Iniciar sessão ou registar-se
    • AMG1
    • 18 setembro 2022

     # 81

    Colocado por: N Miguel Oliveira

    O que me parece que irá acontecer é que certos promotores ou empreiteiros aproveitarão para comprar terrenos em vez de construir. Tornando os lotes ainda mais escassos assim como construção nova. Conheço alguns que foi o que fizeram em 2009-2012. Compraram barato nessa altura, e construiram agora...
    Começando a ver que as pessoas não têm dinheiro para pagar o que pedem, preferem orientar os investimentos para comprar terra em vez de tijolo e cimento.

    Este mercado é definitivamente muto especial, todos os operadores tem defesa, seja em que circunstância for.
    • AMG1
    • 18 setembro 2022

     # 82

    Colocado por: N Miguel Oliveira

    O que me parece que irá acontecer é que certos promotores ou empreiteiros aproveitarão para comprar terrenos em vez de construir. Tornando os lotes ainda mais escassos assim como construção nova. Conheço alguns que foi o que fizeram em 2009-2012. Compraram barato nessa altura, e construiram agora...
    Começando a ver que as pessoas não têm dinheiro para pagar o que pedem, preferem orientar os investimentos para comprar terra em vez de tijolo e cimento.

    Este mercado é definitivamente muto especial, todos os operadores tem defesa, seja em que circunstância for.
    Só que esta "desculpa" nao cola com o fadinho do "coitadinho do construtor" que está nas mãos do DO.
    Concordam com este comentário: Tozecs
    • AMVP
    • 18 setembro 2022

     # 83

    Colocado por: N Miguel Oliveira
    O que me parece que irá acontecer é que certos promotores ou empreiteiros aproveitarão para comprar terrenos em vez de construir.

    Pode estar ai a explicacao para as aquisicoes numa augi que ja foi aqui referida, faz sentido.
  1.  # 84

    Colocado por: AMG1Este mercado é definitivamente muto especial, todos os operadores tem defesa, seja em que circunstância for.

    Ora nem mais. É precisamente isso.
  2.  # 85

    Colocado por: AMG1Nao percebo.
    Entao se for pequeno já é bem construido, mas se for grande, ja pode nao ser é isso?
    Ou quem constroi pequrno dá mais garantias do que quem constroi grande, será?


    Refiro-me ao preço, não à qualidade.
  3.  # 86

    Colocado por: AMVPPode estar ai a explicacao para as aquisicoes numa augi que ja foi aqui referida, faz sentido.


    Acho interessante o facto de quando pego num projecto dum promotor, ver que em bastantes casos a escritura do terreno é datada duma época de crise. Parece que depois o terreno fica uns anos em pousio...
    • AMVP
    • 18 setembro 2022

     # 87

    Colocado por: N Miguel Oliveira

    Acho interessante o facto de quando pego num projecto dum promotor, ver que em bastantes casos a escritura do terreno é geralmente datada duma época de crise. Parece que depois o terreno fica uns anos em pousio...

    Ah ah ah
    Mas ainda sera cedo, nao?
  4.  # 88

    Colocado por: AMVPAh ah ah
    Mas ainda sera cedo, nao?


    Sim. Mesmo o 2023 (do tópico) também acho muito cedo.
    • AMVP
    • 18 setembro 2022

     # 89

    Colocado por: N Miguel Oliveira

    Sim. Mesmo o 2023 (do tópico) também acho muito cedo.

    Mas claro ha momentos ideais para negócio, no caso concreto dessa augi ate entendo que na perspectiva dessa pessoa possa ser a altura certa. Pode necessitar de aplicar dinheiro, é pode nao quer outros investimentos dadas as perspectivas, e pode ser a altura certa, o processo de legalizacao terminou agora e sempre pode haver quem nao tenha o dinheiro necessario para as taxas camararias é tb ainda nao ha tanta nocao do valor dos terrenos legalizados, Isto sao os meus pensamentos pois a pessoa em causa la sabera da sua vida.
    • AMVP
    • 18 setembro 2022

     # 90

    Colocado por: N Miguel OliveiraSim. Mesmo o 2023 (do tópico) também acho muito cedo.

    Sabe, eu temo que a degradacao economica sera muito rapida. E casa vez existe mais o risco de se juntar a festa uma crise financeira, estou a falar em termos mundiais é claro nos nao ficaremos imunes.
    • AMG1
    • 18 setembro 2022

     # 91

    Colocado por: N Miguel Oliveira
    Ora nem mais. É precisamente isso.

    Já é um bocado tarde para mudar de carreira, mas como ja estou reformado, talvez seja uma oportunidade. Porque até hoje ainda nao tinha descoberto nenhum negocio que corre sempre bem, deve ser por isso que passam a vida a queixarem-se de tudo e de todos.
    • AMVP
    • 18 setembro 2022

     # 92

    Colocado por: AMG1
    Já é um bocado tarde para mudar de carreira, mas como ja estou reformado, talvez seja uma oportunidade. Porque até hoje ainda nao tinha descoberto nenhum negocio que corre sempre bem, deve ser por isso que passam a vida a queixarem-se de tudo e de todos.

    As pessoas nao Vao dizer que os seus negócio correm mal.
    Seja como for, a ideia é que no Medio /longo prazo é existindo populacao, interna ou interna para habitar com longa duracao ou curta, os imoveis valorizam. Mesmo que em determinados momentos ocorram quebras de preço. Mas isto nao significa que corra sempre bem para todos
  5.  # 93

    Colocado por: AMG1deve ser por isso que passam a vida a queixarem-se de tudo e de todos.


    Até a julgar pela quantidade de tópicos que aparecem neste fórum, diria que quem se tem queixado não têm sido os promotores ou empreiteiros.
  6.  # 94

    Colocado por: AMVP
    As pessoas nao Vao dizer que os seus negócio correm mal.


    Pela especulação que se tem visto, duvido que considerem que o negócio correu nal. Talvez digam que correu "menos bem".
    • AMVP
    • 18 setembro 2022

     # 95

    Colocado por: N Miguel Oliveira

    Pela especulação que se tem visto, duvido que considerem que o negócio correu nal. Talvez digam que correu "menos bem".

    Compreendo, mas a minha resposta, tal como a do user, falava em termos gerais, nao apenas em periodos fantasticos como o que se viveu. Olhe que as vezes corre bem mal. Quando surgem crises, as vezes ha situacoes complicadas. O que me parece é que aprenderam com a crise anterior é por regra passaram a avancar com construcoes ja com dinheiro no bolso, leia-se com casas vendidas em planta e tb avancaram em escala mais reduzida, mesmo quem constroi predios passou a faze-lo um/dois de cada vez
    Concordam com este comentário: N Miguel Oliveira
  7.  # 96

    Colocado por: AMVPIsto sao os meus pensamentos pois a pessoa em causa la sabera da sua vida.


    Pois não sei o que cada um faz, apenas constato essa "coincidência". Quando um proj. é dum promotor tenho reparado que este já tem o terreno há muito tempo.

    Colocado por: AMG1Já é um bocado tarde para mudar de carreira, mas como ja estou reformado, talvez seja uma oportunidade.


    Essa é outra "coincidência", os promotores com que me tenho cruzado tevem ter uma média de idades de 70 anos pelo menos.
    Não têm grande pressa em construir para vender e compraram os terrenos em saldos. Mesmo que desistam de construir vendem o terreno pelo dobro do valor e está feito (é o tal correu menos bem).
    Pelo que ainda vai bem a tempo.
    • AMVP
    • 18 setembro 2022

     # 97

    O que refiro tb me parece ter sido a estrategia de quem compra, remodela é vende
  8.  # 98

    Colocado por: AMVPO que me parece é que aprenderam com a crise anterior é por regra passaram a avancar com construcoes ja com dinheiro no bolso, leia-se com casas vendidas em planta e tb avancaram em escala mais reduzida, mesmo quem constroi predios passou a faze-lo um/dois de cada vez

    Também acho. É uma estratégia em cadeia, desde do fornecedor que deixou de fazer stock ao promotor que aposta no "vamos indo vamos vendo".
  9.  # 99

    Colocado por: AMVPCompreendo, mas a minha resposta, tal como a do user, falava em termos gerais, nao apenas em periodos fantasticos como o que se viveu. Olhe que as vezes corre bem mal. Quando surgem crises, as vezes ha situacoes complicadas.


    Se se refere em tempos gerais também poderia usar exemplos de quem apostou no "pior" momento (de incerteza) para construir, vejam-se os livros de história. De pensar que em NYC o Empire State Building, o Chrysler Building ou o Rockefeller Center foram os edificios mais altos do mundo à época com o arranque das obras 1 ou 2 anos depois da Grande Depressão de 1929 (supostamente a crise mais grave de sempre). Na construção nem tudo é tão linear, há mesmo muitas variantes e intermediários.
    • AMVP
    • 18 setembro 2022

     # 100

    Colocado por: N Miguel OliveiraSe se refere em tempos gerais também poderia usar exemplos de quem apostou no "pior" momento (de incerteza) para construir, vejam-se os livros de história. De pensar que em NYC o Empire State Building,

    Mas apostar no pior traz sempre mais retorno, quando corre bem é claro. Mas para isso é necessario acreditar é ter disponibilidade para tal. A coisa pode corre mal, considerado apenas o contexro economico, é quando esta tudo bem, o investimento esta em curso é de repente tudo se inverte é a despesa fica em casa. Se hover dinheiro para pagar a conta a coisa fica resolvida, é esperar por dias melhores, quando nao ha é que é mais complicado.
 
0.0381 seg. NEW