: carlos_miguel_gomes


    Há vários além de Espanha, e não me refiro apenas À Europa.

    Na america latina e em africa.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3. No nosso país existem bancos a vender seguros e seguradoras a venderem planos de poupança reforma.
    No nosso país existem lojas a financiarem o que vendem e os bancos a venderem o que as lojas vendem.
    Somos um país que permitem tudo em nome do lucro facil.
    E depois queixam-se do endividamento e da má gestao.
  4. Até a EDP vende seguros de saúde.
    Concordam com este comentário: Sirruper

  5. Colocado por: PalhavaAté a EDP vende seguros de saúde.
    Concordam com este comentário:Sirruper

    Quando um país permite a venda de placebos nos canais generalistas para tirarem o dinheiro aos idosos.
  6. Colocado por: Sirruper
    Quando um país permite a venda de placebos nos canais generalistas para tirarem o dinheiro aos idosos.


    Aquele do Paulo Futre não resulta?
  7. Colocado por: SirruperQuando um país permite a venda de placebos nos canais generalistas para tirarem o dinheiro aos idosos.

    E nesse aspecto em particular em que é que somos diferentes dos outros países da Europa Ocidental ou da América do Norte?
  8. Calcin/ cog temp/ etc
    Concordam com este comentário: eu
  9. Colocado por: Palhava

    Aquele do Paulo Futre não resulta?


    https://www.youtube.com/watch?v=Qz1WO9NPyQU


    Pérolas!
  10. Colocado por: Sirruper
    Na america latina e em africa.


    Não.
    • JoelM
    • 17 Fevereiro 2020
    Colocado por: Sirruper
    Na america latina e em africa.


    Brasil, Mexico e afins não podem!
    • FFAD
    • 21 Fevereiro 2020
    Colocado por: PalhavaAté a EDP vende seguros de saúde.
    Concordam com este comentário:Sirruper


    Qualquer entidade pode vender seguros, seja a EDP, Bancos, Worten, Ikea, etc.

    Fazer seguros, só as seguradoras. Todos os produtos desses que são vendidos por terceiros são suportados por uma seguradora, ganhando essas entidades uma comissão...
  11. O que ira acontecer à bolha com isto do Covid ?
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Sr.io
  12. ...explode?

    há cerca de um mês era assim:
    https://visao.sapo.pt/imobiliario/2020-03-16-covid-19-abala-mercado-imobiliario/

    No mercado chinês, precursor deste movimento de infeção e já com mais de três meses de gestão de crise, as quebras na venda de casas têm sido significativas. Segundo a Bloomberg, as principais construtoras da China viram as vendas caírem no mês passado com o surto de coronavírus.
  13. Já está a acontecer :
    - O 1º atingido foi o Alojamento Local. Quem já tinha investido na area está muito mal e vai levar pelo menos 2 anos a recuperar. Quem pensava investir mudou de ideias.
    - O arrendamento normal também vai diminuir a curto prazo e baixar de valor, com mais oferta e menos procura. Dentro de meses ou 1 ano vai haver algum aumento de procura derivado da instabilidade do mercado de trabalho e de pessoas que vão perder as casas para o banco. Mas são negócios de risco para os senhorios.
    - As vendas também vão cair de forma gradual. Só quem investiu para vender é que vai perder muito. Quem puder esperar pode esperar por melhores dias.
    - No segmento alto as coisa vão congelar. As novas politicas de vistos gold e a instabilidade de mercados - desde a bolsa á bola - vão arrefecer muito esta area de negócio.
    - Dentro de alguns meses quem tiver dinheiro pode realizar bons negócios.
    - Finamente poderemos a ter alguma normalidade na construção/ recuperação com mais mão de obra e disponibilidade de trabalho.
    Concordam com este comentário: eu, RUIOLI, Sr.io, JPJDLV
  14. Ícone informação Anunciar aqui?

  15. Colocado por: Carvai- Finamente poderemos a ter alguma normalidade na construção/ recuperação com mais mão de obra e disponibilidade de trabalho.


    Contraria tudo quanto disse antes.
  16. Não, a normalidade que ele fala é numa perspectiva do DO/cliente. Neste momento as coisas na construção estão caras e com prazos alargados/ falta de agenda.
    Concordam com este comentário: RUIOLI
  17. Colocado por: nielsky

    Contraria tudo quanto disse antes.

    A minha visão é que nesta area estávamos como o SNS com o COVID19, quase em rutura. As obras publicas estão a funcionar e não devem ter quebras. Quem construía para investir vai travar mas quem construía par o próprio não vai ser muito afetado. Quem quer reabilitar vai continuar a querer e agora vai ter preços mais razoáveis e sobretudo disponibilidade que quase não existia.
    Claro que vai haver quebra no negócio mas não tão dramático como setores como o da restauração e alojamento.
    • RUIOLI
    • 23 Abril 2020 editado
    Colocado por: Carvaiquem construía par o próprio não vai ser muito afetado.


    Conheço vários casos, que congelaram o inicio de obras, pessoas que tinham pequenos negócios e vão ter grandes perdas tendo de canalizar as economias para salvar os negócios. Outras com dúvidas em relação ao futuro do seu emprego.

    A taxa de desemprego passará dos 6,5% de 2019 para cerca de 14%.

    As taxas Euribor estão em máximos desde janeiro de 2015.

    Quem já está a construir e tem crédito aprovado, bem como quem não necessita de financiamento, vai fazer obra. Os restantes vão retrair-se, por opção ou por não terem alternativa...
  18. Colocado por: RUIOLI
    Quem já está a construir e tem crédito aprovado, bem como quem não necessita de financiamento, vai fazer obra. Os restantes vão retrair-se, por opção ou por não terem alternativa...


    Depois basta aplicar a lei básica da procura e da oferta... se a procura diminui os preços caem... por isso a médio prazo teremos uma queda no valor das casas, em algumas zonas de forma mais significativo do noutras, mas no geral os preços diminuir. Quem fica a ganhar é quem tem empregos seguros (função pública) e quem mantém a liquidez, que poderá continuar a investir, como aconteceu noutros períodos de crise económica!
    Concordam com este comentário: RUIOLI, Sr.io, eu
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">