Iniciar sessão ou registar-se
    •  
      FD
    • 15 Outubro 2006 editado

     # 1

    Alguma sugestão para manter a casa quentinha?

    O ano passado comprei 4 irradiadores a óleo e aderi ao plano bi-horário da EDP. Gastei 250€. A casa fica mais ou menos quente de noite (que é quando estou em casa), mas sendo uma construção sofrível de dia fica fria novamente.

    Este ano estou a pensar em isolar as janelas (de correr em alumínio) e as portas internas, com isto:



    Mais alguma ideia? Barata...
  1. Ícone informação Anunciar aqui?

  2.  # 2

    Peço desculpa por ressuscitar uma thread do seu leito onde repousa há dois anos, mas esta é uma temática que me seduz. Conforto térmico.

    Soluções baratas para esta questão, não existem. Existem sim soluções menos dispendiosas para melhorar ainda que ligeiramente conforto térmico de uma habitação.
    Como não dá lá muito jeito nesta altura demolir a casa e reconstruir com outros materiais, vamos então focar a atenção em pequenos gestos que podem melhorar o conforto térmico em nossas casas.

    Fita de calaftar portas e janelas é uma solução. No entanto é apenas uma gota de água num oceano... A solução passa por compreender o mecanismo de trocas térmicas entre o interior e o extrior da habitação. O calor propaga-se em ondas mecânicas, isto é, através de vibrações das moléculas de ar. Imaginem por exemplo aquelas estruturas com esferas metálicas, onde levantando a esfera de uma das extremidades e permitindo que ela caia e colida com outra esfera, vai fazer com que a esfera no extremo oposto salte. O calor propaga-se da mesma forma, através de vibrações e colisões entre as moléculas de ar.

    É de senso comum que se em vez de ar estivessemos submersos, o processo seria o mesmo, mas as esferas elevar-se-iam bastante menos.

    Este é o conceio de resistência térmica. A maior ou menor dificuldade que as moléculas têm em transmitir a sua energia para o exterior da habitação. Quanto maior fôr a resistência, menor será a energia que se escapa para o exterior, logo mantemos a nossa casa quentinha!

    Como evitar que o calor saia de casa?
    Melhorando a resistência térmica dos pontos mais críticos. As janelas são a primeira ponte térmica. Não entrando em valores numéricos, mas numa parede onde 10% da sua área é em vidro simples, cerca 85% do calor é perdido pelas janelas e caixilhos envolventes. O primeiro passo será então substituir as janelas por janelas com vidros duplos, de preferência que o espacamento entre faces seja preenchido a vácuo ou então com um gás nobre.

    Outro ponto importantíssimo, mas muito descurado, são as caixas dos estores. Típicamente existe apenas uma pequena placa de madeira a tapas a estore. Conseguem melhorar bastante o conforto de uma divisão colando dentro da caixa dos estores placas de poliuretano ou de poliestireno expandido. Somado a isso, existe sempre alguma folga entre a placa de madeira e a estrutura á qual a placa está aparafusada. Existe n lojas de materiais de construção, umas tiras semelhantes àquelas que o FD aqui colocou, para preencher fissuras. Coloquem uma dessas tiras a toda a volta da zona de contacto entre a estrutura de suporte e a placa de madeira. Não estamos com esta solução a impedir que o calor saia, mas sim a impedir que ar frio entre!

    A orientação solar ds janelas é igualmente importante. Janelas voltadas a Norte devem permanecer sempre fechadas, pois Norte é a fachada onde, em Portugal, NUNCA se apanha sol. Tentem ter abertos os estores onde está a incidir o sol, fechando os estores das divisões onde o sol não está nesse momento a bater.


    Depois temos as soluções "hardcore". Um revestimento com placas de esferovite tratado, afastadas da parede poucos centímetros permitem uma melhoria imensa em termos de isolamento térmico e acústico!

    Apesar das soluções existentes, há uma que quanto a mim é a raínha de todas as soluções. A bela da lareira! :D
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">