Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 61

    Colocado por: Pedro BarradasJoão... a Tyrande tem alguma razão ;)
    Há soluções que o "comum dos mortais" não está disposto a pagar... é na sua área de trabalho, é na minha, é na de todos... é a vida.
    Partilho um pouco do comentário da Tyrande, mas não o levei como qq tipo de ataque pessoal à sua pessoa e ao seu trabalho. Acho que não deve levar!!!

    Se a Tyrande tem razão e eu sou assim tão "limitado" como diz o André Barros, que me ofende e eu nem o conheço de lado nenhum, não sei porque é que o Pedro no seu Deck usa óleo da Biofa (em preço equivalente ao da Bona) em vez de luxens ou cin ou dyrup|bondex???
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 62

    Colocado por: Joao DiasSe a Tyrande tem razão e eu sou assim tão "limitado" como diz o André Barros, que me ofende e eu nem o conheço de lado nenhum


    LOL. Agora ofendi-o. Tenho a certeza que a minha opinião não é importante o suficiente para o afectar.
    A Tyrande apenas lhe fez um reparo. Sem qualquer conotação maldosa ou, tão pouco, pessoal. O que mais me admira é que o João conhecendo a Tyrande há algum tempo não tenha percebido logo isso e preferiu ficar todo indignado.

    Mas não se preocupe que não o incomodo mais.
  4.  # 63

    O sr Joao Dias faz um excelente trabalho e está habituado a um padrão lá muito em cima, pois executa bem e com bons materiais.
    Mas para muita gente uma coisa mais medíocre já é suficiente para ficar a seu gosto (e ao gosto da carteira).
    Da mesma forma que muita gente gosta da Mercedes, VW, Honda porque têm motores que duram uma vida, há quem fique bem servido por um carro que faz meia duzia de anos e troca por outro. É assim com tudo, e principalmente na área em que cada um é especialista.. a mim também não me cabe na cabeça comprar um PC em que não tenha pelo menos de i5 pra cima e um SSD... há gente que qqr computador de 300/400 € já faz o serviço.
    Por vezes tem que se adequar os gostos às carteiras :p
    E sinceramente tb não acho que ninguém o criticou Joao... e o tópico criado por si é exemplo disso! Toda gente vê que é um exemplo na sua arte!
    Concordam com este comentário: Tyrande
  5.  # 64

    Colocado por: rjmpiresO sr Joao Dias faz um excelente trabalho e está habituado a um padrão lá muito em cima, pois executa bem e com bons materiais.
    Mas para muita gente uma coisa mais medíocre já é suficiente para ficar a seu gosto (e ao gosto da carteira).
    Da mesma forma que muita gente gosta da Mercedes, VW, Honda porque têm motores que duram uma vida, há quem fique bem servido por um carro que faz meia duzia de anos e troca por outro. É assim com tudo, e principalmente na área em que cada um é especialista.. a mim também não me cabe na cabeça comprar um PC em que não tenha pelo menos de i5 pra cima e um SSD... há gente que qqr computador de 300/400 € já faz o serviço.
    Por vezes tem que se adequar os gostos às carteiras :p
    E sinceramente tb não acho que ninguém o criticou Joao... e o tópico criado por si é exemplo disso! Toda gente vê que é um exemplo na sua arte!

    Mas isso já eu estou farto de dizer. Quem pode e quer faz quem não quer nada contra.
    Agora pergunto eu: Mas sou eu que estou mal por querer alertar e gostar quando vejo as coisas bem feitas??
    Tenho de mudar a minha postura só porque um trabalho para ficar bem feito custa x e existe quem queira fazer o mesmo por y á viva força??
    Era o que mais faltava. Não sei nem quero trabalhar de outra forma. E só para que não fiquem duvidas na grande maioria dos casos as diferenças orçamentais entre o que eu apresento e o que outros apresentam não são sequer significativas quando se pensa no upgrade só dos materiais e da ferramenta. É que já nem falo da mão de obra...
    Querem que me caia bem ler o comentário da Tyrande??
    Aquele comentário a si ajudou-o em alguma coisa no que ao restauro|manutenção do seu deck diz respeito?? E a alarvidade do André Barros em me chamar de "limitado"? Em que o ajudou?? Deu-lhe alguma nova perspectiva sobre o assunto que se estava a debater??
    Este tipo de ruídos só servem para descridibilizar nada mais!!!!
    Talvez seja " limitado", é um facto que tento sempre ajudar pelo melhor quando se calhar mais valia estar calado e deixar-vos fazer asneiras á força toda... Realmente o outro tem razão, sou mesmo muito limitado, para azar de alguns felizmente não sou tapado!!!
    Por aqui me fico que isto é tempo perdido.
  6.  # 65

    Vá.... está-se a fazer, no meu entender.. uma "tempestade num copo de água". Acho que não vale a pena.
    Concordam com este comentário: Tyrande
  7.  # 66

    Devo dizer que estou desapontada consigo João..nada mais.

    Faltou-lhe poder de encaixe.

    Levou tudo como um ataque pessoal e demonstrou alguma instabilidade emocional ao lidar com uma mera observação, que se ler atentamente, faz-lhe bastante elogios até. E cá está você a reagir como se alguém o tivesse o chamado nomes e mais não sei o quê.

    Logo eu que sou fã do seu trabalho! ppfftt...

    Já tinha reparado em outros tópicos que reage bastante negativamente a posts que não são, permita-me a expressão, para "babar o seu ovo", mas isto foi mesmo overkill.

    Enfim, tem razão num aspecto...isto é mesmo tempo perdido.
  8.  # 67

    E tudo porque eu só quero "lavar" a cara ao meu deck...

    Que se lixe o deck!
    Vou-lhe é "botar" óleo queimado dos motores para aguentar mais 2 anitos... :)
  9.  # 68

    Força João. Isso precisa de animação mas sem se chatearem todos.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: Joao Dias
  10.  # 69

    João Dias na minha opinião devia ter simplesmente indicado que para esse serviço usaria o produto X da bona que custa PVP ... X e tem um rendimento de X m2/litro!

    Com jeitinho ainda lhe fazia o favor de vender o produto.

    A sua área não é vender produtos mas se calhar a pessoa em vez de gastar 60€ até nem se importava de gastar 100.
    A pessoa em questão não quer/pode pagar a um profissional para fazer um trabalho 5 estrelas/chave na mão...
  11.  # 70

    A pessoa em questão não quer mesmo é gastar muito... tem mais onde gastar o $$ (quanto mais não seja com jantares com a patroa :) )e só queria conservar o deck mais uns 2 anitos... depois, quem vier a seguir que " feche a porta" !
    Mas se arranjar um produto melhor por pouco mais, eu até posso estar interessado e não me importava nada!
    • JVP
    • 17 Junho 2016

     # 71

    Colocado por: Joao DiasAlgures para o Mês que vem começa a minha saga de restauro de decks pelo Pais fora e depois meto no meu tópico um exemplo de um restauro profissional com os devidos custos e metragens para tentar desmistificar esta situação da "dificuldade de manutenção de um deck de madeira".


    Caro João Dias (e outros foristas com conhecimento de causa),

    Sei que não é profissional dar orçamentos ao m2 (há muitas condiconantes), e o João já referiu aqui no forum que não faz preços por m2.

    Neste momento estou a construir e estou na fase em que terei que tomar uma opço sobre aplicação de deck (madeira) ou um material cerâmico (para mim compósito não é opção). Serão cerca de 60m2 na zona do jardim de acesso à piscina.

    Como não quero ser "escravo da casa" (confesso que não sou dado a bricolages, e com 2 filhos pequenos, tempo é algo que não me sobra), e como também não sou rico, não quero tomar uma decisão da qual me arrependa.

    Assim, perguntava-lhe, se pode adiantar intervalos de valores médios cobrados pelo mercado (não tem que ser os "seus" valores), para os custos de manutenção de um deck de 60m2, em 3 situações distintas:

    a) manutenção normal de deck em bom estado (anualmente ou semestralmente, consoante sejam as boas práticas).

    b) manutenção do deck exigindo alguns retoques (imagino que ao fim de alguns anos isso seja necessário)

    c) restauro de um deck com vários anos, que apesar de ser mantido anualmente, se encontra degradado pelo uso.
    O João Dias referiu que brevemente vai colocar no forum casos reais para desmistificar a questão dos custos de manutenção, mas eu tenho que tomar uma decisão nos próximos dias/meses.

    Já agora, e a isto responderá com certeza, ipê é mesmo a melhor madeira para decks? Ou há outras madeiras, que pela melhor relaçao custo/qualidade, ou pela mais valia a nivel de resistência e manutenção, também valha a pena considerar?

    Cumprimentos,
  12.  # 72

    Colocado por: JVP

    Caro João Dias (e outros foristas com conhecimento de causa),

    Sei que não é profissional dar orçamentos ao m2 (há muitas condiconantes), e o João já referiu aqui no forum que não faz preços por m2.

    Neste momento estou a construir e estou na fase em que terei que tomar uma opço sobre aplicação de deck (madeira) ou um material cerâmico (para mim compósito não é opção). Serão cerca de 60m2 na zona do jardim de acesso à piscina.

    Como não quero ser "escravo da casa" (confesso que não sou dado a bricolages, e com 2 filhos pequenos, tempo é algo que não me sobra), e como também não sou rico, não quero tomar uma decisão da qual me arrependa.

    Assim, perguntava-lhe, se pode adiantar intervalos de valores médios cobrados pelo mercado (não tem que ser os "seus" valores), para os custos de manutenção de um deck de 60m2, em 3 situações distintas:

    a) manutenção normal de deck em bom estado (anualmente ou semestralmente, consoante sejam as boas práticas).

    b) manutenção do deck exigindo alguns retoques (imagino que ao fim de alguns anos isso seja necessário)

    c) restauro de um deck com vários anos, que apesar de ser mantido anualmente, se encontra degradado pelo uso.
    O João Dias referiu que brevemente vai colocar no forum casos reais para desmistificar a questão dos custos de manutenção, mas eu tenho que tomar uma decisão nos próximos dias/meses.

    Já agora, e a isto responderá com certeza, ipê é mesmo a melhor madeira para decks? Ou há outras madeiras, que pela melhor relaçao custo/qualidade, ou pela mais valia a nivel de resistência e manutenção, também valha a pena considerar?

    Cumprimentos,

    Boas,
    Começando pelo fim. Na minha modesta opinião não existe madeira melhor para exterior do que Teka. Infelizmente, é uma madeira cara. Posto isto, IPÊ regra geral é uma excelente alternativa tal como a massaranduba ou o Iroko|Cambala.
    Relativamente ás questões monetárias e sem nenhum tipo de compromisso pois estamos no campo que eu pessoalmente abomino que é o da suposição, poderemos contar eventualmente com o seguinte:
    A) Usando um óleo para deck capaz e partindo do principio que os proprietários encaram esta sua hipótese como um projeto anual de férias tipo DIY contará somente com o custo do material que rondará para os tais 60m2 mais ou menos 180€ (3 demãos).
    B) Lavagem profissional efetuada por um profissional competente munido de ferramenta própria para o efeito e sem inventar nos produtos de limpeza, seguido de acabamento profissional (atenção que aqui não tem nada a ver com o acabamento da opção A) contará mais ou menos com 700€|800€.
    C) Restauro profissional total onde a mera lavagem não seja suficiente, com revisão de réguas soltas, etc, etc poderá contar com valores sempre na casa dos 1400|1500€.

    Nota mental:
    O que escrevi em cima são meros pressupostos baseados nos seus exemplos podendo por isso variar bastante da realidade que poderá eventualmente existir futuramente. Poderão existir um sem numero de variáveis que influenciem os preços que dei ou para cima ou para baixo!!

    Nota mental 2: Como tenho sido criticado nos últimos tempos por sugerir sempre produtos muito caros gostaria somente de vos alertar|relembrar que uma das principais razões pelas quais a manutenção de um deck é extremamente importante prende-se muito mais com motivos de segurança do que estéticos. Quanto mais desgastado está um deck mais escorregadio fica. Decks a envolver piscinas serão obviamente os mais perigosos. Por isso eu sugiro produtos capazes, produtos com certificações e testes efetuados por entidades laboratoriais idóneas. Antes de comprarem um qualquer produto de acabamento devem solicitar ao vendedor|marca a ficha de segurança do produto.
    O que eu uso já testei e por isso posso recomendar á vontade. E ai o pessoal da critica fácil, já fez o mesmo? Ás vezes mais vale gastar 180€ em vez de 60€ e evitar andar com uma perna engessada ou pior!!!
    Concordam com este comentário: larkhe, tozepalma
    Estas pessoas agradeceram este comentário: JVP
  13.  # 73

    E complementando a resposta do João Dias, tenho estas considerações.

    É muito importante que à priori, o deck esteja devidamente montado, pois a médio/ curto prazo, essas deficiências vão aumentar os custos da manutenção ou ate originar a revisão/ desmontagem total do deck.

    As condições climatéricas influenciam a durabilidade dos decks, ( comportam-se melhor em locais com alguma humidade relativa), Atenção especial ás madeiras exoticas.... Por exemplo no IPÊ , durante dias quentes, recomenda-se a rega dos mesmos....
    Daí eu recomendar antes a aplicação de madeira termo-modificadas e/ou mesmo o pinho tratado em autoclave, como vemos em muitos apoios de praia. È mais barato, provem sempre de florestas sustentáveis... e não provém do loutro lado do mundo ( menor pegada ecológica). Estas madeiras necessitam de um tratamento com oleos tingidos, desta forma protege-se dos UV's, introduz-se a coloração de acabamento desejada, uniformiza-se o aspecto e evita-se o acinzentamento da madeira.

    As manutenções periódicas são normalmente efectuadas bi-anulamente... ( produtos à base de oleo)... O valor (A) que o João Dias descreve não andará muito longe, os produtos à base de ole são caros, Aqui por casa no deck só temos efetuado 1 a2 demãos de oleo bi-anualmente...

    Mas é um facto que a limpeza do superficial do deck é importante, faz 1 ano, que apos a aplicação o deck ficou manchado... entretanto resolvido....
    Estas pessoas agradeceram este comentário: pjf, JVP
  14.  # 74

    Concordo com tudo o que o Pedro disse exceptuando o reparo relativamente ao Ipê. Não tenho o menor problema em utilizar óleo neutro garantido a não descoloração do mesmo. Aliás, regra geral encontro maior beleza num deck que mantenha a tonalidade natural da madeira. Claro está que, o óleo tem de ser de grande qualidade e mais importante ainda será a preparação da base para receber esse mesmo óleo. Mas isso já vai do profissional aplicador.
    Quanto aos pinhos tratados em autoclave pessoalmente só considero essa opção caso exista um constrangimento financeiro grande por parte do cliente. De resto evito pois invariavelmente o deck terá uma manutenção bastante mais periódica e as madeiras empenam com muito mais facilidade uma vez que não são madeiras com características originais para exterior. É forçado pelo autoclave logo será sempre uma pior solução no que á durabilidade diz respeito.
    A questão da pegada ecológica é pertinente mas existem muito mais coisas no mundo que deixam pegadas substancialmente mais graves. O que é certo é que quem tem este tipo de preocupações deverá ter as mesmas para tudo logo não deverá andar de carro, não deverá ter luz em casa, deverá cozinhar em forno a lenha, etc,etc,etc.
    Estas pessoas agradeceram este comentário: JVP
    • pjf
    • 17 Junho 2016

     # 75

    Colocado por: Joao DiasConcordo com tudo o que o Pedro disse exceptuando o reparo relativamente ao Ipê. Não tenho o menor problema em utilizar óleo neutro garantido a não descoloração do mesmo. Aliás, regra geral encontro maior beleza num deck que mantenha a tonalidade natural da madeira. Claro está que, o óleo tem de ser de grande qualidade e mais importante ainda será a preparação da base para receber esse mesmo óleo. Mas isso já vai do profissional aplicador.
    Quanto aos pinhos tratados em autoclave pessoalmente só considero essa opção caso exista um constrangimento financeiro grande por parte do cliente. De resto evito pois invariavelmente o deck terá uma manutenção bastante mais periódica e as madeiras empenam com muito mais facilidade uma vez que não são madeiras com características originais para exterior. É forçado pelo autoclave logo será sempre uma pior solução no que á durabilidade diz respeito.
    A questão da pegada ecológica é pertinente mas existem muito mais coisas no mundo que deixam pegadas substancialmente mais graves. O que é certo é que quem tem este tipo de preocupações deverá ter as mesmas para tudo logo não deverá andar de carro, não deverá ter luz em casa, deverá cozinhar em forno a lenha, etc,etc,etc.
    Vou lhe dizer o que penso em relação ao deck ,posso estar enganádo mas é assim que vejo as coisas ,mesmo que seja um deck de muita qualidade vai ter manutençoes bastantes caras , certo? Então para mim o deck de muita qualidade deixa logo de ter intresse, prefiro optar por um deck mais barato e não me preocupar com manutençoes com valores absurdos,pelos os valores que pedem para a manutençao prefiro mudar de deck 5 em 5 anos mesmo assim ainda fico a ganhar uns bons euros .
  15. Ícone informação Anunciar aqui?

  16.  # 76

    Colocado por: pjfVou lhe dizer o que penso em relação ao deck ,posso estar enganádo mas é assim que vejo as coisas ,mesmo que seja um deck de muita qualidade vai ter manutençoes bastantes caras , certo? Então para mim o deck de muita qualidade deixa logo de ter intresse, prefiro optar por um deck mais barato e não me preocupar com manutençoes com valores absurdos,pelos os valores que pedem para a manutençao prefiro mudar de deck 5 em 5 anos mesmo assim ainda fico a ganhar uns bons euros .

    Está com certeza enganado pois a colocação de um deck não é barata e não tem lógica absolutamente nenhuma andar a colocar um deck de 5 em 5 anos como disse quando se pode fazer bem logo á primeira. Respeito a sua opinião mas no meu entender pessoal (como DO) e profissional está a partir de uma premissa errada.
    Um deck não é algo que tenha obrigatoriamente de ser feito sob a alçada de timings de obra logo mais vale poupar uns euros e investir em algo como deve ser.
    Até porque, partindo do principio que se está a falar de uma aplicação profissional, a única diferença que poderá existir neste caso é no valor da madeira em si e nos materiais de acabamento.
    Para terminar, o Senhor(a) não sei mas eu pessoalmente se há coisa que odeio ter em casa são obras a decorrer.
    • pjf
    • 17 Junho 2016

     # 77

    Colocado por: Joao DiasEstá com certeza enganado pois a colocação de um deck não é barata e não tem lógica absolutamente nenhuma andar a colocar um deck de 5 em 5 anos como disse quando se pode fazer bem logo á primeira
    Pelo que percebi o fazer bem a primeira não vai impedir de ter de se fazer a manutenções caríssimas,respeito e dou valor a quem gosta de trabalhar bem ,vejo que é o seu caso .
  17.  # 78

    Colocado por: pjfnão vai impedir de ter de se fazer a manutenções caríssimas,r

    Como é descrito não é preciso manutenção carissima... São cerca de 200€/ 2 anos.( feito pelo próprio)
    Concordam com este comentário: Joao Dias
    • pjf
    • 17 Junho 2016

     # 79

    Colocado por: Joao DiasPara terminar, o Senhor(a) não sei mas eu pessoalmente se há coisa que odeio ter em casa são obras a decorrer.
    Acho que ninguem gosta.
    • pjf
    • 17 Junho 2016

     # 80

    Colocado por: Pedro BarradasComo é descrito não é preciso manutenção carissima... São cerca de 200€/ 2 anos.( feito pelo próprio
    Falou bem ,feito pelo propio ,é preciso saber faz bem , se não são 200 € deitados fora 😂 O meu avô era um homem tão poupado que se deixa-se cair um fosfero ao chão, gastava uma caixa de procura dele .
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">