Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde a todos,
    Gostaria que alguém me pudesse ajudar numa dúvida. O banco do comprador libertou o valor de sinal no dia 10 de Maio, pelo que já fez um mês desde ai, e no entanto ainda não existe uma data prevista para a escritura. É normal? Não existem prazos para os CH aprovados? Visto que o que estava em falta para a marcação de escritura já está tratado que era a regularização das áreas? Não sei qual é o banco do comprador, porque quem está a tratar de tudo é a imobiliária. Obrigado desde já!
    • size
    • 16 junho 2021

     # 2

    Houve ou não a formalização do CPCV ?

    Fale com a sua imobiliária.
    Mas, não me parece ser normal que os bancos disponibilizem dinheiro para o sinal. ..
  2.  # 3

    Colocado por: sizeHouve ou não a formalização do CPCV ?.

    Eu já falei, pelo que achei tudo isto muito estranho, eu sou só Herdeira e estou longe, quem está a tratar de tudo é a minha irmã (Cabeça de casal) e quando pedi informações a imobiliária por estar a achar tudo muito estranho a imobiliária respondeu que só á minha irmã é que prestavam informações. A minha irmã diz que da parte dela está tudo, ( que é só aguardar o valor da venda entrar na conta bancária dela) Eu como achei isto tudo fora do normal, inclusive o dito "valor do sinal" ser todo para pagar a comissão á imobiliária. O imovel continua como reservado na dita imobiliaria. Desde ai que não tivemos mais informações. Ou seja, nos dias de hoje não é normal o banco disponibilizar o valor do sinal? É que o imóvel é a um preço muito baixo por se tratar de "ruina." Obrigado.
    • size
    • 16 junho 2021

     # 4

    É de presumir que o sinal terá sido com dinheiro do bolso do suposto comprador, não do Banco.
    É normal que as imobiliárias saquem a sua comissão logo no primeiro dinheiro que lhes passa pelas mãos.

    Uma coisa pode estar ciente, a casa não poderá ser vendida, com formalização da necessária escritura, sem que também tenha que assinar, na qualidade de herdeira.
    Concordam com este comentário: JVMM
    Estas pessoas agradeceram este comentário: paracontass
  3.  # 5

    Colocado por: sizeÉ de presumir que o sinal terá sido com dinheiro do bolso do suposto comprador, não do Banco.
    É normal que as imobiliárias saquem a sua comissão logo no primeiro dinheiro que lhes passa pelas mãos.

    Uma coisa pode estar ciente, a casa não poderá ser vendida, com formalização da necessária escritura, sem que também tenha que assinar, na qualidade de herdeira.


    Eu fiz uma procuração, para ser a minha irmã a tratar de tudo. Então até aqui está tudo normal? A ultima informação que a imobiliária passou por email foi que "Tivemos autorização por parte do banco do comprador para libertar o valor do sinal". Eu quando questionei com que propósito é que o valor do sinal era para a imobiliária na totalidade sem o negocio estar concluído, informaram que não me davam mais informações. E fiquei por ai. Achei estranho, porque se foi dinheiro que o banco disponibilizou pensei existirem prazos para os Creditos aprovados.
    • FFAD
    • 17 junho 2021 editado

     # 6

    Ridículo pagar 100% da comissão imobiliária com o CPCV...

    Quem paga adiantado...

    A pressa deles em fazer a escritura é zero, qual a motivação? já receberam o deles.
    Concordam com este comentário: paracontass, JVMM
  4.  # 7

    Nem vou falar sobre o pagamento da comissão dado que a minha realidade é diferente de muitas pessoas.

    Acho estranho o Banco disponbilizar dinheiro para pagamento de sinal, pode ser que isso seja um crédito pessoal em que o comprador utilzou para dar o valor do sinal (não sei, estou a especular).

    O que é que o CPCV indica? Deve estar lá um prazo para formalizar a escritura, cosutma ser entre 30 a 90 dias após a celebração do CPCV.
  5.  # 8

    Colocado por: paracontasse quando pedi informações a imobiliária por estar a achar tudo muito estranho a imobiliária respondeu que só á minha irmã é que prestavam informações.


    Colocado por: paracontassEu quando questionei com que propósito é que o valor do sinal era para a imobiliária na totalidade sem o negocio estar concluído, informaram que não me davam mais informações. E fiquei por ai.


    Como assim a Imobiliária não lhe dão informações? Não é herdeira proprietária juntamente com a sua irmã? Tem os mesmos direito para saber as regras da venda da sua casa
  6.  # 9

    Mais uma história mal contada .... a sua irmã não a sabe esclarecer?

    O banco se libertou algum dinheiro, foi na conta do comprador.
    Se o comprador entregou algum dinheiro à imobiliária, problema dele.
    Vocês só tem que se preocupar com a data da escritura e receber a totalidade do valor da venda nessa data.
  7.  # 10

    Colocado por: primaveraComo assim a Imobiliária não lhe dão informações?

    Imagine que eram 20 herdeiros e andavam todos a telefonar para a imobiliária.
    A paracontass tem que pedir esclarecimentos é à irmã, mas parece-me que as relações não são as melhores.
  8.  # 11

    Em teoria, quer dizer onde trabalho tendemos fazer o 1ue impc dita.

    Se há um contrato de mediação imobiliária, todos os intervenientes têm que assinar o contrato. Não interessa se há um cabeça de casal, se são 20 herdeiros, são 20 assinaturas.

    Loge de mim, recusar dar feedback a um dos herdeiros,exatamente por poder haver mas relações, tenho que falar com todos.

    Mas eu já percebi que não existo 😂😂😂

    Mesmo com procuração, daria feedback.
  9.  # 12

    Colocado por: Picareta
    Imagine que eram 20 herdeiros e andavam todos a telefonar para a imobiliária.
    A paracontass tem que pedir esclarecimentos é à irmã, mas parece-me que as relações não são as melhores.

    20 telefonemas 20 explicações ora essa
  10.  # 13

    Cheira-me a mais uma imobiliária a passar o rente a incautas...

    Comissão com o CPCV? Mas porquê? O trabalho da imobiliária só termina na escritura, por isso só deverá ser paga no dia da escritura.

    Mas se querem pagar adiantado, força. Mas depois não se queixem.
  11.  # 14

    Colocado por: medicineengO trabalho da imobiliária só termina na escritura, por isso só deverá ser paga no dia da escritura.

    O trabalho do empreiteiro só termina no final da obra e não é por isso que vai receber só no final da obra.
    Alguém que receba um sinal de 20% pode perfeitamente pagar 50% da comissão (2.5% do negócio).
    Concordam com este comentário: joseduro
  12.  # 15

    Picareta:
    Penso que não sejam situações comparáveis.
  13.  # 16

    Colocado por: paracontassBoa tarde a todos,
    Gostaria que alguém me pudesse ajudar numa dúvida. O banco do comprador libertou o valor de sinal no dia 10 de Maio, pelo que já fez um mês desde ai, e no entanto ainda não existe uma data prevista para a escritura. É normal? Não existem prazos para os CH aprovados? Visto que o que estava em falta para a marcação de escritura já está tratado que era a regularização das áreas? Não sei qual é o banco do comprador, porque quem está a tratar de tudo é a imobiliária. Obrigado desde já!


    Neste momento não pode ser usado 1 empréstimo para pagamento do sinal, tal é proibido pelo banco de Portugal, o sinal tem de ser proveniente de capitais próprios.

    Depois de aprovado garanto-lhe que é do interesse do banco realizar a escritura o mais rápido possivel.
  14.  # 17

    Colocado por: medicineengPicareta:
    Penso que não sejam situações comparáveis.


    Ui tanto se pode dizer sobre isto.

    Eu tenho a minha posição bem definida sobre isto mas não vale a pena entrar por aí.

    A função da imobiliária tende a ser em arranjar um comprador para o imóvel mas não me vou alongar sobre isso porque vai existir debates profundos.
  15.  # 18

    Colocado por: Ovelheiro

    Neste momento não pode ser usado 1 empréstimo para pagamento do sinal, tal é proibido pelo banco de Portugal, o sinal tem de ser proveniente de capitais próprios.

    Depois de aprovado garanto-lhe que é do interesse do banco realizar a escritura o mais rápido possivel.


    Nunca ouvi tal coisa e nem estou bem a ver como é que isso poderia ser aplicado.

    O BdP não tem qualquer poder para impedir alguém de fazer um crédito ao consumo por exemplo, e de seguida usá-lo como bem entender.

    Obviamente que é uma péssima ideia usar um crédito ao consumo para dar de sinal num CPCV, mas não existe nada que o impeça. De onde é que retirou essa informação?
  16.  # 19

    Colocado por: pedrosslp

    Nunca ouvi tal coisa e nem estou bem a ver como é que isso poderia ser aplicado.

    O BdP não tem qualquer poder para impedir alguém de fazer um crédito ao consumo por exemplo, e de seguida usá-lo como bem entender.

    Obviamente que é uma péssima ideia usar um crédito ao consumo para dar de sinal num CPCV, mas não existe nada que o impeça. De onde é que retirou essa informação?


    O valor permitido de empréstimo bancário para aquisição de habitação própria permanente é 90%, se pede mais 1 crédito dos outros 10% deixa de cumprir com o limite dos 90% definido pelo Banco de Portugal.
    Aliás eu na altura que fiz o meu até perguntei e disseram-me logo que há bancos a fazer isso mas depois tem que justificar ao regulador e pode correr mal.
  17.  # 20

    Colocado por: joseduro

    Ui tanto se pode dizer sobre isto.

    Eu tenho a minha posição bem definida sobre isto mas não vale a pena entrar por aí.

    A função da imobiliária tende a ser em arranjar um comprador para o imóvel mas não me vou alongar sobre isso porque vai existir debates profundos.

    As imobiliarias sao quem mais contribuem para este esquema. Convencem os clientes que isto é uma solucao. Fazem o credito habitacao num banco e ao mesmo tempo o credito pessoal para o sinal dos 10% noutro banco. As vezes até para as despesas do processo.
    As responsabilidades no banco de portugal têm um atraso de 1 mês a 2 meses. É aqui que muitos andam a desgracarem-se.
    O mal parado vai comecar nestes casos.
    Mas as imobiliarias já ha muito têm a comissao do lado deles.
    Os bancos andam a enterrar a cabeça na areia. Até pagam milhoes aos intermediarios de credito para encaminharem creditos habitacao. Tudo legal para o banco de portugal.
    Onde é que eu ja vi este cenario?
    Os bancos andam a ser geridos por uma geracao que só pensa nos lucros imediatos.
    Se nao fossem os racios de liquidez exigidos pelo Banco central, os bancos iam andar de lado na proxima crise.
    Mas como têm demasiada liquidez para fazerem asneiras, é sentar e assitir.
    O problema também é andarem a injectarem dinheiro no credito ao consumo e no crédito habitacao e depois nao arriscam nada a financiarem as empresas.
    Os bancos portugueses sao uma nodoa. Passam a imagem que ajudam as empresas e têm linhas para apoio e depois é só com garantias do estado que metem lá algum.
 
0.0205 seg. NEW