Iniciar sessão ou registar-se
    • FMT
    • 13 Novembro 2019

     # 1

    Boa tarde,
    Venho uma vez mais pedir a vossa ajuda, vou comprar casa com data de construção de 1937 recorr ndo a crédito habitação. E como tal é me exigido pelo banco a planta do imóvel, o problema é que essa planta não existe nem na câmara municipal. Agora foi me sugerido pedir um documento na junta de freguesia para posterior pedido de licença na câmara, existe contudo um problema que me foi comunicado pela imobiliária é que as medidas do imóvel não batem certo, sendo necessário o proprietário recorrer a advogado. Da vossa experiência o que sugerem? Obrigada desde já.
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

  2.  # 2

    Colocado por: FMTé que as medidas do imóvel não batem certo

    Não batem certo em que aspeto.

    Colocado por: FMTsendo necessário o proprietário recorrer a advogado

    A menos que hajam problemas jurídicos, o advogado talvez não seja o melhor técnico para resolver o problema.
    Se calhar com o valor dos honorários de 1 ou 2 consultas do advogado tem a situação resolvida
    • FMT
    • 13 Novembro 2019

     # 3

    Colocado por: zedasilva
    Não batem certo em que aspeto.


    A menos que hajam problemas jurídicos, o advogado talvez não seja o melhor técnico para resolver o problema.
    Se calhar com o valor dos honorários de 1 ou 2 consultas do advogado tem a situação resolvida

    Penso que não batam certo as medidas do registo predial e da caderneta predial.
    Qual sugere ser a melhor maneira de resolver?

  3.  # 4

    Colocado por: FMTQual sugere ser a melhor maneira de resolver?

    Por vezes basta uma rectificação de áreas que pode ser feito por um topografo.
    Em principio será aquilo que o advogado vai fazer, recorrendo na mesma a um topografo. Ou seja, vai pagar os honorários do advogado acrescidos dos do topografo
    Concordam com este comentário: N Miguel Oliveira
    Estas pessoas agradeceram este comentário: FMT
    • FMT
    • 14 Novembro 2019

     # 5

    Colocado por: zedasilvaPor vezes basta uma rectificação de áreas que pode ser feito por um topografo.
    Em principio será aquilo que o advogado vai fazer, recorrendo na mesma a um topografo. Ou seja, vai pagar os honorários do advogado acrescidos dos do topografo
    e pela sua experiência poderá ser uma situação de "fácil" resolução? Quem vai tratar disso serão os proprietários atuais, uma vez que sem isso não conseguimos fazer a compra
  4.  # 6

    Colocado por: FMTe pela sua experiência poderá ser uma situação de "fácil" resolução?

    Na grande maioria dos casos sim.
    • FMT
    • 14 Novembro 2019

     # 7

    Colocado por: zedasilva
    Na grande maioria dos casos sim.
    obrigada, assim já me tranquiliza mais um pouco. Pois estava com receio de darmos seguimento e ser daqueles processos que demoram muito tempo a resolver e complicados. Obrigada uma vez mais
  5.  # 8

    Colocado por: FMTestava com receio de darmos seguimento e ser daqueles processos que demoram muito tempo a resolver e complicados.

    Dependendo do técnico que vão contratar pode ser mais um empecilho que uma solução.
    Já vi processos a demorar mais de 1 ano e a custar na ordem dos milhares quando se resolvia num mês com poucas centenas
    • FMT
    • 14 Novembro 2019

     # 9

    Colocado por: zedasilva
    Dependendo do técnico que vão contratar pode ser mais um empecilho que uma solução.
    Já vi processos a demorar mais de 1 ano e a custar na ordem dos milhares quando se resolvia num mês com poucas centenas

    Aconselha algum técnico na zona da Covilhã?
  6.  # 10

    Na Covilhã não conheço ninguem
    Estas pessoas agradeceram este comentário: FMT
    • FMT
    • há 7 dias

     # 11

    Boa tarde, no seguimento da situação que tinha exposto, após ida às finanças verificou-se que as medidas do imóvel não coincidem entre a caderneta predial e o registo predial, pois tinha sido feito anteriormente um pedido de rectificação de áreas nas finanças por um advogado mas que foi indiferido e nunca mais ninguém voltou a pegar nisso. Agora será pedido a um engenheiro novas medições com planta do imóvel, no entanto após a compra nos pretendemos a eliminação de duas paredes de forma a poder tornar a sala maior, a planta a fazer é só do exterior? Uma vez que são essas áreas que depois contam. E alguém sabe depois como é feito nas finanças, lá informaram que depois com a planta é feita alteração com o formulário do imi (penso eu) e vai também ser averiguado por um engenheiro, e vem ao local? Obrigada desde já
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">