Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boas tardes a todos.
    Agradeço desde já a toda a ajuda que possa ter (mesmo aquela que vem quase em forma de porrada).

    Eu sou mais um daqueles que decidiu aproveitar o mercado em alta da venda de casas. Vendi o meu apartamento e quero construir.
    O terreno está quase comprado. E a casa situa-se nos arredores da Lapónia.

    Pretendo construir por "pouco dinheiro" (já sei, começo mal), não queria gastar muito mais de 140k.
    A ideia é fazer subempreitadas e controlar o mais possível os orçamentos. Pequenas partes da obra poderia mesmo ser eu a fazer, sou tipo um bricoleiro profissional.

    A obra é uma especie de pequeno prédio. O terreno de 160m² é quase plano (sobe para trás). Terá aprox. 100m² de piso tipo. 3 pisos acima da cota de soleira. P0 garagem e acessos com acabamentos em tosco, P1 social, P2 quartos. Sotão com acesso pela escada principal.

    Neste momento ainda não tenho o projecto na câmara. Estou mais ou menos com a planta fechada, os alçados é que ainda não estão no ponto. Se alguém tiver aqui propostas agradeço.
      P2.jpg
      P1.jpg
      P0.jpg
  2.  # 2

    Aqui vai o alçado.
    Pretende-se um desenho estilizado, sem dar muito nas vistas. Neste momento tenho o P1 e P2 balançado, igual ao edifício ao lado.
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
      render.jpg
      Alcado Principal.jpg
    • RCF
    • 21 outubro 2021

     # 3

    Parece-me estar bastante bom, dadas as contingências de limitação de espaço.
    Agora, o principal desafio será cumprir o orçamento... realmente, é curto, mas não tem grandes vãos de janelas e se for comedido nos acabamentos, talvez dê.
    Boa sorte
    Estas pessoas agradeceram este comentário: paulovalente
  3.  # 4

    Aquelas coisas brancas na fachada são as tampas "técnicas", para começar a perceber o que vou fazer com elas.

    Perguntas para 1 milhão:
    Bloco térmico + capoto ou megatermico da Artebel.
    Janelas PVC ou alumínio.

    Queria também fazer um VMC simples com grelhas autorreguláveis nas janelas. E aqui não sei qual dos materiais é melhor para as grelhas.

    Depois tenho ainda dúvidas (que agradeço para os entendidos na coisa) nas mais valias que tive da venda da minha casa. Para usar o custo da obra para abater nas mais valias tenho de ter fatura da obra integral? Ou posso ter várias faturas de diversas partes da obra?
    Concordam com este comentário: Majin
    • eu
    • 21 outubro 2021

     # 5

    Colocado por: paulovalenteLapónia


    Lapónia ? Finlândia ?
    Concordam com este comentário: JotaP
    • RCF
    • 21 outubro 2021

     # 6

    Colocado por: paulovalenteBloco térmico + capoto ou megatermico da Artebel.

    bloco (ou tijolo) térmico+capoto

    Colocado por: paulovalenteJanelas PVC ou alumínio.

    Querendo alguma qualidade, PVC. O alumínio com qualidade é, normalmente, mais caro que o PVC e como não tem vãos muito grandes, ficará bem servido com PVC.

    Colocado por: paulovalenteDepois tenho ainda dúvidas (que agradeço para os entendidos na coisa) nas mais valias que tive da venda da minha casa. Para usar o custo da obra para abater nas mais valias tenho de ter fatura da obra integral? Ou posso ter várias faturas de diversas partes da obra?

    Não tem de ser uma única e integral fatura. Podem ser várias faturas.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: paulovalente
  4.  # 7

    Colocado por: eu

    Lapónia ? Finlândia ?


    Não é nessa Lapónia, é numa outra em que tenho de cumprir a legislação portuguesa
  5.  # 8

    Colocado por: RCFbloco (ou tijolo) térmico+capoto


    Eu tenho aquela pequena dúvida que é:
    no capoto tenho duas empreitadas (bloco e capoto) e neste momento a coisa está tramada em preços e pessoal. Isto para não falar nos artistas do capoto que deixam um trabalho miserável.
    No megatérmico tenho um tijolão de todo o tamanho (caro para burro, pesado como tudo) mas que à partida teria uma mão de obra mais simples (apesar de saber que tem um truque na aplicação das massas). Também me agrada a inércia brutal do megatérmico. Os 38 cm de largura e os 20kg por bloco é que são do caraças. Eu vou ter orçamento estimativo deste tipo de aplicação. Depois digo os custos por aqui.
  6.  # 9

    pois mas tem ali algumas coisas que não cumprem,
    - wc social a abrir diretamente para a cozinha
    - a wc acessivel não pode ter a porta a abrir para dentro e sobrepor-se ao circulo
    Concordam com este comentário: Cris.pereira
    Estas pessoas agradeceram este comentário: paulovalente
  7.  # 10

    Colocado por: marco1wc social a abrir diretamente para a cozinha

    Esse wc já deu muito trabalho. Não está no sítio ideal. Está no sítio menos mau.
    Já testei em frente às escadas, ao pé do escritório. E era sempre um elementos que me estragava a disposição da casa. Ainda tive um desenho em que está na cozinha mas a porta abria para a parede exterior criando ali um recanto.
    Mas admito, a solução não é a ideal, nem em termos de regulamento, nem em termos de funcionamento, de ver o pessoal ir pela cozinha para ir fazer um chichi.


    Colocado por: marco1a wc acessivel não pode ter a porta a abrir para dentro e sobrepor-se ao circulo

    Falta mudar essa porta. Se bem que é um dúvida interessante porque o percurso acessível poderia ser apenas o do corredor. Mas não vou comprar guerras aqui com as acessibilidades, leva a porta de correr e está feito.
  8.  # 11

    O wc na cozinha é que nao. Mais vale sacrificar o escritorio do que a cozinha.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: paulovalente
  9.  # 12

    Aqueles pilares ali no meio.. vai lá vai... porquê?
    IS a dar directo para a cozinha! Oh Paulo!!!
    REformula a zona de refeições para o local onde está a despensa e IS serviço e estas para o local central do edifico. fica tuddo melhor arrumado e ao nivel de inst. técnicas também.
    Percebo que te estrague um pouco o conceito espacial.. mas eu acho preferível, é muito mais funcional. até permite teres maior liberdade para a abertura de vãos na fachada ( as janelas parecem -me um pouco oprimidas)

    Aquelas duas viaturas, já viste que não é facil sair pelo portão tão exíguo...

    a IS Acessivel, não o é. Sinceramente para quê ser partilhada?

    Nas escadas, não metes degraus de espera? ou pelo menos meio degrau de espera? Acho a coisa mal engendrada aí. tens de ter 1.20m livre no patamar de escada para cumprir o DL 163/2006
    Estas pessoas agradeceram este comentário: paulovalente
  10.  # 13

    Colocado por: paulovalenteMas admito, a solução não é a ideal, nem em termos de regulamento, nem em termos de funcionamento,

    Então não insistas numa solução utópica ;)
    Estas pessoas agradeceram este comentário: paulovalente
  11.  # 14

    Colocado por: paulovalenteporque o percurso acessível poderia ser apenas o do corredor.

    Pois se calhar teria de ser, pois para entrar no quarto, não se cumpre as regras de acessibilidade.( sabes que tens de ter uma gola/ espaço livre de 30cm, do lado da muleta?)
    Estas pessoas agradeceram este comentário: paulovalente
  12.  # 15

    Nas empenas eu faria bloco termico de 20 (alinhado com o exterior da estrutura e forra termica e acustica pelo interior, com gesso cartonado e la mineral).
    Nas fachadas, ETICS em EPS grafite com 8cm, é na laponia... + bloco termico de 25.
    PS: interessa-te ter uma solução que não seja demasiado espessa, por forma a não comer area útil.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: paulovalente
  13.  # 16

    Colocado por: Pedro BarradasAqueles pilares ali no meio.. vai lá vai... porquê?

    Não sei se refere aqueles nas escadas ou os da fachada. De qualquer maneira ainda estou a organizar desenho. Mas tenho ponto assente que não quero fungiformes. Prefiro uma clássica estrutura com vigas.

    Colocado por: Pedro BarradasIS a dar directo para a cozinha! Oh Paulo!!!

    Pois.... Ainda não consegui melhor. Isto sem comprometer outros espaços.

    Colocado por: Pedro BarradasREformula a zona de refeições para o local onde está a despensa e IS serviço e estas para o local central do edifico. fica tuddo melhor arrumado e ao nivel de inst. técnicas também.

    Eu preciso de uma sala, digamos, com possibilidade de amplitude de mesa de refeições. Digamos que a mesa de 3 metros prevista não está dimensionada para festas, está dimensionada para o dia-a-dia. Terei alturas em que vou ter perto de 20 pessoas à refeição onde por vezes adiciono uma segunda mesa (normalmente aquelas de campismo). Dá-me jeito poder ter a sala ampla. Dá-me mais possibilidades.

    Colocado por: Pedro Barradasmaior liberdade para a abertura de vãos na fachada ( as janelas parecem -me um pouco oprimidas)

    A fachada não está no ponto, isso é certo. A vista que a casa tem para a frente não é interessante, é uma rua banal não muito larga e sem árvores. Por isso, lá em casa ficou ponto assente que não se queria janelas até ao chão para possibilitar uma privacidade maior, pelo menos em relação à rua.

    Colocado por: Pedro BarradasAquelas duas viaturas, já viste que não é facil sair pelo portão tão exíguo...

    Está previsto um portão de 3,50m de largo. Espero conseguir arrumar os carros directamente com esta largura. Não tenho aqui muito a dizer, a não ser que quisesse colocar dois portões (também não queria gastar muitos €)

    Colocado por: Pedro Barradasa IS Acessivel, não o é. Sinceramente para quê ser partilhada?

    Está quase. É partilhada no sentido de ter "uma espécie de suite" sem ter um terceiro wc. Seja pelos custos, seja pela área. Preciso de ter quartos com alguma área.

    Colocado por: Sirrupertens de ter 1.20m livre no patamar de escada para cumprir o DL 163/2006

    A representação gráfica não está correta (isto de trabalhar em BIM e estar com o projecto em aberto dá nisto).
    Eu tenho 1,20 de patamar. Tenho é um desenho de escada diferente do P0 para o P1 para ter os espaço de 5m livre para os dois carros no P0.

    Colocado por: Pedro BarradasNas empenas eu faria bloco termico de 20 (alinhado com o exterior da estrutura e forra termica e acustica pelo interior, com gesso cartonado e la mineral).

    Por acaso aí estava a pensar com BTE25. Mas se calhar o de 20 cumpre com a função. Ia deixar apenas a estrutura afastada 2cm para colocar placas de esferovite (para as construções não se tocarem). E sim, vou ter tudo em pladur por dentro.
    A outra empena tem uma solução diferente porque no P2 e sotão já não tenho empena onde encostar (o edifício ao lado é mais baixo), ou seja tenha a estrutura recuada o suficiente para fazer forra térmica pelo exterior.

    Colocado por: Pedro BarradasNas fachadas, ETICS em EPS grafite com 8cm, é na laponia... + bloco termico de 25.

    Aqui admito que estou mesmo muito indeciso. A minha primeira solução era ETICS 8 + BTE25 + (4,7+2x1,3 pladur). O que também dava uma parede muito jeitosa. E sim, sei que estou a duplicar o isolamento. Mas por dentro como era tudo varrido a pladur com dupla placagem, aqui a solução ia por defeito.
    Mas estou com o megatermico atravessado. Vou estudar os preços estimativos de ambos para perceber a pancada.
  14.  # 17

    A ideia da ilha acho que assenta muito bem no tipo de espaço que procuro. Pois tem escala suficiente para a sala que está ao lado. A imagem de inspiração apareceu no Ikea. Eu, pessoalmente gosto muito dela. Infelizmente não tenho aquela vista das janelas.
      cozinha ikea.jpg
  15.  # 18

    A ideia entre a sala de estar e o escritório é um armário feito À medida que fecha quase o escritório todo, ficando uma largura algures de 1m de passagem. Algumas das estantes do armário não teriam fundo para haver alguma transparência entre dos dois espaços.
  16.  # 19

    Esta seria outra hipótese de dar privacidade ao acesso do wc social
    Concordam com este comentário: Pedro Barradas
      P12.jpg
  17.  # 20

    Colocado por: paulovalentetenho de ter fatura da obra integral


    Pode ter várias e até pode não ter nenhuma, irá ser atribuido o Vpt ao imovel novo se for igual ou superior ao que tinha para investir está tratado.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: paulovalente
 
0.0208 seg. NEW