Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    FFDA percebo o que diz mas se 1000€ não chega para sobreviver o que dizer de centenas de milhares de pessoas que recebem 700€ e 800€?!

    Como já alguém disse aí a trás óbvio que com esses ordenados não dá para viver em moradias na minha zona (Odivelas) quanto mais no centro de LX ou linha Cascais mas já dá para comprar no Cacém, amadora e por aí fora.

    Já disse consigo reunir com facilidade em minha casa um grupo de amigos que não conseguem tirar mil€ limpos por mês e todos eles com maior ou menor dificuldade conseguem sobreviver e nenhum deles vive em casa dos pais.
    Concordam com este comentário: RRoxx
    • FFAD
    • 4 dezembro 2020 editado

     # 2

    Colocado por: Ajnt1985FFDA percebo o que diz mas se 1000€ não chega para sobreviver o que dizer de centenas de milhares de pessoas que recebem 700€ e 800€?!

    Como já alguém disse aí a trás óbvio que com esses ordenados não dá para viver em moradias na minha zona (Odivelas) quanto mais no centro de LX ou linha Cascais mas já dá para comprar no Cacém, amadora e por aí fora.

    Já disse consigo reunir com facilidade em minha casa um grupo de amigos que não conseguem tirar mil€ limpos por mês e todos eles com maior ou menor dificuldade conseguem sobreviver e nenhum deles vive em casa dos pais.


    Eu entendo, e também não sei como fazem, mas provavelmente nunca é só uma pessoa a ganhar isso, têm de ser o casal o que já no minimo 1200, depois é apertar o cinto, mas claro que depende da localidade.

    E eu não disse que não era suficiente para sobreviver, mas se estamos a falar em sobrevivência, não me parece ser uma característica de classe média.
  2.  # 3

    não pode mas é FFAD
    ter as contas em dia, casa carro alimentação e ir vivendo, é hoje em dia a nossa classe média.
    Concordam com este comentário: Gambino
    • FFAD
    • 4 dezembro 2020

     # 4

    Colocado por: marco1não pode mas é FFAD
    ter as contas em dia, casa carro alimentação e ir vivendo, é hoje em dia a nossa classe média.
    Concordam com este comentário:Gambino


    Infelizmente parece que sim...

    Mas também alguns andam com as prioridades todas trocadas. Farto-me de ver carros a cair de podre, já com as matrículas novas. Para quê???
    Concordam com este comentário: Apostador
  3.  # 5

    E também não nos podemos esquecer que apesar de as casas hoje estarem a preços loucos nem sempre foi assim, eu por exemplo vendi um T3 na amadora em 2013 por 85mil€ a um casal jovem.
    Se eles tiverem feito crédito a 40anos têm uma renda de quê 270€ mês? Com o puto na escola pública (havia uma mesmo em frente ao prédio) e um carro barato dá perfeitamente para sobreviver com 1400€ mês por casal.
    Concordam com este comentário: buraburamono
  4.  # 6

    Colocado por: GambinoVamos lá ver uma coisa.

    O meu pai, há muito anos, disse-me:

    -"onde é que um indivíduo que ganha 5.000€ é rico?! Só em Portugal!"


    O conceito de rico é muito subjectivo. Tu és rico, mas dentro dos ricos, serás um rico pobre!

    Na minha família mais próxima não deve haver nenhum casal na casa dos 50-60 com patrimónios (casas+carros+outros) abaixo de 1M e eu não considero nenhum deles rico. A nova geração, onde estou, já terá uma maior dificuldade a conseguir o mesmo antes de herdar, mesmo com medicinas e outras profissões bem pagas.
    Concordam com este comentário: ferreiraj125
  5.  # 7

    Colocado por: TicMic



    O conceito de rico é muito subjectivo. Tu és rico, mas dentro dos ricos, serás um rico pobre!

    Na minha família mais próxima não deve haver nenhum casal na casa dos 50-60 com patrimónios (casas+carros+outros) abaixo de 1M e eu não considero nenhum deles rico. A nova geração, onde estou, já terá uma maior dificuldade a conseguir o mesmo antes de herdar, mesmo com medicinas e outras profissões bem pagas.


    Não vou apontar números concretos sobre mim, tal como não apontei a minha especialidade.

    Sou rico o suficiente para despertar em alguns ciúme, inveja e polémica de hábitos de consumo, estilo de vida, posses e estatuto social.

    Quando alguém diz que "é melhor" esconderes o que és e o que tens, é um sinal que tens "demais" para um largo número, ao ponto de destabilizar e frustrar alguns.

    O meu director de serviço é mais rico que eu. O meu antigo director de serviço também é mais rico que eu. Eu sou mais rico que que a maioria dos médicos, porque a maioria é doutras especialidades. Junto dos colegas da minha especialidade estarei no primeiro quarto da escala de riqueza, porque investi em vez de só gastar como fazem vários.
  6.  # 8

    Colocado por: Anonimo06122020Proponho novo tema para este tópico "Quem tem a p### maior"...


    Eu sou europeu, portanto não devo ser eu.
    • FFAD
    • 5 dezembro 2020

     # 9

    Colocado por: Ajnt1985E também não nos podemos esquecer que apesar de as casas hoje estarem a preços loucos nem sempre foi assim, eu por exemplo vendi um T3 na amadora em 2013 por 85mil€ a um casal jovem.
    Se eles tiverem feito crédito a 40anos têm uma renda de quê 270€ mês? Com o puto na escola pública (havia uma mesmo em frente ao prédio) e um carro barato dá perfeitamente para sobreviver com 1400€ mês por casal.


    Sim, lembro-me de uma colega minha andar a pagar 150 Euros de renda de uma casa que comprou no Cacém...
  7.  # 10

    Colocado por: Anonimo06122020Proponho novo tema para este tópico "Quem tem a p### maior"...
    Concordam com este comentário:buraburamono


    e que por coincidência só são ouvidos num fórum anónimo na internet eheh.
    mas é interessante observar estes fenómenos de um ponto de vista sociológico.
  8.  # 11

    Colocado por: Gambino


    Junto dos colegas da minha especialidade estarei no primeiro quarto da escala de riqueza, porque investi em vez de só gastar como fazem vários.

    Como sabe que os outros só gastam?
    Não é muito normal, entre amigos (e muito menos colegas), andar a dizer quantas casas se tem e qto se recebe de rendas.
    É um assunto que fica entre pais e irmãos, no máximo (até porque a maioria " externa" à famila podia não acreditar).
  9.  # 12

    Colocado por: DonaRute
    Como sabe que os outros só gastam?
    Não é muito normal, entre amigos (e muito menos colegas), andar a dizer quantas casas se tem e qto se recebe de rendas.
    É um assunto que fica entre pais e irmãos, no máximo.


    Não é pelo que se gasta que "faço contas". Isso é relativamente irrelevante em relação a alguns, que tenho noção que gastam mais que eu (basta ver alguns hábitos...).

    O meu director e alguns dos colegas gastam muito mais que eu, mas muito mesmo! As minhas despesas são modestas ao pé das deles, é fácil constatar por coisas que vejo, que sei e que contam (posso dar vários exemplos mas torna-se exaustivo)... Mas desses, vários fazem o dobro, ou triplo das cirurgias em privada que eu faço e alguns ainda pedem honorários à parte das mesmas, em cima do valor já cobrado do hospital que já inclui honorários deles! "Quer ser operado por mim? Tem de pagar mais X em cima do orçamento da cirurgia. Se não procure outro."

    É pelo que sei que têm em património que tiro conclusões.
  10.  # 13

    Colocado por: Gambino

    Não é pelo que se gasta que "faço contas". É pelo que sei que têm em património

    Nunca sabe tudo. Só se forem dos gabarolas.
    Concordam com este comentário: ferreiraj125
  11.  # 14

    Um dos meus colegas tem um maseratti...e um Ferrari - trabalha no São João. Novos. Comprados a pronto, mas ainda que fossem a crédito...É preciso que dêem crédito.

    Um antigo director de serviço meu vendeu a clínica dele ao grupo cuf, acordo que incluiu ele ficar na cuf com o pessoal todo da clínica e outras benesses e um cargo para ele...

    O meu director de serviço é dono duma empresa de material cirúrgico que ganha concursos públicos de fornecimento de hospitais do SNS todos os anos. Além de fornecer hospitais privados. Eu próprio encomendo material dele na privada (que remédio...).

    Um colega meu tem uma quinta no Douro, com uma lancha, tem dois filhos em Oxford, opera em hospitais privados no estrangeiro (com viagem incluída e além de operar cá) e mora numa moradia da avenida da Boavista, bem perto da do Rui Moreira...


    Acho que chega de exemplos donde concluo que estes gastam mais, mas ganham bem mais que eu e que são mais ricos. Mas posso dar mais exemplos inequívocos deste tipo.
  12.  # 15

    Colocado por: DonaRute
    Nunca sabe tudo. Só se forem dos gabarolas.


    Leia o que escrevi e percebe a dimensão das coisas e como sei, porque não há como não saber.

    Não são gabarolas, só tenho um colega que se gaba, mas nem é dos que tem mais motivos para isso.
  13.  # 16

    Medicos/ empresários é diferente. Esta à vista de todos.
    Falta saber se investem na bolsa :)
  14.  # 17

    Colocado por: DonaRuteMedicos/ empresários é diferente. Esta à vista de todos.
    Falta saber se investem na bolsa :)


    Qualquer médico com volume significativo de privada é empresário, já expliquei porquê...

    Até tarefeiros do SNS o fazem sob o regime de empresa, com ganhos óbvios...


    A questão é mais profunda.
    • Rico
    • 5 dezembro 2020

     # 18

    Colocado por: Ajnt1985E também não nos podemos esquecer que apesar de as casas hoje estarem a preços loucos nem sempre foi assim, eu por exemplo vendi um T3 na amadora em 2013 por 85mil€ a um casal jovem.
    Se eles tiverem feito crédito a 40anos têm uma renda de quê 270€ mês? Com o puto na escola pública (havia uma mesmo em frente ao prédio) e um carro barato dá perfeitamente para sobreviver com 1400€ mês por casal.
    Concordam com este comentário:buraburamono


    Tem razão. Eu comprei casa em 2015 em Lisboa, nos olivais por 75mil euros. Um T2. Eu e a minha mulher tiramos 2mil euros líquidos mensalmente e mesmo tendo duas crianças dá para viver confortavelmente pq também entrerando liquidei o CH que tinha.
  15.  # 19

    E quanto vale hoje essa casa?
  16.  # 20

    Olivais tem zonas diferentes, mas mesmo que seja numa das zonas menos boas, parece.me que , a menos que tenha precisado de remodelação total, em 2015 foi muito bem comprada.
 
1.2875 seg. NEW