Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde.

    Somos privados e compramos um monte parcialmente habitável no Alentejo.
    Estamos neste momento a viver na parte terminada e temos um projeto aceitado pela Câmara para remodelar o resto ( antigamente 3 casas unidas, agora fica 1 unidade). Temos só problemas com o construtor. Trabalhos mal feitos, incumprimento de timings e o banco que só desbloqueia dinheiro a cobertura estando terminada, que neste momento está a 80% acabada. Ele agora recusa-se de continuar se não lhe damos mais dinheiro. Mas nós acabamos de lhe dar o que dizia que precisava para ter o material para poder acabar o telhado, e não cumpriu.
    Estamos bloqueados. A minha pergunta é a seguinte: podemos retirar o Alvará deste Senhor e tentar seguir com outro? O alterar o projeto de forma a poder ter outra licença para seguir com outro? É que não sabemos o que fazer e a advogada diz para meter pressão neste Senhor que tem de terminar a cobertura tendo o dinheiro no bolso, mas ele não está a querer aparecer. Neste momento temos a decorrer uma licença especial de acabamentos que é válida até final de maio.
    Alguém sabe ajudar?
    Queremos sair deste pesadelo. Obrigada
  2.  # 2

    O problema costuma ser o dinheiro que o empreiteiro já tem do lado dele.

    Se as contas estiverem +- em linha (e digo "em linha" de forma muito liberal, pois deve preparar-se para a ideia que irá sempre perder algum dinheiro), é provável que possa facilmente partir para outra.

    Veja no contrato se existe alguma indemnização ou compensação por rescisão do contrato.
  3.  # 3

    Colocado por: Luna_14É que não sabemos o que fazer e a advogada diz para meter pressão neste Senhor que tem de terminar a cobertura tendo o dinheiro no bolso,

    Sim pela logica do bom senso e da legalidade sim.
    Pela logica da pratica eu diria que pode andar 10 ou mais anos sem ver a situação resolvida.

    Colocado por: pguilhermeSe as contas estiverem +- em linha (e digo "em linha" de forma muito liberal, pois deve preparar-se para a ideia que irá sempre perder algum dinheiro)

    Se assim for, enviem uma notificação com um prazo para início dos trabalhos e para conclusão, deve o empreiteiro apesentar antes do início dos trabalhos uma calendarização das diversas tarefas em falta. Esta comunicação deve referir que a falta de calendarização ou o não cumprimento do prazo para reinício dos trabalhos é motivo suficiente para a rescisão do contrato.
    É evidente que ele não vai cumprir ou com a entrega da calendarização ou com o prazo de reinício dos trabalhos. Isto é motivo suficiente para a rescisão do contrato.
    Garantida essa rescisão, entregam na câmara a documentação de um novo empreiteiro e de um novo diretor técnico caso este último tenha sido contratado por ele.
    No imediato momento em que entreguem estes documentos podem avançar com a obra
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Luna_14
  4.  # 4

    Não temos contrato como tal, simplesmente o orçamento e não estipula nada.
  5.  # 5

    Pois e o que veio complicar o problema é que o diretor técnico da obra é a pessoa que ganhou as eleições e é agora o presidente da junta de freguesia. O que fazer?
  6.  # 6

    Colocado por: Luna_14Pois e o que veio complicar o problema é que o diretor técnico da obra é a pessoa que ganhou as eleições e é agora o presidente da junta de freguesia.

    Foi contrato por quem?
  7.  # 7

    Por norma a junta de freguesa não tem intervenção em obra. Apenas as Câmaras municipais.
  8.  # 8

    A agência imobiliária falou-nos neste engenheiro. Como ele entendeu logo o nosso projeto e foi ele que falou neste construtor que também é aqui da aldeia. Nós estando nesse momento no estrangeiro e sem ter família nesta zona, fizemos confiança porque queríamos avançar com as coisas. Mas só existe Orçamento e não contrato.
  9.  # 9

    O seija, o engenheiro que introduziu o projeto na Câmara é o diretor técnico da nossa obra e agora até é presidente da junta de freguesia.
  10.  # 10

    E sim, as contas estão em linha, somente que vamos ficar com uma parte do telhado ( madeiras, isolamento e telhas) já pagas mas sem termos o material aqui no local nem trabalho terminado.
 
0.0123 seg. NEW