Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Olá,

    Alguém aqui com experiências passadas na Câmara da Amadora que me possa indicar o tempo médio que demoram para emitir o alvará de licença de.utilização?

    O pedido de licença foi deferido no inicio de setembro e o construtor pagou o valor da taxa de emissão no dia 27 de setembro e estamos à espera desde então. Ao ligar para a CMA dizem que é aguardar…
    Não consigo perceber como é possível demorar tanto imprimir, carimbar e assinar um documento.
    Thanks!
  2.  # 2

    E você acha que é assim tão simples?
  3.  # 3

    Colocado por: nielskyE você acha que é assim tão simples?

    É mesmo muito simples, a autorização de utilização já está deferida desde inicio de setembro, a sua emissão demora meia hora, levar ao vereador para assinar é mais meia hora, não se percebe como é que isto demora mais de 1 mês.
    Concordam com este comentário: snob
    Estas pessoas agradeceram este comentário: franciscosalvador
  4.  # 4

    O Vereador está de férias
  5.  # 5

    Colocado por: Pickaxe
    É mesmo muito simples, a autorização de utilização já está deferida desde inicio de setembro, a sua emissão demora meia hora, levar ao vereador para assinar é mais meia hora, não se percebe como é que isto demora mais de 1 mês.

    Se é só isso, vá lá fazer.
  6.  # 6

    Colocado por: nielsky
    Se é só isso, vá lá fazer.


    Que resposta sem nexo. Vou fazer o trabalho de outros? Enfim...

    A minha questão é simples: o que leva um processo que já foi deferido e pago faz agora 3 semanas demorar tanto? Qual a burocracia existente para tal? Se for como o user @pickaxe disse não há razão...e se existir podiam ser mais transparentes em vez de dizer "está em análise superior".
  7.  # 7

    Colocado por: franciscosalvadorQue resposta sem nexo. Vou fazer o trabalho de outros? Enfim...

    A resposta é assim porque a pergunta assim o exige.
    A emissão de um alvará tem um percurso a percorrer e leva o seu tempo.
    Não vai ser o vereador ou o presidente da camara a fazer.
    Depois de feito ainda tem de ser registado.
    E as pessoas que fazem cada uma das etapas fazem muito mais coisas.

    Seria muito simples e fácil se acabassem com a burocracia mas aí muita gente deixava de ter emprego e os subsidios iriam ser menores.
  8.  # 8

    Colocado por: nielskyA resposta é assim porque a pergunta assim o exige.
    A emissão de um alvará tem um percurso a percorrer e leva o seu tempo.
    Não vai ser o vereador ou o presidente da camara a fazer.
    Depois de feito ainda tem de ser registado.
    E as pessoas que fazem cada uma das etapas fazem muito mais coisas.

    É uma folha A4 que demora meia hora a preencher depois é só assinar, não vale a pena procurar justificações para demorar tanto tempo.
    Concordam com este comentário: franciscosalvador
  9.  # 9

    Colocado por: PickaxeÉ uma folha A4 que demora meia hora a preencher depois é só assinar, não vale a pena procurar justificações para demorar tanto tempo.

    E está lá uma pessoa o dia inteiro à disposição só para isso.
    Nem comento mais.
  10.  # 10

    Colocado por: nielskyE está lá uma pessoa o dia inteiro à disposição só para isso.
    Nem comento mais.

    Eu não disse que se faz assim que é requerida, presumo que não está lá nenhum funcionário sem nada para fazer, mas a lei exige que seja emitida em 10 úteis, e mais do que isso além de não ser admissível, é ilegal.
    Concordam com este comentário: franciscosalvador, pvieira91
  11.  # 11

    Colocado por: nielsky
    A resposta é assim porque a pergunta assim o exige.
    A emissão de um alvará tem um percurso a percorrer e leva o seu tempo.
    Não vai ser o vereador ou o presidente da camara a fazer.
    Depois de feito ainda tem de ser registado.
    E as pessoas que fazem cada uma das etapas fazem muito mais coisas.

    Seria muito simples e fácil se acabassem com a burocracia mas aí muita gente deixava de ter emprego e os subsidios iriam ser menores.


    Não. A pergunta é concreta e informei os detalhes necessários. O processo leva o seu tempo mas se reparar eu detalhei que já foi analisada, deferida e paga. Não estamos a falar do inicio do processo (que foi em Julho) e onde os técnicos fazem o trabalho e analise dos elementos e isso leva tempo, sim.
    Tudo isso já está tratado. A resposta que deu é só mesmo sem nexo nenhum.

    Além disso , e como o user @Pickaxe disse, o tempo que está a demorar é ilegal mas já nem me importo com isso. Só queria mesmo ter feedback de experiências passadas na CMA para perceber se ainda falta muito..
  12.  # 12

    Será mais um morador dos predios que estão construidos quase a 1 ano ? que ainda estão sem licença ?
  13.  # 13

    Colocado por: P@rAdiS3Será mais um morador dos predios que estão construidos quase a 1 ano ? que ainda estão sem licença ?


    Há lá uns quantos. Conheço dois (o meu e outro quase adjacente)...
  14.  # 14

    Bem franciscosalvador, não faço ideia do tempo que demora a licença de utilização, mas tendo em conta que tenho um projeto submetido na camara da Amadora há 14 meses, e só há tres semanas atrás recebi a notificação que tinha sido rejeitado porque supostamente o CD entregue com o ficheiro de levantamento topográfico estava vazio.... já nem digo nada. Enfim

    Já agora, quanto tempo esteve há espera para lhe aprovarem o projeto?
    Obrigado,
    BD
    Concordam com este comentário: franciscosalvador
  15.  # 15

    Colocado por: BnetoBem franciscosalvador, não faço ideia do tempo que demora a licença de utilização, mas tendo em conta que tenho um projeto submetido na camara da Amadora há 14 meses, e só há tres semanas atrás recebi a notificação que tinha sido rejeitado porque supostamente o CD entregue com o ficheiro de levantamento topográfico estava vazio.... já nem digo nada. Enfim

    Poxa !!!
  16.  # 16

    Colocado por: PickaxePoxa !!!

    Tenho um cliente que passados 11 meses após entregar a CP, recebe uma notificação a dizer que faltam alguns elementos referentes ao Empreiteiro e que ainda não tinha sido efectuado a analise dos projectos ;)

    - PALMELA. ;)
  17.  # 17

    Tendo em consideração que foi entregue só a arquitetura e que após estes 14 meses continua sem ter sido aprovado (entreguei na semana passada um novo CD com o levantamento topográfico), nem quero imaginar quanto tempo vai demorar as especialidades...
  18.  # 18

    Colocado por: BnetoBem franciscosalvador, não faço ideia do tempo que demora a licença de utilização, mas tendo em conta que tenho um projeto submetido na camara da Amadora há 14 meses, e só há tres semanas atrás recebi a notificação que tinha sido rejeitado porque supostamente o CD entregue com o ficheiro de levantamento topográfico estava vazio.... já nem digo nada. Enfim

    Já agora, quanto tempo esteve há espera para lhe aprovarem o projeto?
    Obrigado,
    BD


    Olá! Não sei mesmo… eu sou apenas promitente comprador de uma fração. Não faço ideia dos timmings. Sei que o prédio está pronto desde Outubro 2021. Entretanto houve um longo processo de projecto de alterações (onde também existiram culpas do construtor, diga-se). Entretanto em Julho 2022 entrou o pedido de emissão de licença e foi deferida a meio de Setembro de 2022 e paga no final desse mês.

    Nesta segunda a minha mulher enviou um e-mail a inscrever-se na reunião publica ordinária da CMA e, coincidências, parece que ligaram ao construtor a dizer que amanhã, quinta-feira, poderá ir levantar a licença de utilização… Vamos ver!
  19.  # 19

    Conheço um caso de uma câmara que tem engenheiros, arquitetos, juristas, economistas, assistentes sociais e mais uma ou outra profissão adequada. A apoiar estes estão os assistentes técnicos, alguns com muitos anos de casa e que não se atualizaram e outros mais novos, licenciados em áreas que não arranjaram emprego (administração pública, educação social, educação de infância, outros com cursos manhosos tirados à noite). A CM decidiu atribuir salários de técnico superior a estes assistentes técnicos, mas mantendo as funções e "responsabilidades" de administrativo e os outros assistentes técnicos que não tem licenciatura, migraram para coordenadores técnicos (salário de 50€ a menos que os técnicos superiores).

    Agora pensem lá que motivação têm os engenheiros, arquitetos, juristas, etc., que tiveram de estudar nas suas áreas e passar por métodos de seleção, mas que agora têm um salário igual a quem nada faz... A somar a isto, há toda uma burocracia que faz com que os papeis andem de umas divisões para as outras a ritmo de caracol, porque tem de passar no técnico, depois no administrativo, depois no chefe, depois no vereador, depois regressa ao chefe, vai ao técnico, volta ao administrativo, depois vai outra vez ao chefe e ao vereador e depois regressa para se enviar um ofício a dizer que falta uma vírgula.
    Concordam com este comentário: franciscosalvador
  20.  # 20

    Colocado por: mandrongoConheço um caso de uma câmara que tem engenheiros, arquitetos, juristas, economistas, assistentes sociais e mais uma ou outra profissão adequada. A apoiar estes estão os assistentes técnicos, alguns com muitos anos de casa e que não se atualizaram e outros mais novos, licenciados em áreas que não arranjaram emprego (administração pública, educação social, educação de infância, outros com cursos manhosos tirados à noite). A CM decidiu atribuir salários de técnico superior a estes assistentes técnicos, mas mantendo as funções e "responsabilidades" de administrativo e os outros assistentes técnicos que não tem licenciatura, migraram para coordenadores técnicos (salário de 50€ a menos que os técnicos superiores).

    Agora pensem lá que motivação têm os engenheiros, arquitetos, juristas, etc., que tiveram de estudar nas suas áreas e passar por métodos de seleção, mas que agora têm um salário igual a quem nada faz... A somar a isto, há toda uma burocracia que faz com que os papeis andem de umas divisões para as outras a ritmo de caracol, porque tem de passar no técnico, depois no administrativo, depois no chefe, depois no vereador, depois regressa ao chefe, vai ao técnico, volta ao administrativo, depois vai outra vez ao chefe e ao vereador e depois regressa para se enviar um ofício a dizer que falta uma vírgula.
    Concordam com este comentário:franciscosalvador


    Compreendo a situação mas não me diz respeito como “cliente final” e ainda por cima com uma lei onde estipula que existem 10 dias para a licença ser emitida. Existem milhares de maneiras de automatizar e simplificar processos. Estamos numa era digital!
 
0.0246 seg. NEW