Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boas pessoal,
    comprei uma casa antiga para recuperar, a casa esta muito bem conservada esta em muito bom estado para a idade, tem telhado novo com vigas de betão. A ideia é restaurar a casa nas fachadas e no interior deitar as paredes a baixo e refazer tudo de novo. A casa tem cerca de 100m2, divididos em 2 pisos, o piso que divide o r/c do 1º andar é em madeira, mas queria manter o piso em madeira ou aço leve.
    Gostaria de saber mais ou menos em que valores me ficaria esta reconstrução, sendo que não necessita de projecto.

    Segue em anexo algumas fotos.

    Obrigado
      WhatsApp Image 2021-04-06 at 22.06.41.jpeg
      WhatsApp Image 2021-04-06 at 22.06.41(2).jpeg
      WhatsApp Image 2021-04-06 at 22.06.40.jpeg
  2.  # 2

    Colocado por: Davide Soaressendo que não necessita de projecto.


    Numa casa dessas as paredes interiores costumam ser colaborantes.

    Pode necessitar de projeto.
  3.  # 3

    Neste caso nao necessito de projeto, so é necessário quando se altera a estrutura as paredes nao fazem parte da mesma, a unica coisa que faz parte é a lage que separa o r/c do 1° mas visto que vai ser em madeira nao tenho que colocar projeto a nao ser que faça em betão
  4.  # 4

    Colocado por: Davide Soaresunica coisa que faz parte é a lage que separa o r/c do 1°


    Nesse tipo de construção a laje necessita do apoio das paredes interiores.

    Se as vai demolir tem de garantir que a laje não sofre com essas demolições.

    Tire isso a limpo com um engenheiro civil.

    Já reabilitei casas desse género.
    Concordam com este comentário: antonylemos
    •  
      Tome_2
    • 6 Abril 2021 editado

     # 5

    Colocado por: Davide Soaresou aço leve

    Se for pelo aço leve torna se ainda mais óbvio a necessidade de projetos.

    A obra pode custar o mesmo que obra nova, depende principalmente se necessita de reforços estruturais fruto da demolição das paredes que quer demolir.
  5.  # 6

    Colocado por: Davide Soaresso é necessário quando se altera a estrutura as paredes nao fazem parte da mesma

    as paredes nao podem fazer parte da estrutura? muito me diz.
    Colocado por: Tome_2Numa casa dessas as paredes interiores costumam ser colaborantes.
    Concordam com este comentário: PREMISSA_ARQ
  6.  # 7

    Colocado por: Davide SoaresA casa tem cerca de 100m2, divididos em 2 pisos, o piso que divide o r/c do 1º andar é em madeira, mas queria manter o piso em madeira ou aço leve.
    Gostaria de saber mais ou menos em que valores me ficaria esta reconstrução, sendo que não necessita de projecto.
      WhatsApp Image 2021-04-06 at 22.06.41.jpeg
      WhatsApp Image 2021-04-06 at 22.06.41(2).jpeg
      WhatsApp Image 2021-04-06 at 22.06.40.jpeg


    Se vai colocar laje nova vai alterar a estrutura e de facto as paredes em casas dessa época podem ser estruturalmente colaborantes.
    Só tem a ganhar com um projeto, seja a nível de controlo de custos (com mapa de quantidades associado para consulta a empreiteiros) seja a nível de qualidade do espaço e integridade estrutural a longo prazo.
  7.  # 8

    Davide... Faça as coisinhas como deve ser e com segurança.
  8.  # 9

    Tome_2

    O Davide disse isto
    ...o piso que divide o r/c do 1º andar é em madeira, mas queria manter o piso em madeira ou aço leve.


    Sendo assim a hipótese de laje de betão está excluída.
  9.  # 10

    Colocado por: RiscadorTome_2

    O Davide disse isto

    Sendo assim a hipótese de laje de betão está excluída.

    OK.
    Não retira nada do que se disse antes.
  10.  # 11

    Há uma ideia errada de que questões estruturais é apenas betão.
    Concordam com este comentário: Riscador
  11.  # 12

    Se algum dia precisar de vender, como o projecto não corresponde ao original nem comprovadamente pelos materiais usados é anterior a 1951 , como apregoa...pode vir a ter que legalizar na altura e não ser possível.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
  12.  # 13

    Colocado por: PalhavaSe algum dia precisar de vender, como o projecto não corresponde ao original nem comprovadamente pelos materiais usados é anterior a 1951 , como apregoa...pode vir a ter que legalizar na altura e não ser possível.


    Não é bem assim.

    Se consegue fazer a obra sem necessidade de licenciamento pode mudar tudo o que quiser e continua a ser anterior a 1951.

    Seria uma obra de conservação e renovação de revestimentos, talvez conseguisse abrir um ou outro vão no interior....

    Os direitos adquiridos são os direitos adquiridos e até é dever dos proprietários promover obras de conservação.
  13.  # 14

    Colocado por: Tome_2
    Não é bem assim.

    Se consegue fazer a obra sem necessidade de licenciamento pode mudar tudo o que quiser e continua a ser anterior a 1951.


    Sem necessidade de licenciamento, é muito fácil de fazer.
    Chamo dois pedreiros e fazem o serviço.
    Se ficou bem ou mal? Nunca se saberá ao certo.
    Já houve poupança, não se gastou em projectos de arquitectura, engenharia, licenciamentos...
    Mas a maioria das vezes o barato sai caro.
  14.  # 15

    era bom era ver o exterior e a envolvente

    penso que isso possibilitará uma analise á estrategia a seguir que poderá efetivamente fazer algo sem licenciamento, com licenciamento, ou mesmo deitar isso abaixo ou quase tudo.
    é que certas remodelações não é para todos, ou bem que se recupera algo e se tenta preservar um certo conceito com intervenções de qualidade em que se incorporam elementos comtemporaneos, ou então acaba muitas vezes por "tornar" a casa moderna de forma pragmatica mas cheia de colagens "modernas" com patologias e pormenores por vezes mal resolvidas e no fundo apenas se está a fazer uma casa de construção corrente e a gastar nisso uma pipa de massa.
    Concordam com este comentário: Tome_2
  15.  # 16

    Colocado por: PalhavaJá houve poupança, não se gastou em projectos

    Quem disse que não será bom fazer projetos? Os projetos não servem só para os colocar nas Câmaras...
    Mais um mito: que só são necessários projetos se for para fazer licenciamentos.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas, Riscador
  16.  # 17

    Colocado por: Tome_2Quem disse que não será bom fazer projetos?

    Para quê fazer projectos se consigo fazer a obra sem licenciamento?
    •  
      Tome_2
    • 9 Abril 2021 editado

     # 18

    Colocado por: Palhava
    Para quê fazer projectos se consigo fazer a obra sem licenciamento?


    Para ficar uma coisa em condições e de acordo com a lei.
    Para dar suporte técnico e legal se houver fiscalização camarária.

    A isenção de licença não isenta do cumprimento das normas legais.
  17.  # 19

    Colocado por: Tome_2A isenção de licença não isenta o cumprimento das normas legais.


    Mas muita gente se escuda/baseia no "anterior a 1951" para poupar em projectos e licenciamentos.
    Como eu e muitos não são conhecedores de estruturas e estabilidade em construção...e queremos poupar uns trocos...Afinal em que ficamos?
  18.  # 20

    Palhava: cada um sabe de sí. Ficam como quiserem.
    Quem não tem conhecimentos procure um profissional.