Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boas meus caros.

    Pretendo que a minha moradia tenha beirado à portuguesa. O que foi projetado e orçamentado foi beirado à portuguesa com cornija (ver foto).

    Entretanto eu pretendo que a casa tenha outro tipo de beirado com duas fiadas de telha (ver foto). O problema é que o empreiteiro diz que nunca executou, nem sabe como se faz tecnicamente. A subempreitada fica muito cara.

    Será que alguém me pode dar pormenores técnicos de como se executa este tipo de beirado, de modo a que possa chegar à melhor solução?
      Pormenor beirado.jpg
      beirado com cornija.jpg
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Como beirado à portuguesa, ou próximo disso, só a segunda imagem se me afigura como tal, embora me pareça que há um outro modelo (beirado duplo?) que é conhecido como o tradicional beirado à portuguesa.
    No Portugal dos Pequenitos tem imensas sugestões de beirados à portuguesa e, parece-nos, que nenhum empreiteiro terá dificuldade em fazê-lo.
  4.  # 3

    Colocado por: maria rodriguesque nenhum empreiteiro terá dificuldade em fazê-lo.


    Não é bem assim.

    BAsicamente o que se faz e lançar um fio ( e não uma corda como ja vi caramelos a fazer) entre cantos. essa será a guia para o beirado. Deve sempre ser garantida a pendente do canal e deve-se de dar o desconto as peças especiais de canto (externos e/ou internos) que podem ter mais ou menos peças.

    A capa (telha de cima) pode ser cheia fora, no local, ou ainda comprada já cheia (neste momento nao sei se ainda ha fornecedores a vender capa cheia, ha algum tempo que sai do circuito dos telhados).

    Seja como for, eu sempre preferi encher fora, fica um trabalho mais limpo. Depois tem de e respeitar a métrica, que será sempre em função do espaço entre cantos, logo requer preparação e atenção.
    As argamassas devem ser bastante bastardas.

    Relativamente ao beirado de cima, so fiz uma vez e basicamente é aplicar telha como cofragem para se conseguir aquele desenho. De resto é igual é ao que descrevi.

    Se vir bem a primeira foto é com capas cheias no local (ou seja, metem a massa e depois apertam a capa contra esta "cama", e a segunda foi cheia fora, etá mais limpo.

    Em termos básicos é isto...
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  6.  # 4

    Colocado por: HAL_9000Boas meus caros.

    Pretendo que a minha moradia tenha beirado à portuguesa. O que foi projetado e orçamentado foi beirado à portuguesa com cornija (ver foto).

    Entretanto eu pretendo que a casa tenha outro tipo de beirado com duas fiadas de telha (ver foto). O problema é que o empreiteiro diz que nunca executou, nem sabe como se faz tecnicamente. A subempreitada fica muito cara.

    Será que alguém me pode dar pormenores técnicos de como se executa este tipo de beirado, de modo a que possa chegar à melhor solução?
      Pormenor beirado.jpg
      beirado com cornija.jpg


    Sem algeroz?
  7.  # 5

    o forum mostra as imagens pela ordem inversa.

    pelo que deduz que o projectado e orçamentado tenha sido a segunda foto e agora está a querer fazer o beirado duplo da primeira foto.

    o dito beirado à Portuguesa (o da segunda foto) já se massificou de tal forma que já se compra feito e basta aplicar

    o beirado duplo, vejo-o aqui na minha zona em casas mais antigas e não deve ser fácil de ser feito com as tecnicas construtivas actuais. repare que aquilo não é mais do que um canudo de telha aplicado em cima da parede, cheio de massa e depois leva o outro beirado em cima. Mas vejo aquilo em casas antigas em que não havia lajes aligeiradas, os telhados eram feitos ainda em madeira e depois levam uma forra. Para fazer isso agora, penso que a laje tinha que ser pensada para não assentar em cima de toda a parede, apenas em metade dela para dar espaço para fazer depois à mão esse efeito ao beirado. Penso que o esforço financeira de o fazer actualmente não deve ser de desprezar. Contente-se com o que foi pensado e orçamentado.

    Na minha casa, como queria colocar caleiras para encaminhar as águas da chuva para uma cisterna que já tinha no terreno, nem o beirado à Portuguesa levou, estar a gastar dinheiro nisso e depois tapar com as calerias, não me fez sentido.
  8.  # 6

    Colocado por: pauloagsantoso beirado duplo, vejo-o aqui na minha zona em casas mais antigas e não deve ser fácil de ser feito com as tecnicas construtivas actuais. repare que aquilo não é mais do que um canudo de telha aplicado em cima da parede, cheio de massa e depois leva o outro beirado em cima. Mas vejo aquilo em casas antigas em que não havia lajes aligeiradas, os telhados eram feitos ainda em madeira e depois levam uma forra. Para fazer isso agora, penso que a laje tinha que ser pensada para não assentar em cima de toda a parede, apenas em metade dela para dar espaço para fazer depois à mão esse efeito ao beirado. Penso que o esforço financeira de o fazer actualmente não deve ser de desprezar. Contente-se com o que foi pensado e orçamentado.


    só tem de contrabalançar ou ancorar a estrutura com umas bengalas em aço. obviamente isso deveria ter sido previsto em projecto.
  9.  # 7

    Colocado por: wuxing

    Sem algeroz?
    sim, não pretendia por caleira. Não vou pagar um beirado caríssimo para depois o esconder. O empreiteiro acha que me vou arrepender, mas pronto. Não aconselha?
  10.  # 8

    Colocado por: RRoxxRelativamente ao beirado de cima, so fiz uma vez e basicamente é aplicar telha como cofragem para se conseguir aquele desenho
    Quer com isto dizer que ao encherem a laje to tecto estas telhas devem ser colocadas na cofragem? é precisamente esta fiada inferior de telha que o empreiteiro não tem experiência a fazer. E para não inventar prefere contratar quem faça, pagando eu é claro, mas é caríssima a mão de obra.
  11.  # 9

    Colocado por: pauloagsantospelo que deduz que o projectado e orçamentado tenha sido a segunda foto e agora está a querer fazer o beirado duplo da primeira foto.
    correcto

    Colocado por: pauloagsantosPenso que o esforço financeira de o fazer actualmente não deve ser de desprezar. Contente-se com o que foi pensado e orçamentado.
    Pois estou a chegar à conclusão que é a melhor opção. Mas este beirado ainda se faz actualmente. Inclusive a foto em questão é de uma casa que passou aqui no forum o "monte do regato" e ficou giríssima. Mas claro ja imaginava que um beirado destes exigisse um artista ou um empreiteiro estudioso.

    Obrigado pela ajuda
  12.  # 10

    Colocado por: pauloagsantosNa minha casa, como queria colocar caleiras para encaminhar as águas da chuva para uma cisterna que já tinha no terreno, nem o beirado à Portuguesa levou, estar a gastar dinheiro nisso e depois tapar com as calerias, não me fez sentido.
    Se bem me lembro do seu projecto, A sua casa pedia um beirado destes. Mas sim não faz sentido fazer este beirado e depois tapar.
  13.  # 11

    Colocado por: pauloagsantos
    Na minha casa, como queria colocar caleiras para encaminhar as águas da chuva para uma cisterna que já tinha no terreno, nem o beirado à Portuguesa levou, estar a gastar dinheiro nisso e depois tapar com as calerias, não me fez sentido.


    Não podia ter escondido as caleiras?

    Colocado por: HAL_9000sim, não pretendia por caleira. Se não estou a pagar um beirado caríssimo para depois o esconder. Não aconselha?


    Não me parece aconselhável mas espere por + opiniões.
    Creio que se pode colocar a caleira escondida.
  14.  # 12

    Colocado por: HAL_9000Quer com isto dizer que ao encherem a laje to tecto estas telhas devem ser colocadas na cofragem? é precisamente esta fiada inferior de telha que o empreiteiro não tem experiência a fazer. E para não inventar prefere contratar quem faça, pagando eu é claro, mas é caríssima a mão de obra.


    Não, não fique com o beirado embutido na laje, parte as telhas todas.

    Deve fazer um massame ancorado á laje de esteira e usar a telha como cofragem (com placas escoradas por baixo para não partir enquanto as argamassas curam.

    quanto á questão da caleira, pode sempre fazer uma caleira interior, estes beirados podem e devem ser meramente decorativos, claro que isso levanta outro tipo de questões e requer soluções mais dispendiosas para escoar as águas pluviais. Vou procurar aqui uma foto ou duas que tenha no arquivo que ilustrem dentro do possivel...
    Estas pessoas agradeceram este comentário: HAL_9000
  15.  # 13

    Colocado por: wuxingSem algeroz?
    ? o algeroz faz falta?
    ;)
  16.  # 14

    Colocado por: antonylemosuer soluções mais dispendiosas para escoar as águas pluviais. Vou procurar aqui uma foto ou duas que tenha no arquivo que ilustrem dentro do possivel...
    Eu parti do principio que não, e por isso escolhi não por. Mas empreiteiro, pais, vizinho, cão e gato já me deram todos os motivos e mais alguns para colocar. É portanto de opinião que as caleiras são dispensáveis?
  17.  # 15



    Não tem muito a ver, mas o principio era o mesmo, o beirado era duplo mas era recolhido em relação ao "principal" que ve na foto (se a memória não me atraiçoa). como vê tem uns 40 50 cm de massame que "contrabalançam" o beirado. Neste caso a telha tambem estava apoiada alguns centímetros obre a cimalha, dai nao estar tão amacissado.

    Ficou o de baixo, saiu o de cima.
  18. Ícone informação Anunciar aqui?

  19.  # 16

    Colocado por: HAL_9000É portanto de opinião que as caleiras são dispensáveis?


    depende do uso que faça do exterior e do que tenha por baixo. se for terra não dispense, ou arranje maneira de evitar que a água do beirado lhe suje a parede com salpicos de lama.
  20.  # 17

    Colocado por: HAL_9000É portanto de opinião que as caleiras são dispensáveis?
    sou.

    numa cidade percebe-se.. quando chove é chato levar com as pingas.. mas se for uma casa isolada não vejo qq necessidade de as ter.

    mas há quem pense diferente.. se for para ter um beirado não as ponha.
  21.  # 18

    Pode ser por uma questão de diminuir a quantidade de água que escorre para o solo.
    Fazendo essa recolha é menos "trabalho" pvara as impermeabilizações e drenagens...
  22.  # 19

    Colocado por: RRoxx
    depende do uso que faça do exterior e do que tenha por baixo. se for terra não dispense, ou arranje maneira de evitar que a água do beirado lhe suje a parede com salpicos de lama
    concordo com o comentário. evitar os salpicos é facil. para isso servem os embasamentos.. em vez de terra ter gravilha ou godo bem drenada à volta da casa
    Concordam com este comentário: RRoxx
  23.  # 20

    Colocado por: manelvcPode ser por uma questão de diminuir a quantidade de água que escorre para o solo.
    Fazendo essa recolha é menos "trabalho" pvara as impermeabilizações e drenagens..
    Isto de facto pode ser preocupante, levar mais água para o solo. Mas quando chover a àgua já está no solo e está.

    Para proteger as paredes a moradia terá pergola em parte com placa por baixo e leva um passeio de 80 cm no restante. Queria também colocar seixo branco, porque gosto do contraste com a cor forte da casa, mas ainda não consegui conjugar com o passeio e as pingadeiras do beirado
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">