Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa noite a todos do fórum ,desde já agradeço qualquer ajuda proveniente deste fórum .
    A minha falecida mãe foi inquilina de um imóvel durante 40 anos 5 senhorios,nenhum problema a saúde começou a agravar e eu que sempre tive a morada fiscal no referido imóvel mudei para lá e abandonei o meu para cuidar de minha mãe .
    O imóvel precisava de obras ,vivíamos em condições precárias e o imóvel foi vendido a uma imobiliária ,que prometeu as devidas obras ,nunca apareceram ,a minha falecida mãe propôs que o contracto fosse alterado para meu nome dado a debilidade da saúde dela ,foi recusado .
    Faleceu em julho após o pagamento da renda ,avisei o senhorio por carta registada em agosto ,em setembro recebo via e-mail uma proposta de contracto onde a renda passaria de 160 para 550 euros ,valor impossível para mim estou desempregado ,comecei a sondar alternativas e depositei o valor da renda desse mês ,recentemente recebi uma carta registada de uma advogada a querer que eu abandone o imóvel em 10 dias e entregue as chaves ,e que pague 5 mil euros de danos morais e judiciais porque alega que a minha mãe desde 2018 não tinha contracto legal .
    Saliento que o IRS sempre foi aceite as rendas pagas e existem recibos , eu decidi abandonar o imóvel de cabeça erguida não quero problemas ,agora e chamadas e e-mails e estou a sofrer pressão .
    Gostaria de saber de quanto tempo disponho ,de como sair desta terrível situação ,eu queria negociar nem pude ,presizo de pelo menos 20 dias para me mudar .
    Não quero causar problemas a ninguem ,estou disposto a pagar mas algo justo
    Obrigado a todos os que me ajudarem com suas opiniões .
  2.  # 2

    Ainda elaboro uma série de situações
    A câmera municipal facultou o selo para o meu veículo na residência questão .
    Água e luz estão em meu nome tudo legal seguindo os termos da lei através da habilitação de herdeiros e certidão de óbito pagamentos todos em dia .
    Sempre estive disposto a negociar ,mas valores razoáveis ,não ultimatos .
    Já tenho em vista uma solução ,mas como referi tenho de ter margem de tempo .
    Não quero ir a tribunais ,arrastar inocentes testemunhas ou afins .
    Não tenho disponibilidade financeira para processos e arrastar da situação .
    Quero sair com dignidade e sem psp ,pela memória de minha mãe e por mim mesmo não quero que as pessoas que cresceram comigo me vejam a sair como um digamos bandido ,e julgamento da vox populi pode trazer problemas são sempre julgamentos s defesa.
    A casa começou a apresentar um elevado nível de problemas nas canalizações ,e nas janelas ainda irão dizer que fui eu a danificar .
    A minha morada fiscal e na residência a 36 anos sou o único herdeiro .
    Espero ter dado mais dados cruciais se alguém me ajudar desde já obrigado
    • smst
    • 14 Outubro 2020

     # 3

    Algumas observações:
    -As imobiliárias não compram casas, apenas são intermediários entre os proprietários e os possíveis compradores ou arrendatários, sendo que a negociar algo teria de ser com o proprietário da casa.
    -Os contratos de arrendamento não passam de pais para filhos.
    -Acho que por falecimento do arrendatário os herdeiros tem até 6 meses para desocupar o imóvel (pagando as rendas.
    -O IUC (selo automóvel) é pago às finanças (e não á Câmara Municipal) e é obvio que a morada que aparece é a que você tiver no cartão de cidadão.
    -Sugiro que consulte um advogado ou solicitador, no entanto acho que tem de abandonar a casa ou então aceitar fazer um novo contrato em seu nome com o valor que o proprietário pretende. Se as rendas estão em dia apenas terá de pagar as que vencerem até à sua saida. Procure casa e verifique se pode ficar aí até ao fim do ano (consulte advogado ou solicitador).
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Matosseijuro
  3.  # 4

    Obrigado pela ajuda de salientar
    Referia me ao selo de estacionamento municipal
    Ainda não passaram os 6 meses do falecimento de minha mãe
    Eu quis negociar o contracto mas como referi nunca apareceu uma proposta e quando foi falado foi um valor 4 x superior
    Decidi abandonar o imóvel a questão e saber quantos dias disponho legalmente ?
    As rendas estão em dia pela renda antiga
  4.  # 5

    Veja lá é se consegue arrendar uma outra casa por esse valor que tem em mente, antes de sair dessa.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Matosseijuro
  5.  # 6

    Tenho em vista já uma casa To mais anexo por 300 euros legalmente ,eram os 300 que estava disposto a pagar por esta ,que está a necessitar de obras urgentemente ,eu não irei pagar 550 euros por isto
    A única dúvida e mesmo quantos dias irá demorar a psp a me bater a porta com ordem de despejo .
    ???
    A advogada do senhorio não negociou e vai dar entrada dia 20 com a via judicial após isso pelo menos presizo de 15 dias para mudar as coisas ....mas com psp a porta e barracas e que não .
  6.  # 7

    Até a PSP ir aí ainda há de correr muita tinta....
    Concordam com este comentário: AlexMontenegro
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Matosseijuro
  7.  # 8

    ???? Como assim?
    Eu já tenho tudo de valor fora de casa
    A água e luz tenciono cortar para o mês
    Como disse presizo entre 15 a 20 dias para os projetores finais limpeza casa nova e afins .
    A advogada não para de dizer que dia 20 entra a ordem judicial e em 5 dias a psp e o agente de execução batem me a porta fechadura nova e adeus....
  8.  # 9

    Tem por aqui gente que não paga, e não os conseguem pôr a andar. É você que até tem tudo pago, metem no fora tão rápido? Não vivemos no mesmo país, se calhar...
  9.  # 10

    A questão e que eu quero sair mas tenho de ter tempo
    Não e fácil ,ando em mudanças sozinho basicamente ,a mais de 1 mês que ando a ser pressionado pela advogada e pela contabilista do senhorio , e sempre a mesma história
    Psp
    Dia 20 acção judicial
    A minha mãe tava sem contracto desde 2018 logo não reconhecem os 6 meses
    E querem 5 mil euros de indenização por danos morais e afins
    Mas as rendas de julho até agora ficaram com elas eles enfim
    E mais e para eu saber quantos dias após dia 20 tenho para não ser apanhado de surpresa as 9 da manhã pela psp .
    1 mês de inferno ,eu não consigo pagar 550 euros ..fiz um esforço mas eles querem tudo a maneira deles ,eu quero e ter paz e nada de problemas .
  10.  # 11

    Colocado por: Matosseijuro???? Como assim?
    Eu já tenho tudo de valor fora de casa
    A água e luz tenciono cortar para o mês
    Como disse presizo entre 15 a 20 dias para os projetores finais limpeza casa nova e afins .
    A advogada não para de dizer que dia 20 entra a ordem judicial e em 5 dias a psp e o agente de execução batem me a porta fechadura nova e adeus....


    Isso é conversa de advogado. Por isso estava a dizer para ter em atenção e ter um sítio para onde ir antes de sair daí.

    Se já tem as coisas organizadas então saia quando puder dessa casa, pois estar ai também não lhe leva nada de bom.

    Mas tem tempo para fazer isso tudo o que quer antes de ir ai alguém, aliás como já disseram ainda está no periodo legal dos 6 meses.

    Em relação à indeminização é para rir.
  11.  # 12

    Se pagar as rendas, pode ficar na casa até 31/12/2020.

    "Com esta aprovação, os despejos — que foram suspensos a partir de março devido à pandemia — continuam suspensos até 31 de dezembro de 2020. Contudo, esta proteção não se aplica quando o inquilino começa a deixar rendas em atraso a partir de outubro."
    Concordam com este comentário: pedrovil
  12.  # 13

    Pronto, tem tempo.
  13.  # 14

    Sim em novembro não estarei já cá isso e certo
    Apenas queria sair com dignidade
    Sendo assim a renda de novembro já não a devo pagar certo?
    E aquela história da psp e dia 20 e afins e que e irritante começo a pensar em bloquear a senhora ,que obteve o número sem me consentimento e através de manobras .
    Só não entendo e como a minha mãe que viveu sempre na legalidade estava ilegal ,enfim ,eu sou o último resistente no imóvel resto eu e um senhor de 90 anos o resto está abandonado ....eles nem alugaram o resto dos andares ,a zona e central e bastante apelativa seja como for o tribunal vai sempre avisar algo certo se receber uma carta dia 20 segundo ela como devo agir ..o tribunal emitirá o despejo não estando eu já cá ?
  14.  # 15

    Se em novembro já não ai está... não se preocupe. E sim se fosse a si não voltava a falar com a senhora. Quando sair entregue as chaves ao proprietário.

    Dignidade você tem, secalhar do outro lado é que é diferente.
    Concordam com este comentário: desofiapedro
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Matosseijuro
  15.  # 16

    Como é que se aplica num caso destes a dita suspensão dos despejos devido á pandemia covid?
    Não tem aplicação?
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Matosseijuro
  16.  # 17

    Eu sinto que meus direitos foram violados na forma de atentado e intimidação enfim .
    Não vou fugir senão ela ainda diz que parti a casa ,ao escritório da dita cuja nem vou ,tecnicamente só quero ter margem de manobra para sair sem pressões .
    O único medo e mesmo se me batem a porta a psp e sou obrigado a passar por figuras ...e por humilhação e que ela insiste que antes do fim do mês ....tem a ordem judicial pronta e psp cá .
  17.  # 18

    Colocado por: smstimobiliárias


    Conheço imobiliárias cujos donos são investidores e compram imóveis além de serem mediadores.
    Agora não sei se compram em nome da empresa. Até será vantajoso em termos fiscais.
  18.  # 19

    Colocado por: luisrdsTem por aqui gente que não paga, e não os conseguem pôr a andar. É você que até tem tudo pago, metem no fora tão rápido? Não vivemos no mesmo país, se calhar...

    O problema é o contrato não estar no nome do actual ocupante.
  19.  # 20

    Então como e feito o despejo
    BNa
    Psp
    A grande questão e quanto tempo disponho eu legalmente até me baterem a porta com ordem ?
    Se bem que em novembro já não estarei lá