Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 21

    Colocado por: 2970713
    Colocado por: pc saldanha
    Colocado por: 2970713Eu concordo que defenda a sua dama.


    Aqui não é uma questão de defesa de damas, é a questão de "partilhas de opinião" e de conhecimentos, ou não é esse o espírito deste forum.


    Claro que é uma zona de partilha de opiniões (sejam boas ou más).
    Só creio que esses produtos/sistemas se coadunam a outros climas que não o nosso.


    São pontos de vista.

    Desde a obrigatoriedade de usarmos isolamento térmico e/ou acústico, as patologias são as mesmas na aplicação de cerâmica em Lisboa, Faro, Bragança, Valência, Leon, Berlin, Nova York, Amesterdão...a Schluter está em todo o mundo.

    Em todos estes países ( e aqui em Portugal)
    - uma betonilha tem um processo de retração inicial de 28 dias com perda de volume de 0.5%;
    - Uma betonilha tem um processo de retração química de 2 anos com perda de volume de 0.5% - Juntos dá 1mm em 2m, exprimente num metro em madeira de 2m afastar 1mm;
    - O quoficiente de dilatação térmica linear de uma betonilha é quatro vezes superior à cerâmica - tanto a aquecer como a arrefecer, nunca sendo em simultâneo;
    - Existem forças de ciselhamento na cerâmica;
    - Existem humidades na betonilha;
    - E também em Portugal existe o fénomeno do ciclo gelo/degelo e ao contrário da Alemanha na semana passada, este acontece diariamente no Inverno em algumas regiões.
  2.  # 22

    Em bold o que eu escrevi, peço desculpa:


    Colocado por: pc saldanha
    Colocado por: Luis K. W.Caro pc saldanha,
    Não se abespinhe. Tenho muita simpatia por quem tão bem expõe e defende o que é seu.
    E pode crer que o consultarei nos meus próximos trabalhos em que os seus conhecimentos (e materiais) possam ser úteis.

    Agora, leia-me e tente acompanhar-me na minha natural boa-disposição...

    Que não foi você quem escreveu aquilo tudo (que foi tirado da net) já eu tinha percebido. Mas leu-o?

    É que há por ali muitas informações muitíssimo pertinentes e lapidares, como por exemplo:
    - «Em caso de muito trânsito (p.ex. em zonas industriais) a cerâmica a utilizar deve ter a resistência e a estabilidade suficientes». ou

    O que se pretende (por questões de garantia) é que a cerâmica aplicada nestes casos tenha a resistência indicada.

    - «Em pavimentos de cerâmica devem ser evitadas cargas provocadas por pancadas com objectos».

    Isto é obvio, mas é sempre importante garantir o devido usofruto dos materias e sistemas.

    São informações óbvias que distraem o leitor... ou será que servem para que o leitor concorde com uma parte do texto e não tenha a tentação de duvidar da outra parte?

    Outras frases exigem o melhor esforço da minha formação literária e técnica:
    «Schlüter-DITRA desacopla o pavimento do suporte e, desse modo, neutraliza tensões entre o suporte e o pavimento cerâmica resultantes de diferentes deformações dos materiais».
    O que será «o pavimento do suporte»? Ah! Já percebi, «desacopla» um do outro!
    Ok... e uma folha de plástico ou uma tela asfáltica (bem aplicada, isto é, solta do suporte) não fazem exactamente o mesmo efeito?
    Quanto ao termo "desacoplar", não sei porquê, só me faz pensar em naves espaciais e módulos lunares...

    Aqui temos em corte, a betonilha, o isolamento acústico no interior e o térmico no exterior, a camada de distribuição de carga e a cerâmica. Esta lâmina é colada à betonilha e sobre esta é colada a cerâmica e a pedra natural.
    Este termo, é sem dúvida inovador, e mentalmente é como o tabuleiro de uma ponte, onde não está completamente aderido, mas também não está solto
    .

    Relativamente ao parágrafo sobre a "aderência", juro que o li 3 vezes e ainda estou com algumas dúvidas sobre o verdadeiro significado daquela sucessão de palavras.

    Temos uma fachada em que se pretende aplicar cerâmica, o seu formato superior em rabo de andorinha permite e garante uma ancoragem mecânica.

    Em resposta à sua questão, conheço vários produtos que têm seguro. Desde banheiras de hidromassagem, até portas de segurança (com seguro contra ROUBO!). Este não é, portanto, o «único».

    Eu nunca disse que era único...com seguro (mas não contra o roubo).
    Por último, por favor não pense que eu já cristalizei. Estou sempre aberto a novas tecnologias (quando entrei para a faculdade ainda nem circulavam máquinas de calcular, e ó p'ra mim a escrever na Internet!).
    A última grande impermeabilização de terraço que efectuei, foi com um material que eu nunca tinha utilizado, por acaso também alemão, por sinal também caro, e que também propagandeava que o sistema deles fazia tudo isso e mais alguma coisa (mas com palavras diferentes). Mas... não diziam que eram os «únicos». A verdade é que, passado um Verão e um Inverno continua tudo impec.


    Este produto é único e está patenteado, ao permitir em simultâneo todas estas funções. Se pretender impermeabilizar há varios...Se pretender dessolodorização também..Se pretender...

    ...mas a ideia foi desenvolver em 1987, um produto que respondesse às necessidades técnicas e que eliminasse as principais patologias na aplicação de cerâmica, arqueamento, ciselhamento, fissuração superficial, etc.

    Se tiver possibilidade ao ver este vídeo as próprias funções estão muito claras:http://www.schluter.pt/produkt.aspx?doc=6-1-ditra.xml&pg=download

    Caso pretenda mais informações tem disponível o meu email pessoal na Conta e o meu colega de Lisboa terá todo o prazer em lhe presenter este e outros produtos.
    >
  3.  # 23

    Boas
    Sr PC Saldanha, estive a ver o video, e como é que se faz o isolamento parede / chão , que altura é necessaria, tendo eu platibanda a rodear todo o terraco,
    este sistema tb se aplica, se sim , agradecia preco " indicativo" para terraco de cerca de 60m2 com e sem aplicacao.
    Cumps
  4.  # 24

    Colocado por: nbastosBoas
    Sr PC Saldanha, estive a ver o video, e como é que se faz o isolamento parede / chão , que altura é necessaria, tendo eu platibanda a rodear todo o terraco,
    este sistema tb se aplica, se sim , agradecia preco " indicativo" para terraco de cerca de 60m2 com e sem aplicacao.
    Cumps


    De facto é aplicável, pode ver a ficha técnica em http://www.schluter.pt/media_produkte/schlueter_db_6_1_ditra_pt_0107.pdf

    Quanto aos preços indicativos tem a tabela disponibilizada no sitio, com aplicação agradecia que me informasse da zona onde está para poder indicar um aplicador.
  5.  # 25

    Boas
    Fiquei com a ideia de ser uma solucao, que comparada com outras se torna substancialmente mais cara, sera que se justifica?...
    O preco de tabela sofre algum desconto...
    A zona em que estou é Aveiro
    Cumps.
  6.  # 26

    a Dyrup tem um impermiabilizante para terraços e é transitável
    se é barato fica ao critério porque o que resolve problemas para mim não tem preço
    o custo de embalagem de 20 litros é de € 175,55
    e existem em 3 cores cinzento, creme, cor tijolo ou oxido de ferro
  7.  # 27

    Colocado por: nbastosBoas
    Fiquei com a ideia de ser uma solucao, que comparada com outras se torna substancialmente mais cara, sera que se justifica?...
    O preco de tabela sofre algum desconto...
    A zona em que estou é Aveiro
    Cumps.


    Peço desculpa pelo atraso na resposta, mas estive fora toda a semana. Se pretender marcar um encontro pode-me enviar um email que eu tenho todo o gosto em fazer uma visita em obra.
  8.  # 28

    Proposeram-me a seguinte solucao:
    a) aplicacao de emulsao betuminosa;
    b)impermeabilizacao de terraco c/ aplicacao de primeira tela de fibra de vidro de 3 kg, tipo texal fv 3 kg, seguida de tela fibra poliester de 4kg, tipo texal fp 4kg.
    tudo isto para cerca de 60m2.
    Que acham da solucao?...
    e do preco 650€ + iva
  9.  # 29

    acho bem, em Aveiro!....deve ser de uma empresa com muita credidibilidade...a trabalhar com a Texsa...
  10.  # 30

    Colocado por: pc saldanhaacho bem, em Aveiro!....deve ser de uma empresa com muita credidibilidade...a trabalhar com a Texsa...

    Boas
    Sr saldanha, o seu comentario foi ironico?...
    Texsa, nao presta , esclareca-me
  11.  # 31

    Não foi isso que eu disso, foram o meu maior cliente em tempos...mas em Aveiro a trabalhar com a Texsa não reconheço nenhuma empresa com credibilidade (antes pelo contrário).
    Nota: Ainda estou acordado se me enviar um email com o seu contacto poderemos conversar.
  12.  # 32

    sr saldanha recebeu?