Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Ora este tópico serve para todos partilharmos conhecimentos sobre outros sistemas que cumpram semelhantes funcionalidades, a menor custo.

    Gostaria de vêr aqui "postadas" as vossas descobertas naquilo que é a grande pesquisa que todos precorremos quando buscamos um sistema domótico que nos satisfaça as necessidades.

    Como não podia deixar de ser, eu começo...

    "VelBUS"

    É na minha opinião um ou o sério concorrente ao KNX.
    Por si só funciona muito bem, assentando no famosíssimo CANbus, que por muito que queiramos dizer que não conhecemos, é inegável o nosso convívio com ele. Onde? Nos nossos queridos automóveis! Para mim, um protocolo de comunicação que controla o meu ABS e os AIRbags, só pode ser fiável e rápido na resposta.

    A primeira contrariedade assenta no "Ah... é um protocolo fechado... e tal..."
    1º A Velleman (fabricante) já cá andava quando nasci e está representada em 86 países.
    2º Está disponível para todo o curioso/habilidoso/interessado... o protocolo de comunicação, pelo que qualquer um pode desenvolver software/hardware para comunicar com VelBUS.

    Quanto a mim, o marketting tem peso a mais na opinião pública! É claro que adoro KNX e vejo-o como o Rolls Royce da domótica... Mas quer dizer que quem não tem dinheiro para isso não pode "andar de carro"?

    Espreitem só...
    http://www.velbus.eu/consumers/virtualdemo/

    Depois vejam a pricelist... está à vista de todos... sem grandes segredos! Comparem por exemplo esse controlador de 8 endereços, com visor LCD, Receptor de IR para o telecomando e programador horário que já inclui o acoplador de BUS com um qualquer semelhante na tecnologia KNX... Admirados?

    Depois disto, claro que aliado à central Comfort Ultra II da Cytech (www.cytech.biz), isso ganha proporções muito interessantes! Usando os mesmos detectores do alarme para acender as luzes, por exemplo... e sem que estes tenham que custar 90.00€! (costumo usar uns de 15€ imunes a animais de estimação, que são maravilhosos).

    Para quem gostar de enaltecer o ego com coisas de "pinta" temos ainda o software da Quiiq!
    http://www.quiiq.com/

    Que tenho ultimamente aliado a uns bons touchscreens da ASUS (eeetop) de 15", que na entrada de casa ficam a matar e ainda fazem de videoporteiro...

    BEM... ESTA FOI A MINHA DESCOBERTA MAIS RECENTE, E RECOMENDO...

    VELBUS + COMFORT + QUIIQ

    Se quiserem saber mais sobre como liguei isto tudo, estejam à vontade...

    Abraço!
    Estas pessoas agradeceram este comentário: ejardim
      logo-small200_2002.jpg
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Bom dia SmartMedia,

    Gostava de perceber como é feita a instalação do VelBUS!
    - É necessário um BUS separado com 12V, idêntico ao EIB/KNX?
    - Quais as tipologias suportadas?
    - Onde posso obter documentação sobre instalações com VelBUS, Comfort e QuiiQ?

    Obrigado pela atenção... e pela partilha de informação.

    Cumprimentos,
    Eurico
    Estas pessoas agradeceram este comentário: RoyaL
  4.  # 3

    Então mas se...

    Colocado por: SmartMediaA primeira contrariedade assenta no "Ah... é um protocolo fechado... e tal..."

    2º Está disponível para todo o curioso/habilidoso/interessado... o protocolo de comunicação, pelo que qualquer um pode desenvolver software/hardware para comunicar com VelBUS.


    ... quer dizer que não é um protocolo fechado! Certo?
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  6.  # 4

    Bom dia Eurico,

    Acerca do BUS separado, tem toda a razão!Funciona em tudo semelhante ao EIB/KNX.

    Quanto à topologia, aqui é que acho que começa a melhorar, é muito flexível!
    Podemos conjugar anel com estrela! Ou seja podemos passar u BUS de uns interruptores para os outros e por qualquer motivo, se necessário podemos "pendurar" em qualquer um deles uma ligação ou "puxada" para mais um, ou mais um ramal inteiro!

    Acerca da documentação, não acredito que muitas empresas instalem esses 3 elementos em conjunto.
    Por isso, além da documentação individual presente em cada um dos sites, o que posso fazer é enviar-lhe uma memória descritiva de um dos nossos projectos que envolvem essas 3 tecnologias, para que possa ver qual o nível das funcionalidades atingidas! Reservando apenas um factor que é o de que nas nossas instalações envolvemos também SOM AMBIENTE, HOME CINEMA e ASPIRAÇÃO CENTRALIZADA. Ou seja, verá na memória descritiva referências a "mute" ao som ambiente ou desligamento do aspirador quando tocam à campaínha, ou quando toca o telefone, que pressupõem a instalação destes sistemas, não pertencendo nenhum deles ao COMFORT/VELBUS/QUIIQ.

    Se assim pretender deixe e-mail ou mande PM.
    Atentamente,
  7.  # 5

    @ RoyaL

    Na minha opinião sim, quer dizer isso mesmo!!!
    Mas às muita gente confunde "protocolo fechado" com "um único fabricante".

    O que quero dizer é que as pessoas muitas das vezes dizem que KNX não é um protocolo fechado apenas pelo facto de que se por exemplo a "JUNG" ou a "SIEMENS" forem à falência, continuam a ter material no mercado para prosseguir com uma instalação ou para obterem assistência técnica.
    Mas em certos aspectos até nem é bem assim, pois se nos actuadores se verifica um quase "standard" de funcionalidades e mesmo de aspecto (ás vezes só muda mesmo a etiqueta da marca), nos interruptores, por exemplo, que são precisamente a parte mais visível, se a "GIRA", por exemplo fôr à falência, quero ver como fazem!

    Ou seja, para mim "protocolo aberto" é aquele que permite desenvolvimento de hadrware e software para esse mesmo protocolo por empresas que não o fabricante original!
    É tipo um LINUX da domótica, que está disponível para todos, gratuitamente! Assim queiramos perder, ou não o nosso tempinho a desenvolver! É claro que quem desenvolve, pode depois tirar partido comercial com isso, como é o caso da Quiiq.

    Em suma, estamos perante um sistema domótico "open source", que só nos leva a temer a falência da Velleman!
    É claro e da EDP, e dos CTT e da CGD... ;P

    Atentamente,
    Estas pessoas agradeceram este comentário: RoyaL
    • RoyaL
    • 17 Setembro 2009 editado

     # 6

    Colocado por: SmartMediaQuanto à topologia, aqui é que acho que começa a melhorar, é muito flexível!
    Podemos conjugar anel com estrela! Ou seja podemos passar u BUS de uns interruptores para os outros e por qualquer motivo, se necessário podemos "pendurar" em qualquer um deles uma ligação ou "puxada" para mais um, ou mais um ramal inteiro!


    É exactamente como o EIB / KNX.

    Colocado por: SmartMediaPor isso, além da documentação individual presente em cada um dos sites, o que posso fazer é enviar-lhe uma memória descritiva de um dos nossos projectos que envolvem essas 3 tecnologias, para que possa ver qual o nível das funcionalidades atingidas!


    Pode enviar para mim, pf? Agradecido.
  8.  # 7

    Por isso, além da documentação individual presente em cada um dos sites, o que posso fazer é enviar-lhe uma memória descritiva de um dos nossos projectos que envolvem essas 3 tecnologias, para que possa ver qual o nível das funcionalidades atingidas!


    Agradecia também o envio.

    Para quem gostar de enaltecer o ego com coisas de "pinta" temos ainda o software da Quiiq!
    http://www.quiiq.com/



    Já agora, quanto custa a licença do QiiQ? É por máquina, ou por habitação?
  9.  # 8

    Desculpem ainda não ter enviado, mas tenho que rever uma delas de ponta a ponta para me certificar que não contém dados/menções pessoais do respectivo cliente/proprietário, para protecção dos mesmos.

    @ ELECTRAO

    A licença do Quiiq é por máquina!
    O pacote inicial é sempre formado por SERVER + CLIENT, e depois podes acrescentar CLIENTS à tua medida.
    Pela minha experiência, costuma ser instalado o pacote inicial num Ecrã Táctil ou Media Center.
    Eu acho a solução Media Center mais interessante, pois podemos usar "extenders" elevar toda a experiência multimédia + domotica para qualquer quarto ou local que tenha TV.
    Contudo, é mais comum os clientes quererem o Touch à entrada... dá mais estilo! E sempre faz de videoporteiro...

    De uma forma ou de outra, o pacote SERVER + CLIENT tem tabelado o preço de 499.00€ + IVA.
    Qualquer CLIENT adicional (PC/MCenter/UMPC/PDA) Win. XP/Vista/Mobile 5.0/6.0 150.00€ + IVA.

    Mas atenção... o software é fornecido pela quiiq via download, as licenças são enviadas em documento escrito por e-mail... por isso não esperem uma caixinha toda janota, cheia de papelada e CD's.
    Isto é claro o preço sem configuração/programação da casa no software.

    Já nem me lembrava que isto assim falado parece caro... Eu vendo sempre soluções conjuntas de ecrã táctil + software + configuração e assim sendo fica a par de qualquer ecrã táctil KNX, tendo a vantagem de integrar o CCTV e o vídeoporteiro!
  10.  # 9

    Aerca do custo, depende muito da casa e das funcionalidades.

    Mas como exemplo, uma Moradia T4, 3 PISOS e PISCINA, pode ascender a 20000€, incluindo:

    Sistema Domótico (interruptores de controlo, e todos os actuadores de luz, estores, tomadas , dimmers, termostatos, etc...)
    Sistema de Segurança (intrusão, incendio, inundacao, Monoxido de Carbono, Fugas de gás, ...)
    Videoporteiro
    CCTV (câmeras + gravação + transmissão por internet)
    Som ambiente (Quartos, WC's, salas, cozinha, escritorio/ginasio, exterior)
    Controlo de Climatização (AC, piso radiante, Aq. central, ...)
    Controlo Rega
    Ecrã táctil de 15" e software de controlo de toda a casa

    De qualquer das formas tendo em conta o valor de mercado da casa, podemos contar com cerca de 5% desse valor!

    Sugiro que para valores concretos enviem as plantas das vossas casas.
    Assim poderemos fazer uma simulação concreta.

    Abraços
  11.  # 10

    Os referidos 20000€ inclui cabelagem de todos o sistema electrico e BUS?

    É possível controlar abertura e fecho de portões? Tanto de entrada de terrenos como garagens?
  12.  # 11

    Esse preço é orientativo e inclui toda a cablagem de segurança, som ambiente, BUS domotico, CCTV e videoporteiro.
    Quanto ao controlo de portões, SIM, está previsto já em todas as situações, mas não inclui o preço dos motores para os mesmos.
    Quanto à cablagem de potência (220v), essa não está incluída, pois é sempre necessário um electricista na obra para instalação de quadros, ITED e tomadas não controladas pela domótica.
    Assim sendo, será o electricista que fornecerá o cabo eléctrico, bem como o tubo necessário.
    Salvo também o aspecto de que a aparelhagem eléctrica que não seja referente a interruptores (que serão específicos) não consta também desse valor.

    MAIS UMA VEZ RELEMBRO, PARA NÃO CAUSAR "ALARMISMOS" EM RELAÇÃO AOS PREÇOS, QUE CADA CASO É UM CASO!
    TENHO CASOS EM QUE NÃO CHEGOU SEQUER A METADE, EMBORA SE DEVA DEPREENDER QUE AS FUNCIONALIDADES TAMBÉM FICARAM REDUZIDAS!

    Abraço
  13.  # 12

    Ora, para todos aqueles que gostariam de ver mais ou menos o que de raiz propomos com um sistema domótico assente em gestão COMFORT, aqui fica uma memória descritiva das funções que são tidas como típicas.
    Claro que depois, cada utilizador poderá ajustar as funções à sua medida!

    http://www.megaupload.com/?d=AWCXXWKW

    Abraço,
    Estas pessoas agradeceram este comentário: electrao, RoyaL, ejardim
    • RoyaL
    • 21 Setembro 2009 editado

     # 13

    SmartMedia, li o documento que deixou e tenho 3 questões:

    1 - O Orçamento deste projecto foi aquele que indicou? 20.000 €?

    2 -

    toda a parte de comando (interruptores), será conectada por este tipo de cablagem [UTP]

    De quantos pares de fios são compostos os cabos para os interruptores? Se não me engano KNX requer apenas 1 par (2 fios), certo?

    3 - Dado que não fazem o trabalho de Electricista e este tem que ser feito conforme regras da Domótica (exemplo: Energia não passa nos interruptores), como gerem com os vossos Clientes projectos de casas que são construidas de raíz? Sub-contratam vocês o electricista ou definem o projecto todo para o Electricista do empreiteiro da obra? Ou...?

    Obrigado.
  14.  # 14

    @ RoyaL

    1 - Por acaso esse projecto ficou por 17.900€ (chave-na-mão), pois depende muito das dimensões da respectiva casa.

    2 - KNX, tal como o VelBUS necessitam de 2 pares (alimentação + dados). Optamos sempre por usar UTP, pois sobram assim pares para podermos usar interruptores não domóticos (convencionais) para funções ou locais menos exigentes.

    3 - Ambas as possibilidades são viáveis. Na maior parte dos casos, nós definimos todo o projecto, deixando apenas a rede de tomadas quase sem intervenção, pois controlamos apenas algumas delas. Assim sendo os nossos clientes podem escolher a empresa de electricidade de acordo com os seus critérios, desde que depois executem conforme o projecto.
    Acerca de sermos nós a nomear a empreitada de electricidade, normalmente recorremos a empresas com quem já temos historial/portfólio conjunto, mas não representa mais do que uma proposta para comparar em termos de orçamento.
  15.  # 15

    Colocado por: SmartMedia

    2 - KNX, tal como o VelBUS necessitam de 2 pares (alimentação + dados). Optamos sempre por usar UTP, pois sobram assim pares para podermos usar interruptores não domóticos (convencionais) para funções ou locais menos exigentes.


    Smartmedia
    Pode-se usar o cabo utp para ligar BUS/KNX ????

    Jose Maia
  16. Ícone informação Anunciar aqui?

  17.  # 16

    Colocado por: jmaia
    Smartmedia
    Pode-se usar o cabo utp para ligar BUS/KNX ????

    Jose Maia


    Sim. UTP é um cabo the pares interlaçados sem blindagem. Exemplo: Cabo telefonico RJ11 com 2 pares interlaçados. Não tem obrigatoriamente de ser Ethernet Cat5 com 4 pares.
  18.  # 17

    @jmaia

    Falando de "grosso modo", SIM.

    O que se pode e deve fazer caso optemos por essa opção é reforçar, principalmente, o par da alimentação, usando 2 condutores (1 par) por cada ligação ( + e - ).
    Em caso de passagens muito longas ou que cruzem/passem junto com cabos de potência (220v) pode usar-se cabo FTP (Foiled Twisted Pair), que para quem não souber é em tudo semelhante ao UTP (Unshielded Twisted Pair), mas conta com uma protecção (normalmente folha de alumínio) contra interferências electromagnéticas.

    O cabo designado próprio para EIB/KNX não deixa contudo de ser o mais indicado (mas não obrigatório) para o efeito, pois é fabricado e certificado com características que lhe permitem inclusive, "circular" nos mesmos tubos da instalação de potência (220v).
    Nesse aspecto, não diria que o FTP carece dessa protecção, apenas que a CERTIEL não "passaria" uma instalação em que FTP passasse no mesmo tubo que 220v.

    RESUMINDO:

    UTP serve para ligar EIB/KNX sendo que em casos mais críticos será melhor FTP.

    Abraço
    Estas pessoas agradeceram este comentário: ejardim
  19.  # 18

    Colocado por: SmartMediaO cabo designado próprio para EIB/KNX não deixa contudo de ser o mais indicado


    Mas...? Porque não é usado? Preço?
  20.  # 19

    Sim, esse é o factor mais inibitório.
    Por vezes a existência de stock imediato também constitui problema.
  21.  # 20

    Mais uma pergunta (sou mesmo chato mas começo a dismistificar o KNX...):

    Este projecto com esta MD com VelBUS+Quiiq = 17500€

    Se fosse exclusivamente KNX/EIB ficaria a quanto (números por alto)?
    Estas pessoas agradeceram este comentário: ejardim
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">