Iniciar sessão ou registar-se
    • zed
    • 31 outubro 2020

     # 181

    Blissus leucopterus

    Concordam com este comentário: Poolgarden, Gaspia
    Estas pessoas agradeceram este comentário: eu, LUMAPICA
  1.  # 182

    Colocado por: PoolgardenO que partilhei convosco que efeito tem sobre o blissus, não sei. Se é a planta que absorve a mistura e o blissus já não gosta da seiva, se anula a toxina que os americanos referem que o blissus liberta quando suga a seiva? Também não sei.

    Mas o facto é que acompanho cada jardim semana após semana e o problema pára. E continuo a ver blissus embora em muito menor quantidade.

    Esta é a experiência que posso partilhar e contribuir convosco.

    Assustado estava eu quando num cliente de 3.600 m2 me apareceu uma zona afetada de aproximadamente 20 m2 há 10 semanas atrás, foi quando decidi abandonar os insecticidas e voltar á minha mistura.
    Hoje se lá forem o estrago é de aproximadamente 6 m2.

    Que mais vos posso dizer para ajudar.
    Concordam com este comentário:Gaspia,LUMAPICA
    Estas pessoas agradeceram este comentário:eu,tomcat27
  2.  # 183

    A praga no meu relvado parou, mas a minha dúvida é se parou por ter baixado a temperatura. O bicho parece que está ativo a partir dos 22ºC. Na zona que ficou completamente em palha e com as raízes podres, começou a nascer outro tipo de relva que sobreviveu e que era do inicio do relvado. A pena é ser muito pouca. Quando começar novamente a temperatura a subir vou fazer mais uma ou duas administrações de Pirynex, se entretanto não houver um produto no mercado específico para parar esta praga.
    • SACS
    • 6 novembro 2020 editado

     # 184

    Será este um exemplar??
      received_3538661569527917.jpeg
    • zed
    • 6 novembro 2020 editado

     # 185

    Não. Há foto dos vários estágios não páginas anteriores.
  3.  # 186

    Boa noite a todos, li atentamente as 10 páginas de discussão e vejo que muitos são entendidos na matéria e por isso pergunto se me sabe distiguir estes dois tipos de gramínea?!
    Obrigado
      D02F8F03-A886-49D9-9C1E-F5058CFBA63C.jpeg
      5C0C8197-B8A6-4892-8B5A-70EEAFFA6AAC.jpeg
  4.  # 187

    Colocado por: RikjonesBoa noite a todos, li atentamente as 10 páginas de discussão e vejo que muitos são entendidos na matéria e por isso pergunto se me sabe distiguir estes dois tipos de gramínea?!
    Obrigado


    Boas Fotos. Nítidamente a de cima é kikuyo, a de baixo escalracho. Já plantei bastantes de ambas, e conheço as manhas
  5.  # 188

    Obrigado paramonte, vou apresentar-vos 2 problemas que não estou a conseguir resolver..Este é o primeiro,podemos então dizer que este escalracho está com algum problema!Problema que me levou a encontrar este fórum, pensando que seria este recente problema que está a afectar está gramínea. Mas na realidade nunca encontrei nenhum blissus e ao retirar uma pequena amostra de solo encontrei aquilo que chamamos lagarta branca em números pouco saudáveis. Pelo que andei a pesquisar existe uma solução amiga do ambiente chamado ‘nemátodos’, alguém já experimentou está solução?
      1D615A3F-5E28-42F4-BBCA-95FF3AA6C1E1.jpeg
  6.  # 189

    Este é o estado do escalracho
      3E68FAB6-1107-423D-A451-4E469363DCA2.jpeg
  7.  # 190

    Rikjones, o que tem aí são larvas de escaravelho. Também tive dessa praga há uns meses que infelizmente só resolvi com pesticida.

    Se quiser optar por uma solução mais biológica, tem de facto os tratamentos com nemátodos:
    https://www.prestobio.pt/lagartas-brancas
  8.  # 191

    Essas larvas não afectam o escalracho ou kikuyo.
    Concordam com este comentário: Nortenho
    • eu
    • 26 novembro 2020

     # 192

    Colocado por: RikjonesEste é o estado do escalracho
      3E68FAB6-1107-423D-A451-4E469363DCA2.jpeg


    Com o frio é normal ficar assim.
  9.  # 193

    Colocado por: RikjonesEste é o estado do escalracho


    Esse esclaracho parece estar adormecido com o frio. Tomara o meu estar assim.

    Espere pelo verão/primavera
  10.  # 194

    Boa noite a todos, agradeço desde já todo o Feedback e ver que o saber está na partilha. Em relação ao escalracho penso que temos um problema maior, sei que abaixo dos 15C (temperatura do solo) o escalracho adormece e todos os anos demostra este comportamento mudando de cor e não crescendo,todavia este ano começou a secar nos limites do relvado e depois comecei a uver um amarelado/seco generalizado que não consigo comparar com anos anteriores. Amanhã tiro e envio fotografias mais detalhada. Cruzo os dedos para que seja apenas frio mas com todo o respeito pelo vosso feedback penso que não é esse o caso.
  11.  # 195

    Pode fungo... Não sei qual é a sua zona ma, por aqui, tem estado chuva e temperatura amena até agora. E nunca tive tantos cogumelos como este ano
    • eu
    • 27 novembro 2020

     # 196

    Colocado por: RikjonesBoa noite a todos, agradeço desde já todo o Feedback e ver que o saber está na partilha. Em relação ao escalracho penso que temos um problema maior, sei que abaixo dos 15C (temperatura do solo) o escalracho adormece e todos os anos demostra este comportamento mudando de cor e não crescendo,todavia este ano começou a secar nos limites do relvado e depois comecei a uver um amarelado/seco generalizado que não consigo comparar com anos anteriores. Amanhã tiro e envio fotografias mais detalhada. Cruzo os dedos para que seja apenas frio mas com todo o respeito pelo vosso feedback penso que não é esse o caso.


    Pois, pela foto é difícil de distinguir.
  12.  # 197

    Bom dia a todos, este é o estado do relvado nos limites do mesmo depois de roçar tanto horizontal como verticalmente, parei de o fazer na vertical quando me apercebi que estaria a piorar a situação, aliás nas partes em que não roço na vertical o relvado mantém se verde pelo contrário onde o fiz o resultado é este.
    Como conseguem observar também pela segunda fotografia a espécie kikuyo é aquela que está a resistir, dado que o relvado é uma mistura entre o escalracho e o kikuyo.
    Ou seja prevejo um futuro difícil para o tão resistente escalracho.
      9AABFAC9-858B-4F70-88F2-2D58E0DA36F7.jpeg
      EA285EAC-19BA-4AC4-9B3B-DD13175E9470.jpeg
  13.  # 198

    Mais um exemplo em que ‘os secos’ começam a dirigir se para o centro do relvado. Nuca tinha visto está situação, comecei a observar isto apartir do inverno do ano passado, tal qual alguns de vocês, uma breve conversa com uma investigadora do instituto de agronomia levou me á conclusão de isto ser o resultado de um pequeno percevejo que se estaria a alimentar da parte radícular do escalracho com um prognóstico difícil por não existir um produto fitofarmaceutico capaz de eliminar ou controlar o mesmo, está conversa foi tida em janeiro e desde então que não tenho tido avanços nesta matéria, até descobrir este fórum. Claramente que a opiniões se dividem e todos nós andamos em fase de teste, no meu caso utilizei em outubro um insecticida forte chamado, claramente no momento errado já que agora não percebo se este aspecto se deve ‘á doença’ ou ao inverno
      7225F437-D406-45CF-9B35-F560C2C7FD2A.jpeg
    • zed
    • 28 novembro 2020

     # 199

    Essa palha está morta, é assim que fica onde o percevejo come os rizomas. Pode arrancar antes da primavera para que cresça relva nova.

    As extremidades junto ao cimento como tem aí são áreas que atingem maiores temperaturas no verão quando o sol aquece o betão, o que as torna mais vulneráveis ao percevejo. Ao passar com a roçadora aí fragiliza ainda mais pois não é um corte limpo.

    Colocado por: Rikjonesnão existir um produto fitofarmaceutico capaz de eliminar ou controlar o mesmo

    Há vários.

    https://www.turffiles.ncsu.edu/insects/chinch-bug-in-turf/

    O que pode acontecer é o bicho ter desenvolvido resistência a determinado insecticida. Por esse motivo é importante que se alterne entre insecticidas com princípios activos diferentes (fonte: https://edis.ifas.ufl.edu/in714).

    Colocado por: Rikjonesno meu caso utilizei em outubro um insecticida forte chamado

    Chamado?
  14.  # 200

    Não me lembro do nome mas o princípio activo e a teflutrina
 
0.0493 seg. NEW