Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Após a morte da minha Mãe e vários anos volvidos, 3 irmãos e o Pai(únicos herdeiros) permanecem na indivisão.

    Qual a conduta que devo seguir para: mesmo que dêem entrada do pedido de partilhas... tudo se atrasar ou se for a tribunal nada se decidir?
    Queria fazer partilhas sim. Mas apenas após a morte do meu Pai.
    Só 1 herdeiro com 12,5% de direitos sobre o património total quer dar entrada ao processo de partilhas.
  2.  # 2

    Qual a razão que o leva a não querer partilhas? Se pode ficar tudo já feito melhor para todos. O seu pai pode ficar com usufruto...
  3.  # 3

    Não há diálogo possível entre o herdeiro "dissidente".
    Cortou relações com o Pai e irmãos.
    • AMVP
    • 7 janeiro 2022

     # 4

    Ao ritmo que a justica anda we calhar nem precisa de empatar
  4.  # 5

    O AMVP tem razão infelizmente. Posso dizer-lhe que conheço processos que já estão na justiça há quase 7 anos e não se resolvem. O que é uma carga de trabalhos pois continuam a existir obrigações fiscais e a Cabeça de Casal de Herança tem arcado com tudo. Não conseguem mediar via advogados? Em vez de entrarem logo na justiça? Mesmo estando de relações cortadas seria a melhor opção. Mas se for esse herdeiro a entrar com o processo vai demorar anos até estar concluído. E os custos também vão ser alguns.
  5.  # 6

    Boas notícias!
  6.  # 7

    Colocado por: MARFERNão conseguem mediar via advogados? Em vez de entrarem logo na justiça?

    A parte dissidente quer mais de 50% do que o património total vale!
    Ameaça que vai vender a sua parte(direitos sobre a herança) a alguém extra família.
    Ora creio que os outros herdeiros têm direito de preferência. Não é?
    • AMVP
    • 7 janeiro 2022

     # 8

    Colocado por: EntrecamposAmeaça que vai vender a sua parte(direitos sobre a herança) a alguém extra família.


    Se alguém quiser comprar.



    Colocado por: EntrecamposOra creio que os outros herdeiros têm direito de preferência. Não é?


    Sim, penso que ao mesmo preço que o mercado paga.
  7.  # 9

    E o herdeiro dissidente pode vender? É que ainda não sabe o que lhe vai calhar, visto não ter havido partilhas. Ou estou a ver mal a coisa?
    • RCF
    • 7 janeiro 2022

     # 10

    Colocado por: luisrdsE o herdeiro dissidente pode vender? É que ainda não sabe o que lhe vai calhar, visto não ter havido partilhas. Ou estou a ver mal a coisa?

    Não precisa de partir para poder vender. Pode vender a sua percentagem.
  8.  # 11

    Venda de quinhão hereditário.
  9.  # 12


    A parte dissidente quer mais de 50% do que o património total vale!
    Ameaça que vai vender a sua parte(direitos sobre a herança) a alguém extra família.
    Ora creio que os outros herdeiros têm direito de preferência. Não é?


    Um terceiro só compra se tiver perspectiva de um bom negócio - comprar barato ou forçar os restantes a recomprar.

    Se acha que o irmão está a pedir mais que o valor justo não se preocupe.
  10.  # 13

    Um "terceiro" faz pressão para que os outros herdeiros decidam comprar entre eles, no Poker isto chama-se "Bluff" 😉
  11.  # 14


    Um "terceiro" faz pressão para que os outros herdeiros decidam comprar entre eles, no Poker isto chama-se "Bluff" 😉



    O terceiro está em desvantagem, à partida.

    "A" quer vender 20% de algo que avalia por 150, mas "B", "C" e "D"consideram que só vale 100.

    "E" pode ter informação que B C e D não têm e avaliar em 150, mas terá que comprar bem abaixo desse preço para ter lucro - e "A" tenderá a não vender se for próximo dos 100.

    Se "E" arriscar, com grande probabilidade terá que comprar a "B", "C" e "D" acima do valor que eles atribuem ao bem, ou revender por preço inferior ao da compra.

    Pode correr bem, mas o caminho é estreito.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Entrecampos
    • coca
    • 7 janeiro 2022

     # 15

    Colocado por: Entrecampos
    A parte dissidente quer mais de 50% do que o património total vale!
    Ameaça que vai vender a sua parte(direitos sobre a herança) a alguém extra família.
    Ora creio que os outros herdeiros têm direito de preferência. Não é?


    Ninguém compra uma herança indivisa a não ser que o valor seja mesmo miserável. E com opção de compra pelos restantes herdeiros, assim até fica mais barato.

    Eu até empurraria a que esse herdeiro tentasse vender a parte dele. O mercado não vai oferecer nada de jeito, e ele fica sempre entalado. Porque os restantes herdeiros têm direito de preferência e o valor fica sempre mais simpático. É uma situação a avançar, diria eu.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Entrecampos
  12.  # 16

    Colocado por: luisvv


    O terceiro está em desvantagem, à partida.

    "A" quer vender 20% de algo que avalia por 150, mas "B", "C" e "D"consideram que só vale 100.

    "E" pode ter informação que B C e D não têm e avaliar em 150, mas terá que comprar bem abaixo desse preço para ter lucro - e "A" tenderá a não vender se for próximo dos 100.

    Se "E" arriscar, com grande probabilidade terá que comprar a "B", "C" e "D" acima do valor que eles atribuem ao bem, ou revender por preço inferior ao da compra.

    Pode correr bem, mas o caminho é estreito.
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Entrecampos


    Colocado por: coca

    Ninguém compra uma herança indivisa a não ser que o valor seja mesmo miserável. E com opção de compra pelos restantes herdeiros, assim até fica mais barato.

    Eu até empurraria a que esse herdeiro tentasse vender a parte dele. O mercado não vai oferecer nada de jeito, e ele fica sempre entalado. Porque os restantes herdeiros têm direito de preferência e o valor fica sempre mais simpático. É uma situação a avançar, diria eu.
    Estas pessoas agradeceram este comentário:Entrecampos


    Muito boas dicas e explicações.
    Obrigado.

    Isto é muito difícil e envolve a memória da nossa Mãe que não é respeitada. Nem dignificada.
    Quando toca a dinheiro: não há família, nada.


    Espero que realmente haja gente com mais sorte do que nós.
  13.  # 17

    Colocado por: Vítor MagalhãesVenda de quinhão hereditário.

    Já vi no e-leiloes.

    E também já vi anúncios no correio da manhã de empresas que compram.
 
0.0205 seg. NEW