Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Tenho uma caldeira a gás da Roca (Laura) que está numa casinha própria fora de casa com a sua chaminé própria. A caldeira está ligada à chaminé em linha recta, pois o buraco da chaminé está alinhado com a saída da caldeira. Com os ventos e chuvas dos ultimos dias tenho reparado que salpicos de chuva entram pela chaminé e vão atingir a caldeira, o que não me parece bom para a saúde da caldeira. O topo da chaminé tem apenas uns buraquihos e tem un chapéu, portanto não é possível fazer mais, só que esta zona é ventosa e por vezes a chuva vem na horizontal. O que posso fazer para evitar que estes salpicos cheguem à caldeira?
    Obrigado
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    Se a distância entre a lage e chaminé não for grande, existem silicones e espumas de poliuretano para altas temperaturas que lhe poderão resolver o problema.

    Veja esta estes productos e provávelmente apostaria numa espuma auto expansivel para vedar o espaço entre a lage e o tubo. Será qualquer coisa por aqui, mas o mais avisado, será falar com eles e pedir-lhes uma solução
  4.  # 3

    Penso que não entendeu a minha mensagem. O espaço entre a laje e o tubo extractor de fumos está completamente vedado. O meu problema são os respingos da água que entra POR DENTRO da chaminé, em situação de chuxa puxada a vento (quase na horizontal). Já agora também tenho o problema da condensação no interior do tubo, que pinga para dentro da caldeira.
  5. Procura serviços ou materiais para a sua casa? Contrate quem ajuda no fórum.

  6.  # 4

    Pois, realmente não entendi :(

    Já pensou em colocar em redor da chaminé umas grelhas em alumínio iguais às portadas, provocando desse modo a deflexão do vento?

    Se a portada tiver altura pela base do capelo, o vento que passar acima, passa por cima do capelo, o vento que passar mais baixo, será deflectido para baixo, evitando a abertura, não sei se me fiz entender
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">