Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boas, alguém já entregou o projeto de comportamento térmico, para aprovação das especialidades de projeto de arquitetura, depois de 1 de julho deste ano ao abrigo do Decreto-Lei n.º 101-D/2020 de 7 de dezembro ? Tenho o técnico da térmica a dizer que já não é necessário estudo térmico e a camara a dizer que sim, tem que entregar. Em que ficamos ?
  2.  # 2

    Agora é que vai ser!

    Já não é necessário... mas as câmaras tendem a continuar a pedir...
    Qual é o município? Lembre-se que para ser assim a arquitectura tem que ter dado entrada já em julho ou posteriormente...
    se for um processo iniciado anteriormente, está ao abrigo da legislação anterior.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
  3.  # 3

    Sim, o projeto de arquitetura entrou em agosto e já foi aprovado, ao que parece os arquitetos tb vão fazer projetos térmicos ????
  4.  # 4

    penso que não é isso, acho que os projetos de arquitetura tem é que ter desde logo em conta as soluções termicas mas é tudo validado e descrito no certificado energetico.
    mas ainda não estou bem a par desta tematica.
  5.  # 5

    Colocado por: tviegasao que parece os arquitetos tb vão fazer projetos térmicos ????

    Já o fazem há muitos anos... os que fazem projecto de REH e tem o curso de especialização e de Perito ADENE...

    Agora:
    A questão é que cada especialidade TEM de "calcular" o mínimo, face o que lhe compete, para cumprir os requisitos SCE. O Perito depois validará com a emissão do pre-certificado.
    Na arquitectura estamos a falar na componente da envolvente exterior - Envidraçados, protecções solares, paredes, pavimentos, coberturas que é exigido para a Zona climática do edifício em apreço.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: tviegas
  6.  # 6

    Há câmaras que aceitam apenas o certificado energético, ignoram não existir projeto de ventilação nem avac nem elétrico

    Outras são exigentes e pedem tudo.

    Outros querem projeto térmico como se fez até agora.. outra quis um termo de responsabilidade do técnico para uma memória térmica.

    Cada câmara faz o que quer
  7.  # 7

    Colocado por: RicardoPortoCada câmara faz o que quer


    Olá.
    Isto é surreal.

    É que é mesmo isso. Vivemos num país federal em que cada municipio lê a lei nacional como bem entende. A juntar a isso nem todos os técnicos dizem/interpretam do mesmo modo dentro da mesma Câmara. Enfim, uma tristeza.

    Sobre este DL, pior ainda, esperam que um técnico adivinhe particularidades de cada câmara sem estarem escritas em lado algum. O que querem, como querem, etc...
    Como se não bastasse, agora o Arquitecto assina algo que não faz... Haja saúde.
    Concordam com este comentário: fernandoFerreira
  8.  # 8

    Em Odivelas fiz estas questões, muito fundamentadas, e desde início de Agosto... ainda não tem resposta.

    E já insisti com a questão...
  9.  # 9

    Já fiz em várias câmaras e ninguém sabe responder...dizem sempre meta o processo e não se preocupe
  10.  # 10

    Na minha, casual, opinião, a Câmara não terá legitimidade para egixir a entrega de projetos de avac e de eletricidade.

    E o perito da térmica só pode exigir o mínimo, ou seja uns ante-projetos ou estudos prévios de avac e eletricidade seriam suficientes para emissão do pré-certificado energético.

    Agora, que a obrigatoriedade dos projetos de avac e eletricidade já faz falta (e não só para encher os lobies).

    Então faz lá algum sentido que seja obrigatório um projeto de ITED e um elemento muito mais nuclear (e perigoso) como a eletricidade está dispensado de projeto (até aos muito confortáveis 10,35kva)!
  11.  # 11

    Lobies.. ainda por cima os projetos ited são proforma em habitações unifamiliares..
  12.  # 12

    Colocado por: RicardoPortoainda por cima os projetos ited são proforma em habitações unifamiliares..

    Porque dizes isso?
  13.  # 13

    Ao que parece a Portaria n.º 349-C/2013, de 2 de dezembro, foi revogada pelo Decreto-Lei n.º 101-D/2020 de 7 de dezembro, conforme o art. 45º do mesmo
  14.  # 14

    Legislação SCE em vigor:
    https://www.sce.pt/legislacao/
    Em anexo um documento criado pela ADENE, para os organismos licenciadores!!
  15.  # 15

    ADENE - SCE - Perguntas e Respostas
    • XLMB
    • 13 outubro 2021

     # 16

    No caso da câmara de Gaia onde tenho um licenciamento em curso apresentado mês passado, foi necessário fazer a apresentação do projeto de térmica, mais 10€ para uma aperfeiçoamento !!!
    Segundo percebi agora o projeto de arquitetura tem de ir acompanhado com o projeto térmico logo á partida, pelo menos aqui em Gaia .
  16.  # 17

    Colocado por: XLMBNo caso da câmara de Gaia onde tenho um licenciamento em curso apresentado mês passado, foi necessário fazer a apresentação do projeto de térmica, mais 10€ para uma aperfeiçoamento !!!
    Segundo percebi agora o projeto de arquitetura tem de ir acompanhado com o projeto térmico logo á partida, pelo menos aqui em Gaia .


    Ainda há uns dias deixei 190€ numa Câmara, apenas porque no termo de responsabilidade do Arquitecto não mencionei essa lei (nem na minuta deles dizia), apesar do resto dos projectos estarem já instruídos considerando a nova lei e com os cálculos da térmica. Nem sei o que doeu mais, se pagar 190€ ou ser forçado a assinar algo que não fiz.
  17.  # 18

    Colocado por: XLMBcom o projeto térmico

    já não existe...
  18.  # 19

    Colocado por: N Miguel OliveiraAinda há uns dias deixei 190€ numa Câmara, apenas porque no termo de responsabilidade do Arquitecto não mencionei essa lei (nem na minuta deles dizia), apesar do resto dos projectos estarem já instruídos considerando a nova lei e com os cálculos da térmica.

    que parvoice... realmente.
    • XLMB
    • 13 outubro 2021

     # 20

    Colocado por: N Miguel OliveiraAinda há uns dias deixei 190€ numa Câmara, apenas porque no termo de responsabilidade do Arquitecto não mencionei essa lei (nem na minuta deles dizia), apesar do resto dos projectos estarem já instruídos considerando a nova lei e com os cálculos da térmica. Nem sei o que doeu mais, se pagar 190€ ou ser forçado a assinar algo que não fiz.


    Pois, imagino !
    Pelo que percebi pelo que falei com o arquiteto as câmaras ainda não sabem responder concretamente o que é necessário, se é necessário e cada uma pede uma coisa diferente ! Enfim...
 
0.0203 seg. NEW