Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 81

    https://www.axios.com/2022/05/11/big-tech-pay-for-bandwidth-eu-south-korea

    Tinha Netflix e partilhava com família. No fim do ano o cartão mbnet expirou e chegámos à conclusão que já ninguém via nada 😂
    Se soubesse tinha aguentado só para desistir agora para fazer parte das estatísticas.
    • Iko
    • 11 fevereiro 2023

     # 82

    E ainda fica a perder bastante no de 12€ pois a definição do conteúdo é bem mais fraca.


    Isso é uma grande treta, acho que nunca encontrei um único conteúdo disponibilizado em 4K, porque raio hei de pagar o premium para ver em UltraHD numa TV em 4K e dizer aos amigos - Vejam esta qualidade de 4K!
    • Leao91
    • 11 fevereiro 2023 editado

     # 83

    https://www.jn.pt/nacional/deputados-questionam-legalidade-da-proibicao-das-partilhas-na-netflix-15812179.html

    Cá em Portugal ainda vai dar pano para mangas e vão ter de alterar o que mudaram.

    Mesmo que isso não aconteça, acredito que até ao fim do ano aumentam isto tipo um euro por pacote referência e metam 4 ou 3 partilhas máximas.

    Isto se não querem ter uma quebra abrupta de receitas.
  2.  # 84

    Colocado por: JASantos

    Nao pode

    Usa em casa. Como usa a meo.
    Ou muda a meo ou nos de morada cada vez que lhe apetece?
    Tenha nocao. Ou pelo menos leia as condicoes da netflix. Está tudo la escrito
    você tem algum problema psicológico ? eu para ver netFlix tenho que ter algum equipamento da netflix ? por acaso se tiver uma smartv e tiver a aplicação nós fora de casa consegue levar a tv para qualquer casa com wifi e ver mas tenho que ter um serviço e material em casa que pago e é fixo em casa ... agora a Netflix não me dá nada que não consiga transportar para aderir ao meu conteudo que pago ...
  3.  # 85

    Colocado por: HAL_9000Ou seja, se quiser continuar a ter netflix na TV na casa de férias, tenho de a levar uma vez por mês a passear. Ridículo.

    Contudo se usar tablet ou telemóvel, desde que não permaneça fora de casa mais de um mês pode usar normalmente.
    no meu caso as minhas filhas gostam de ver algumas series por isso é que ainda mantinha aquilo porque vou os mandar a pT que os pariu que meu não levam mais centimo nenhum ! elas quando vão para a casa da avó usam a minha netflix porque os meus pais não tem mas a minha quando saio de lá fica desligada porque os maus pais pouco vêem tv nem a partilho com niguem , as filhas são minhas o pacote netflix é meu e este prestador de serviço é um l@dr@o porque me está a r#ub#r o que é meu ! não vou andar com a casa dos meus pais para dentro da minha uma vez por mês !!!

    mas para mim já está resolvido , proximo mês vão pregar para outra freguesia !!!
  4.  # 86

    A Netflix como empresa tem liberdade para vender o serviço como quiserem…ok, eu como consumidor também tenho liberdade e adeus Netflix.

    Tão simples, antes vivíamos sem serviços de streaming algum.

    E sim, perante esta posição não tenho dúvida alguma que estão a dar um tiro no pé e que o “velho” P2P para conteúdo deles vai voltar em força.
  5.  # 87

    Colocado por: powerPTA Netflix como empresa tem liberdade para vender o serviço como quiserem
    a porra é esta ninguém vê que isto está para além da venda ? imagine se a moda pega , vou comprar um carro compro e depois a marca diz , só pode usar o carro para andar no seu jardim ! não o pode partilhar sem pagar por cada ocupante e se pagar tem que trazer o ocupante para casa !

    vou a supermercado compro uma galinha feita e não posso partilhar a minha galinha com ninguem se o quiser fazer tenho que pagar por cada comilão ?????????

    não estamos a falar de "venda " estamos a falar do pós venda e de algo que já não pertence a quem vendeu , não faz confusão ...

    façam pacotes de um ecrã sem partilhas mas que quando alguem comprar 1 que veja como quiser , o que está a ser feito em Portugal e Espanha tem que conhecer piores dias porque nem se trata da NETFLIX mas de um atentado a nossa liberdade .

    isso vai acabar cedo e espero que o iluminado que se lembrou disso seja bem castigado por isso .
    Concordam com este comentário: treker666
  6.  # 88

    Há muitos anos lembro-me desta "guerra" com o software dos computadores. Alguém comprava o MS Office e dava o código a toda a família e amigos. As empresas compravam uma licença e servia para tudo o que era funcionário e amigos. Com as actulizações permanentes e algumas multas valentes tudo isso acabou.
    Agora a pirataria da moda é o streaming, mas os fornecedores vão sofisticando o acesso.
    Os jornais queixam-se do mesmo com o acesso digital pago, paga um e distribui o acesso a todos os amigos.
    Concordam com este comentário: desofiapedro
  7.  # 89

    Tanta treta por uma coisa que não tem utilidade nem nada de essencial...
    Estas pessoas agradeceram este comentário: desofiapedro
  8.  # 90

    Colocado por: CarvaiHá muitos anos lembro-me desta "guerra" com o software dos computadores. Alguém comprava o MS Office e dava o código a toda a família e amigos. As empresas compravam uma licença e servia para tudo o que era funcionário e amigos. Com as actulizações permanentes e algumas multas valentes tudo isso acabou.
    Agora a pirataria da moda é o streaming, mas os fornecedores vão sofisticando o acesso.
    Os jornais queixam-se do mesmo com o acesso digital pago, paga um e distribui o acesso a todos os amigos.


    Colocado por: gil.alvesTanta treta por uma coisa que não tem utilidade nem nada de essencial...


    para mim nem se trata da netflix ou a sua utilidade , para mim é um atentado á minha liberdade ! se compro é meu e faço o que quero ! com tudo ! se é meu é meu ! não façam confusões , não é pirataria , não é cedências e partilhas é o facto de eu comprar algo e quem me vende quer mandar em mim . é que já nem é a NETFLIX .
    Concordam com este comentário: Edna
  9.  # 91

    Colocado por: gil.alvesTanta treta por uma coisa que não tem utilidade nem nada de essencial...

    Isso mesmo, ainda se fosse a SportTV que é um bem essencial merecia uma manifestação...
  10.  # 92

    Colocado por: rafaelisidorose compro é meu e faço o que quero
    Você não compra nada, paga um serviço.

    Colocado por: CarvaiIsso mesmo, ainda se fosse a SportTV que é um bem essencial merecia uma manifestação...
    Idem.
    Utilidade e essencialidade, nulas.
    Concordam com este comentário: JASantos
  11.  # 93

    Colocado por: rafaelisidoro



    para mim nem se trata da netflix ou a sua utilidade , para mim é um atentado á minha liberdade ! se compro é meu e faço o que quero ! com tudo ! se é meu é meu ! não façam confusões , não é pirataria , não é cedências e partilhas é o facto de eu comprar algo e quem me vende quer mandar em mim . é que já nem é a NETFLIX .


    Você não compra um produto. Você compra o acesso a um serviço.
  12.  # 94

    Colocado por: gil.alvesVocê não compra nada, paga um serviço.


    Acho que o personagem ainda n percebeu isso
  13.  # 95

    Colocado por: gil.alves
    https://i.ibb.co/tqLm5Kc/ezgif-1-9d3fa021fc.gif');" >
    gil.alves


    Colocado por: rjmsilvarjmsilva
    vocês que se entendem ... eu compro um produto mesmo um serviço , eu pago eu compro , não foi de graça , eu pago eu compro um produto inclui um serviço , e uma uma venda inclui uma compra , não vale a pena enrolar mais isso , eu já nem falo da NETFLIX porque apartir do dia 21 morreram para mim , estou a falar de algo muito mais grave que é a minha liberdade , se eu compro um produto ou um serviço e não consigo aceder a ele pelo motivo de que quem me vendeu está a bloquear-me então não se trata da NETFLIX mas de um putin flix ... eu pago para aceder e não o posso fazer quando e aonde eu quiser . não faz sentido e isso vai acabar rápido.
  14.  # 96

    Colocado por: JASantos

    Acho que o personagem ainda n percebeu isso


    Colocado por: JASantos

    Acho que o personagem ainda n percebeu isso
    qual é a diferença entre comprar um produto e comprar um serviço ? por acaso não se paga os dois ? comprar um produto significa que alguém tem um produto a venda seja físico ou um serviço .
    mas se vocês são tão coninhas eu compro um serviço ( produto ) , compro por isso pago mas compro e pago porque não é de borla e alguém vende o seu produto a mim que sou consumidor que pago pela compra de serviços ou de bens físicos que são apenas produtos e depois neste caso cancela-me o serviço que comprei que é o acesso que comprei ao seu serviço vendido sob forma de um produto que corresponde a um determinado pacote e voces dois podem ir com o pacote tambem porque são algo que não me diz nada ... se os pacotes de partilha está mal então acaba-se com este produto e colocam á venda um produto serviço que não dê para partilhar mas não mexam com a liberdade das pessoas porque já basta o PUTIN !
  15.  # 97

    A diferença em comprar um produto e comprar um serviço é basicamente o mesmo que comprar um imóvel ou arrendar, não é a mesma coisa.
    Concordam com este comentário: desofiapedro
  16.  # 98

    Colocado por: VarejoteA diferença em comprar um produto e comprar um serviço é basicamente o mesmo que comprar um imóvel ou arrendar, não é a mesma coisa.

    Exatamente, se comprar um T1 e meter lá 20 gajos é um problema do dono e dos vizinhos. Se arrendar e fizer o mesmo é ilegal.
  17.  # 99

    Colocado por: Carvai
    Exatamente, se comprar um T1 e meter lá 20 gajos é um problema do dono e dos vizinhos. Se arrendar e fizer o mesmo é ilegal.
    em qual dos casos é que vocês não tem a chave para entrar ? No arrendamento ou na compra do imóvel ?
    Concordam com este comentário: Edna
  18.  # 100

    Mas por exemplo compro o serviço nowo ou meo.

    A aplicação meo TV ou nowo TV funcionam no tlm em qualquer lugar do país.
 
0.0378 seg. NEW