Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 21

    Colocado por: mingosm
    Admito, já pensei nisso.


    então pense bem nisso, porque se decidir avançar vai perceber pq a direcção demissionária não está para se chatear mais. O problema deles já for resolvido, o dos outros, que sejam ele a avançar.
  2.  # 22

    Boas

    Alguém com experiência nestas situações que possa ajudar a resolver?

    Estou naturalmente disposto a pagar pelos serviços.
  3.  # 23

    Boa tarde ,
    Gostaria de saber se conseguiu resolver o seu problema com a AUGI e submeter o processo na CM Sintra ? Estou numa situação idêntica, e não vejo como resolver

    Agradeco a atenção
    Cumprimentos
  4.  # 24

    Colocado por: César JoséBoa tarde ,
    Gostaria de saber se conseguiu resolver o seu problema com a AUGI e submeter o processo na CM Sintra ? Estou numa situação idêntica, e não vejo como resolver

    Agradeco a atenção
    Cumprimentos


    Só um técnico consegue resolver o problema, se AUGI não existe e/ou se o lote ficou fora do alvará loteamento em AUGI.
  5.  # 25

    Colocado por: Alto_moinhos_1978

    Só um técnico consegue resolver o problema, se AUGI não existe e/ou se o lote ficou fora do alvará loteamento em AUGI.


    Boa noite,
    O meu terreno neste momento tem Caderneta Predial classificado como urbano para construção, foi registado na Conservatória como urbano , com as confrontações actuais

    Realizei um PIP à CMS , a qual me solicitou um comprovativo de pagamento das taxas devidas à AUGI.
    Ja falei com moradores , e cheguei a conclusão que foram realizadas movimentaçoes a uns anos , onde existiu uma administração, a qual acabou por desistir e neste momento nao existe administração no activo ... portanto nao ha processo de loteamento nenhum

    Solicitei reunião na CMS , estou a espera duma resposta...
  6.  # 26

    Na resposta ao PIP a CM Sintra referiu que o terreno se insere em "Espaços Habitacionais tipo 2" segundo o PDM actual.

    Sei que a maioria dos terrenos próximos ainda estão em Avos , e as casas nao "existem" em termos legais .

    O terreno era do meu pai, que tinha o terreno registado como Urbano para as Finanças. Na Conservatória ainda estava em Avos , mas apos uma escritura de uso capião conseguimos coloca lo como urbano para construção, com os metros actualizados apos levantamento topográfico.

    Depois surgiu esta questao da falta de um documento a comprovar a liquidação referente as estruturas em Augi , sendo que nao existe uma AUGI " activa " . Esta zona tem agua, electricidade, nao tem saneamento basico
  7.  # 27

    Colocado por: César JoséNa resposta ao PIP a CM Sintra referiu que o terreno se insere em "Espaços Habitacionais tipo 2" segundo o PDM actual.

    Sei que a maioria dos terrenos próximos ainda estão em Avos , e as casas nao "existem" em termos legais .

    O terreno era do meu pai, que tinha o terreno registado como Urbano para as Finanças. Na Conservatória ainda estava em Avos , mas apos uma escritura de uso capião conseguimos coloca lo como urbano para construção, com os metros actualizados apos levantamento topográfico.

    Depois surgiu esta questao da falta de um documento a comprovar a liquidação referente as estruturas em Augi , sendo que nao existe uma AUGI " activa " . Esta zona tem agua, electricidade, nao tem saneamento basico


    Pelo que descreve o seu caso é bem diferente do @mingosm
    No seu caso nunca existiu AUGI e os terrenos em ávos nunca foram alvo de um alvará de loteamento. Pela descrição do processo que efectuou e que foi aceite pela Conservatória, arrisco dizer que o seu terreno não resultou de um parcelamento / divisão de um terreno maior. O caminho a seguir é efectivament com a CMS. É esperar a reunião com a CMS e preparar os €€s para as infraestruturas.
  8.  # 28

    A augi segundo a CM Sintra existe , so que quem tratou de inicar a AUGI acabou por desistir muito inicialmente . Os restantes terrenos continuam em Avos na Conservatória , e fazem parte de um terreno geral , eu e que tratei desse processo para de alguma forma tentar la construir . Estou a 2 meses a espera de uma resposta do departamento de urbanismo em relacao a reuniao...
  9.  # 29

    mingosm. Esses problemas tanto podem ser resolvidos em 6 meses como em 10 anos. É difícil saber aqui no fórum. Tem de ir batento a todas as portas (como já deve ter feito). Mas se a associação está demissionaria, não é por aí que vai conseguir alguma coisa em tempo útil. Provavelmente só com uma ordem de tribunal e isso demora tampo e custa dinheiro. Fale com um advogado e tente perceber melhor esse caminho.
    Já equacionou vender o terreno?
  10.  # 30

    Colocado por: nunogouveiamingosm. Esses problemas tanto podem ser resolvidos em 6 meses como em 10 anos. É difícil saber aqui no fórum. Tem de ir batento a todas as portas (como já deve ter feito). Mas se a associação está demissionaria, não é por aí que vai conseguir alguma coisa em tempo útil. Provavelmente só com uma ordem de tribunal e isso demora tampo e custa dinheiro. Fale com um advogado e tente perceber melhor esse caminho.
    Já equacionou vender o terreno?


    O terreno vai ser vendido a um empreiteiro que "tem conhecimentos na câmara", sabem como é. .

    Para quem for ler isto e estiver na mesma situação, no final de contas a CMS acordou comigo em que seria eu a suportar as infraestruturas, aceitando assim o projecto de construção, mesmo sem o tal documento da comissão de moradores.

    Parei e deixei o projecto a meio, porque não estou para esperar mais, apareceu uma boa proposta de compra e decidi comprar uma moradia já construída. Não tenho pachorra para isto

    A CMS além de lenta, é complicada e não tem a menor intenção de ajudar nestes casos. Mesmo coisas simples viram um bicho de 7 cabeças.

    Para mim, finito.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: César José
  11.  # 31

    Boa noite,
    Eu estou em situação idêntica, aguardo neste momento , a quase 3 meses um pedido de reuniao com a parte do urbanismo .

    A proposta da CM Sintra foi pagar as infraestruturas a quem ? A propria câmara?
    Obrigado pela sua partilha
  12.  # 32

    Colocado por: César JoséBoa noite,
    Eu estou em situação idêntica, aguardo neste momento , a quase 3 meses um pedido de reuniao com a parte do urbanismo .

    A proposta da CM Sintra foi pagar as infraestruturas a quem ? A propria câmara?
    Obrigado pela sua partilha


    Seria eu a fazer e custear as infraestruturas. Um custo brutal.
  13.  # 33

    Quando refere um custo brutal estamos a falar de que valores ? Obrigado
 
0.0215 seg. NEW