Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Segundo as últimas notícias sobre este caso das 22 mortes registadas, a ordem dos médicos só considera suspeitos dois casos.

    Não será altura da investigação destes casos passar para entidades independentes, por exemplo um organismo da Procuradoria onde juristas e juízes também com formação em medicina , fizessem estes sim estás investigações?

    Ainda que fossem muito bem pagos, era dinheiro público bem gasto, dado o interesse público do povo e das pessoas ficar com a garantia de ser melhor servido e a Justiça ser realmente feita.
    • AMVP
    • 14 janeiro 2023

     # 2

    Colocado por: carlosj39Não será altura da investigação destes casos passar para entidades independentes, por exemplo um organismo da Procuradoria onde juristas e juízes também com formação em medicina , fizessem estes sim estás investigações?

    Se nem os medicos se entendem como pensa que seria possivel a um juiz, ainda que com alguma formacao em medicina, eferir tais praticas.
    Sabe o que e necessario? Integridade, sentido etico, compaixao pelos outros e pelo pais. O problema e de valores, o resto e so complicar. E a minha opiniao e claro.
    Concordam com este comentário: psergio57
  2.  # 3

    O problema é que um juiz com formação médica de base teria muito mais independência e credibilidade em investigar estes casos. Podia pedir pareceres a especialistas estrangeiros que analisassem o caso sem saberem quem é o doente e o contexto, para não correrem o risco de falsos pareceres a proteger os colegas.

    Quanto a valores infelizmente tem toda a razão os únicos que hoje interessam é o conteúdo das carteiras, infelizmente.

    Colocado por: AMVP
    Se nem os medicos se entendem como pensa que seria possivel a um juiz, ainda que com alguma formacao em medicina, eferir tais praticas.
    Sabe o que e necessario? Integridade, sentido etico, compaixao pelos outros e pelo pais. O problema e de valores, o resto e so complicar. E a minha opiniao e claro.
    • AMVP
    • 14 janeiro 2023

     # 4

    Colocado por: carlosj39Podia pedir pareceres a especialistas estrangeiros que analisassem o caso sem saberem quem é o doente e o contexto, para não correrem o risco de falsos pareceres a proteger os colegas.

    Repare, em teoria tal poderia acontecer ate now dias de hoje. Temo e que nao se verifique por causa de normas que possam obrigar a recorrer a ordem dos medicos. E pronto, fica tudo em casa.
  3.  # 5

    Os médicos são os únicos profissionais, que enterram os erros!
  4.  # 6

    Os juizes têm n acessoria nas mais variadas temáticas, aliás, se há aqui algum sabe bem que não pode recusar-se a tal a não ser muito bem justificado e SE o juiz aceitar.

    Como tal, se estes temas fossem para juizes com a formação adequada, em juiz, eles saberiam julgar com o apoio necessário. O problema é que estamos a falar de uma das classes mais poderosas e com uma ordem que quase manda mais que o PR
    • AMVP
    • 14 janeiro 2023

     # 7

    Colocado por: powerPTO problema é que estamos a falar de uma das classes mais poderosas e com uma ordem que quase manda mais que o PR

    Manda o que nos, a populacao, deixar
    • TzRi
    • 15 janeiro 2023

     # 8

    Para isso é que existe a Medicina Legal... São os médicos do Tribunal, que auxiliam a justiça nas questões ligadas à Medicina.
    Concordam com este comentário: psergio57
  5.  # 9

    Mas os médicos legistas não podem averiguar, segundo creio, estes casos de potênciais crimes por negligência ou má práticas profissionais medicas, por lei. Essa investigação está actualmente entregue sob a alçada da ordem médicos, o que limita imenso , por razões óbvias de falta de imparcialidade, a credibilidade dessas investigações.
 
0.0122 seg. NEW