Iniciar sessão ou registar-se
    • lukin
    • 26 Abril 2021 editado

     # 1

    Viva,

    Estou a considerar comprar um terreno num loteamento em fase final de aprovação. Na imagem é o 18.

    O loteamento foi aprovado na câmara, mas foram pedidas alterações devido a uma estrada que a câmara quer construir, que não afeta o lote em causa.

    Sei que existe o risco de o loteamento demorar algum tempo, e depois é preciso haver disponibilidade financeira dos proprietários para investir na construção das infrastruturas.

    Tenho dúvidas devido à exposição solar, dado que no inverno vai apanhar muito pouco sol.
    Na fase de construção estou a pensar investir no isolamento térmico e em piso radiante, pelo que pergunto se a exposição solar se torna menos relevante.
      Lote.png
  1.  # 2

    Colocado por: lukinTenho dúvidas devido à exposição solar, dado que no inverno vai apanhar muito pouco sol.
    era melhor o 20, 21 ou o 16
  2.  # 3

    onde é o norte? para cima??
    Concordam com este comentário: antonylemos
  3.  # 4

    Colocado por: sergyioonde é o norte? para cima??
    Concordam com este comentário:antonylemos


    Sim, o norte é para cima.
  4.  # 5

    Isso é coisa para ter de esperar vários anos para poder iniciar a construção
  5.  # 6

    Colocado por: PicaretaIsso é coisa para ter de esperar vários anos para poder iniciar a construção

    Sim, tenho noção que são anos de espera.
  6.  # 7

    Agora sobre os custos tenho algumas dúvidas que coloquei à agência e ainda não tenho resposta.

    O custo orçamentado para as infraestruturas são aproximadamente 1.300.000€.
    Como será a divisão dos custos pelos vários proprietários dos lotes. Pela área do lote? Ou pela área de construção?
    Alguns dos lotes são para prédios, pelo que faria sentido pagarem mais que os outros.
    Uma pessoa da comissão de moradores disse-me que seria pela área de implantação, mas começo a achar que deve ser dono de um lote com um prédio.

    Tenho as seguintes contas de valores possíveis.
    Pela área do lote: 23 650 €
    Pela área de construção: 17 850 €

    Ainda há a possibilidade de ser pelos avos do terreno, mas ainda não sei se o terreno ainda está avos ou se já está destacado.

    Depois há a TRIU, que pelas minhas contas devem ser mais 4.000€.
    Todos estes custos me deixam na dúvida se valerá a pena o investimento.

    Apesar de ter informação que na câmara já a aprovação já estar na fase final, pela pesquisa de outros tópicos no forum vejo que fica dependente dos proprietários terem capacidade financeira para avançar.
    E se um não quiser? Basta isso para ficar tudo emperrado?
  7.  # 8

    Colocado por: lukinComo será a divisão dos custos pelos vários proprietários dos lotes.
    isso deve estar incluído no preço dos lotes. nunca vi ser cobrado diretamente a quem compra.

    Colocado por: lukinvejo que fica dependente dos proprietários terem capacidade financeira para avançar.
    E se um não quiser? Basta isso para ficar tudo emperrado?
    cabe ao promotor do loteamento arcar com essas obras e custos. nao aos moradores. assim parece que vai dar trapalhada
  8.  # 9

    Colocado por: antonylemosisso deve estar incluído no preço dos lotes. nunca vi ser cobrado diretamente a quem compra.

    cabe ao promotor do loteamento arcar com essas obras e custos. nao aos moradores. assim parece que vai dar trapalhada


    O promotor é a associação de proprietários, que são vários.
    Para já apenas está em causa o pagamento do terreno. Os valores adicionais que referi são depois, quando avançarem as obras das infraestruturas: esgotos, ruas, etc.
  9.  # 10

    Colocado por: lukinOs valores adicionais que referi são depois, quando avançarem as obras das infraestruturas: esgotos, ruas, etc.
    tire isso a limpo. vc ao comprar o seu lote já devia estar a pagar tudo.

    se um dos compradores nao quiser pagar depois como é? para mim nao faz sentido esse procedimento. outros podem nao concordar comigo. mas eu nao comprava uma coisa onde esses custos vêm depois e dependem da boa vontade de quem compra os lotes. ou se demorar a vender como é? e com os preços da construção a inflacionarem..

    quem faz o loteamento constrói o mesmo e de seguida vende os lotes. não vende uma promessa de um loteamento e deixa as infraestruturas a cargo de quem compra.
    •  
      marco1
    • 29 Abril 2021 editado

     # 11

    antony

    isto é uma coisa diferente, é uma associação e quem fizer parte tem o seu lote ( passará a ser lote) integrado no loteamento a submeter á camara, dai que as depsesas com o mesmo e taxas, e infrastruturas sejam a dividir por todos.
    é de certa forma o processo de uma augi
    Estas pessoas agradeceram este comentário: antonylemos
  10.  # 12

    Colocado por: antonylemosisso deve estar incluído no preço dos lotes. nunca vi ser cobrado diretamente a quem compra.

    cabe ao promotor do loteamento arcar com essas obras e custos. nao aos moradores. assim parece que vai dar trapalhada

    É assim porque é uma AUGI.

    É assim tão mais barato comprar lotes em áreas urbanas de génese ilegal?

    Vale a pena passar por problemas que podem nem vir a ter solução?
    Concordam com este comentário: antonylemos
  11.  # 13

    há casos bem sucedidos
  12.  # 14

    Colocado por: marco1há casos bem sucedidos

    1 in a million
  13.  # 15

    "casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão"

    "Nem casa em ladeira, nem mulher bailadeira"

    "O barato, sai caro"


    O banco não empresta dinheiro nessas condições para construção...pois não?
  14.  # 16

    não tem dados para fazer essa afirmação
    depois há augis mais ou menos promovidas pelas autarquias, enfim o problema muitas vezes é quando já existe muita coisa edificada e por todos os associados de acordo.
  15.  # 17

    o banco a partir do momento em que existe um alvará de loteamento pode financiar.
  16.  # 18

    Tem tudo para correr mal, isso é negócio para quem gosta de se meter em problemas. Se uma sociedade a 2 já é uma complicação, uma sociedade com dezenas de sócios é problemas de certeza.