Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa noite,

    Estou a comprar uma casa e na altura o vendedor tinha medo de demorar muito tempo a encontrar uma casa mais pequena para si, pelo que assinei um CPCV com uma cláusula em que ele poderia continuar a usufruir da casa durante 2 meses posteriormente à escritura, caso ainda não tivesse conseguido comprar a sua casa, mediante pagamento de uma renda.
    Entretanto passaram-se meses e liga-me a dizer que encontrou casa e que já podemos marcar a escritura e que apenas precisaria de 1 semana para se mudar.
    Por conseguinte, eu denunciei o meu contrato de arrendamento e terei que sair do apartamento onde estou 1 semana depois da data da escritura.
    Hoje, a duas semanas da escritura, voltei a falar com o vendedor e apercebi-me que ele está a contar usufruir da casa durante um mês e meio e que as duas semanas a que se referia eram posteriores à sua escritura, sendo que ele estima que entre a nossa escritura e a dele decorrerá cerca de um mês. Ora, na altura em que combinamos a escritura, ele não me disse objetivamente o tempo que iria necessitar, não discutiu como se iria fazer o arrendamento, muito menos por escrito.
    Terei que cumprir com a cláusula do CPCV só tendo sido informado duas semanas antes da escritura?
    Muito obrigada a quem possa ajudar.
  2.  # 2

    Não tendo feito uma correcção do cpcv o que realmente conta é o que lá consta.
    A menos que tenha por escrito a renúncia dele em como não precisa de dois meses.
    Ele poderá ficar (e pagar) os dois meses estabelecidos.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: maria.qb
  3.  # 3

    Obrigada pela resposta.
    A questão é que a cláusula refere que na eventualidade dele comprar casa posteriormente poderia ficar um período nunca superior a dois meses. Ora, ele informou-me que tinha assinado o CPCV dele antes de marcarmos a nossa escritura, pelo que a escritura dele poderia ser marcada para logo depois da nossa, no caso disso não acontecer eu não deveria ser informada atempadamente da necessidade dele arrendar a casa e o período exacto dessa estadia? Não era necessário fazer um contrato de arrendamento ou usufruto? Ou é suposto eu comprar a casa e continuar sem saber quando me poderei mudar por falta de comunicação dele?