Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde,

    Estou no processo de construção de uma moradia em Loures (Santo Antão do Tojal) e tenho algumas questões que ainda não consegui obter resposta depois de muita pesquisa. Já tenho projeto de arquitetura e especialidades aprovado e agora estou em fase de adjudicação da obra. Trata-se de uma moradia de apenas um piso em terreno plano com aproximadamente 165 metros quadrados de área de construção.

    Nesta fase de recolha de orçamentos tenho recebido respostas desde 1700€ aos 3000€ por metro quadrado para o mesmo projeto. Quando iniciei este processo as estimativas que tinha estavam muito abaixo destes valores, mas com todo o panorama em que vivemos hoje já estava há espera que o cenário fosse mau, no entanto não estava à espera que fosse tão mau nem que existissem estas discrepâncias de valores. Com base na vossa experiência, quais são os valores que são praticados hoje em dia em construção? Sei que isto depende de imensos factores, mas vamos pôr um caso simples de um terreno em que não existe necessidade de grandes movimentos de terra e o projeto de arquitetura é bastante simples e os materiais utilizados são de gama média.

    Outra questão que tenho é relativamente à climatização. Faz sentido para uma casa térrea, numa zona em que no inverno a temperatura mínima à noite ronda os 0º com bastante humidade optar por piso radiante (bomba de calor e sistema hidráulico)? Ou é algo que com um bom isolamento e um sistema de ar condicionado é suficiente?

    Qualquer informação extra necessária para ajudar disponham.
    Desda já obrigado.
    Pedro
  2.  # 2

    Colocado por: PedroSATCom base na vossa experiência, quais são os valores que são praticados hoje em dia em construção?
    os valores de m2 são 1700€ a 3000€(!) ou mais. Ou menos...
    "apenas" com projecto de arq. e especialidades, orçamentar chave na mão é um tiro aos patos. Sendo que você é o pato.
    Não há detalhe significante para empreiteiros responderem exactamente à mesma coisa, portanto cada empreiteiro vai dar-lhe o valor que entender.
    Aceita, ou não.

    Colocado por: PedroSATFaz sentido para uma casa térrea, numa zona em que no inverno a temperatura mínima à noite ronda os 0º com bastante humidade optar por piso radiante
    O conforto de PRH é sobejamente conhecido. é irrelevante o tipo de condições exteriores.
    Se quer uma casa com um sistema de aquecimento sem pós, uniforme e sem ter de se chatear muito... é PRH. Havendo orçamento e técnico competente claro.

    Partilhe aí o projecto se preferir e o que pretende (materiais) e talvez possa haver alguma ideia do que contar da malta aqui da chafarrica.

    Abr.
  3.  # 3

    Boa noite,

    Está a entregar a todas as empresas o mesmo mapa de trabalhos e quantidades? Normalmente, o problema na discrepância de valores reside ai, os clientes entregam o projeto mas não há uma lista fechada com quantidades e descritivos.

    Relativamente ao intervalo de valores, neste momento, para uma construção media tenho visto praticarem entre 2000-2200€, mas é tudo relativo sem conhecer o projeto.

    Por último... a questão da climatização, 1º) o bom isolamento é primordial independentemente do sistema de aquecimento que escolher, o isolamento vai ajuda-lo tanto no inverno como no verão, por isso não corte custos ai, relativamente ao sistema de ar condicionado vs bomba de calor/piso radiante, é uma questão de investimento inicial vs custo a futuro, a bomba de calor é mais eficiente e dá mais conforto mas exige um custo inicial bem superior... o ar condicionado tem um custo "minimo" mas a fatura da luz depois é bem mais alta, são escolhas.
  4.  # 4

    Colocado por: gil.alves"apenas" com projecto de arq. e especialidades, orçamentar chave na mão é um tiro aos patos. Sendo que você é o pato.


    Lol.

    Mas andam sempre aqui a escrever que os empreiteiros de moradias é que são os patos bravos:)
  5.  # 5

    Meta aqui imagens dos pormenores "construtivos" de execução em obra que tem nos projetos, para vermos se o seu projeto de arquitetura também foi feito por uma pato bravo.

    Pode ser que a malta possa dar umas ideias de melhoria.
    Concordam com este comentário: marco1
  6.  # 6

    Colocado por: ricardo.rodrigues
    Lol.
    Mas andam sempre aqui a escrever que os empreiteiros de moradias é que são os patos bravos:)
    :)
    Foi intencional Ricardo! :)
  7.  # 7

    Como comentado atrás, esses preços são para ver se o pato cai. Não desista e procure mais alternativas.

    Pode investir um pouco mais e tem um mapa de quantidades e projeto de execução, só assim sabe o que está a comparar.

    Se puder adjudicar por si algumas especialidades, como caixilharias, carpintarias, escolhe o melhor para a sua carteira, e poupa umas boas massas.

    Os tempos são de mudança, esta galopada de preços elevados verá (na minha opinião) um momento decisivo nos proibimos tempos.
    Concordam com este comentário: Joves
  8.  # 8

    Dê as voltas que der vai ter sempre de pagar a ( estu$#&"$%/da) taxa da AML
    1700 ou 2300 já devia pressupor algo acima da média o que duvido.
    a sua salva vai ser ter a sorte de arranjar um bom construtor e de grande confiança seja lá por que preço for, caso contrário poderá vir a ter muitas amarguras e uma casa com fraca qualidade e pagar na mesma os tais 1700 a 2300.
    Já são muitos os casos de abandono das obras, defeitos graves, atrasos colossais, custos imprevistos, etc...
    boa sorte.
  9.  # 9

    Colocado por: engobrasfeitaso ar condicionado tem um custo "minimo" mas a fatura da luz depois é bem mais alta,

    Que treta. Os AC normalmente são mais eficientes (melhor COP) do ponto de vista energético.

    E são muito mais eficazes a arrefecer, sobretudo se for uma construção com baixa inércia, em que não têm de ficar ligados o dia todo.

    Agora, o PRH é muitíssimo mais confortável, claro.
    Concordam com este comentário: ANC
  10.  # 10

    Colocado por: PedroSATBoa tarde,

    Estou no processo de construção de uma moradia em Loures (Santo Antão do Tojal) e tenho algumas questões que ainda não consegui obter resposta depois de muita pesquisa. Já tenho projeto de arquitetura e especialidades aprovado e agora estou em fase de adjudicação da obra. Trata-se de uma moradia de apenas um piso em terreno plano com aproximadamente 165 metros quadrados de área de construção.

    Nesta fase de recolha de orçamentos tenho recebido respostas desde 1700€ aos 3000€ por metro quadrado para o mesmo projeto. Quando iniciei este processo as estimativas que tinha estavam muito abaixo destes valores, mas com todo o panorama em que vivemos hoje já estava há espera que o cenário fosse mau, no entanto não estava à espera que fosse tão mau nem que existissem estas discrepâncias de valores. Com base na vossa experiência, quais são os valores que são praticados hoje em dia em construção? Sei que isto depende de imensos factores, mas vamos pôr um caso simples de um terreno em que não existe necessidade de grandes movimentos de terra e o projeto de arquitetura é bastante simples e os materiais utilizados são de gama média.

    Qualquer informação extra necessária para ajudar disponham.
    Desda já obrigado.
    Pedro


    Posso dar-lhe o contacto do meu empreiteiro, se assim o desejar… até à data, só tenho a dizer bem. Sempre é mais um orçamento.
    Boa sorte
  11.  # 11

    Colocado por: BrunoFranco
    Posso dar-lhe o contacto do meu empreiteiro, se assim o desejar… até à data, só tenho a dizer bem. Sempre é mais um orçamento.
    Boa sorte


    Agradecia, neste momento só consegui 5 respostas de orçamentos, muitos dizem não ter interesse/tempo.
    •  
      NTORION
    • 15 março 2023 editado

     # 12

    Mande-me um mail para o meu Nick @ Gmail, o meu empreiteiro é da zona e julgo que ainda não anda nesses preços, não sendo o melhor do mundo, com o q anda por aí não é nada mau.
  12.  # 13

    Desde já obrigado pelas respostas!

    Esqueci-me de mencionar que tenho projeto de execução tanto para a arquitetura como especialidades. Tanto um como outro foram feitos por empresas de confiança, decidi investir nestes pontos porque são a base de todo este processo e para tentar facilitar a fase de construção. Por isso os orçamentos que tenho são com base no mesmo mapa de quantidades/trabalho.

    No projeto que entreguei e tenho pedido orçamentos incluí tanto PRH (toda a casa), AC por conduta (sala, e 2 quartos) e salamandra (na sala). Tenho receio que neste momento seja demasiado, mas quando comecei o projeto não havia todo este contexto económico. Neste momento talvez seja obrigado a cortar neste ponto, mas não sei bem como mantendo um bom nível de conforto.

    Abr
    Pedro
    •  
      NTORION
    • 15 março 2023 editado

     # 14

    Colocado por: PedroSATNo projeto que entreguei e tenho pedido orçamentos incluí tanto PRH (toda a casa), AC por conduta (sala, e 2 quartos) e salamandra (na sala). Tenho receio que neste momento seja demasiado, mas quando comecei o projeto não havia todo este contexto económico. Neste momento talvez seja obrigado a cortar neste ponto, mas não sei bem como mantendo um bom nível de conforto.

    Acho que não faz sentido tanta coisa. Estou muito próximo e não tenho grandes necessidades de aquecimento, talvez mais de arrefecimento até. Tenho etics com eps 8cm e tijolo térmico 24cm. Optei por vidros triplos tb.
    Apenas tenho lareira com recuperador, e pré de AC para todas as divisões caso seja necessário montar um dia. Este ano foi de avaliação e confesso que pela amostra não necessito.

    Tendo PRH ou AC, basta 1.
    • RUIOLI
    • 15 março 2023 editado

     # 15

    Pedro, se quiser posso dar-lhe contacto de empreiteiros que trabalham muito nessa zona. Deixe o seu e-mail.
  13.  # 16

    Colocado por: PedroSAT

    Agradecia, neste momento só consegui 5 respostas de orçamentos, muitos dizem não ter interesse/tempo.


    Pedro, manda email para mim:
    [email protected]

    Até pode vir ver a minha obra e ver como eles trabalham.. do empreiteiro que tenho, só tenho a dizer bem…
    Preços inclusive
  14.  # 17

    Colocado por: engobrasfeitasBoa noite,

    Está a entregar a todas as empresas o mesmo mapa de trabalhos e quantidades? Normalmente, o problema na discrepância de valores reside ai, os clientes entregam o projeto mas não há uma lista fechada com quantidades e descritivos.

    Relativamente ao intervalo de valores, neste momento, para uma construção media tenho visto praticarem entre 2000-2200€, mas é tudo relativo sem conhecer o projeto.

    Por último... a questão da climatização, 1º) o bom isolamento é primordial independentemente do sistema de aquecimento que escolher, o isolamento vai ajuda-lo tanto no inverno como no verão, por isso não corte custos ai, relativamente ao sistema de ar condicionado vs bomba de calor/piso radiante, é uma questão de investimento inicial vs custo a futuro, a bomba de calor é mais eficiente e dá mais conforto mas exige um custo inicial bem superior... o ar condicionado tem um custo "minimo" mas a fatura da luz depois é bem mais alta, são escolhas.


    2200? ate pode ser 10000, no entanto a realidade é bem longe dessa.
    Primeiro era o ferro. (ja baixou)
    Depois o betao. (ja baixou)

    O que é agora para o aumento do preço por m2 para o dobro (dos tais 1000 euros de ha 2 anitos)?
    Concordam com este comentário: Alto_moinhos_1978
  15.  # 18

    Colocado por: pmfgomes1O que é agora para o aumento do preço por m2 para o dobro (dos tais 1000 euros de ha 2 anitos)?
    aproveitar o tempo de vacas gordas, eu fazia o
    Mesmo
  16.  # 19



    Primeiro era o ferro. (ja baixou)
    Depois o betao. (ja baixou)



    O betão não baixou, subiu no inicio do ano.
    Concordam com este comentário: diouf_matos
  17.  # 20

    Colocado por: DR1982aproveitar o tempo de vacas gordas, eu fazia o
    Mesmo


    Ah okay, assim sendo faz sentido.

    No entanto.. para uma moradia de 200m2 (com 2 pisos, a mais vulgares que por ai andam), fora o custo do terreno, arquitetura e tudo mais, que tem que ser pago à parte (100/150 mil euros, vai-se pagar 2200 euros x 200 m2 (440 mil euros). Isto sem contar com os custos que ainda pode subir, vamos contar 450 mil.

    Com a euribor como está, estamos a falar de empréstimo de 2000 euros por mês a 40 anos. (já tendo descontado os 10% que se tem que pagar de cabeça, 50 mil euros.
    Há assim tantas famílias que o podem fazer, cumprindo a taxa de esforço? Ou seja, para familias que ganhem 6000 liquidos, o crédito será aprovado.

    Está tudo bom da cabeça?
    Felizmente a realidade não é como se pinta neste fórum, porque senao nao havia construções aí.
    Concordam com este comentário: Alto_moinhos_1978, powerPT, rpmmsantos, Joves, snob
 
0.0239 seg. NEW