Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde.

    Venho pedir ajuda, no intuito de me darem indicações de que mais possa eu fazer para resolver uma situação que ocorreu em Novembro de 2020.

    Em Novembro de 2020, uma daquelas empresas de jardinagem contratadas pelas câmaras municipais para limpar os passeios, ao andar a cortar as ervas dos passeios, saltaram milhões de pedras para dentro do meu quintal e o resultado foi uma janela partida.
    Eu estava em casa, teletrabalho, e até estava em chamada telefónica quando comecei a ouvir montes de coisas a saltar e bater na casa. Mal vi o serviço, fui ter com eles, vieram cá e deram-se como culpados, preencheram a declaração para o seguro deles.

    Após 2 meses a seguradora deles fecha o processo dizendo que era uma exclusão geral do seguro e que não iriam pagar. Falámos com o responsável da empresa, a pessoa de contacto a dizer, que então se a seguradora não paga tem que ser eles. A resposta é sempre o seguro enganou-se, tem que pagar sim, já pagaram de outras casas. E remeteram o assunto para a mediadora deles, e pediram (supostamente) reanálise do processo à seguradora.

    Ora com o tempo a passar, já passaram 4 meses, e no final de Abril faz 5 meses...hoje o vidro estalou completamente de uma ponta a outra (1.5*2 metros), ligámos novamente para a mediadora e só nos sabem dizer que não tem resposta da seguradora.

    Alguém que me possa ajudar no que possa fazer para me resolverem esta situação? Onde mais me posso queixar? É que a empresa em questão diz que não paga, que quem tem que pagar é o seguro. Já ameaçámos com a policia e não quiseram saber e também não sabemos se irá adiantar alguma coisa.

    Agradeço a ajuda de quem puder dar dicas para resolver esta situação, uma vez que já está perigoso.

    Não é justo termos que pagar o vidro do nosso bolso, quando foram eles que o partiram, deram-se como culpados e ainda por cima eu estava em casa e vi.

    Obrigada
  2.  # 2

    Troque a janela e tratar depois do resto.
    Concordam com este comentário: Pascendi
    Estas pessoas agradeceram este comentário: citadp
  3.  # 3

    Carta registada com aviso de recepção para a empresa, dar um prazo para a reparação e avisar que caso não reparem avançará para tribunal para ser reçarcido dos custos.
    Findo o prazo e se eles não procederem à reparação mande reparar peça factura e avance com um processo nos Julgados de Paz.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: citadp
  4.  # 4

    E o seu seguro? Já falou com eles?
  5.  # 5

    Colocado por: aniloracrib3E o seu seguro? Já falou com eles?


    Não, ainda não falámos com o nosso seguro. Achamos que não deveríamos de acionar o nosso seguro, quando temos o culpado do ocorrido.
  6.  # 6

    Não digo acionar o seu seguro, mas talvez a sua seguradora consiga ajudar a resolver a situação diretamente com a outra seguradora envolvida.
    Se fosse eu, expunha o caso ao meu seguro, a ver o que dizem.
  7.  # 7

    E já fez queixa na câmara municipal? Devia! Junte o auto, fotos, NIB e orçamento
    Concordam com este comentário: Pascendi
  8.  # 8

    Colocado por: RicardoPortoE já fez queixa na câmara municipal? Devia! Junte o auto, fotos, NIB e orçamento
    Concordam com este comentário:Pascendi


    No próprio dia fiz reclamação na junta de freguesia, que reencaminhou para a câmara municipal. Até hoje sem resposta.
  9.  # 9

    Tem que fazer na câmara uma reclamação/exposição á presidência.

    Peça o número de pedido e ligue p câmara