Iniciar sessão ou registar-se
    • pbfb
    • 3 Abril 2009 editado

     # 1

    Estou a vender o meu T2 na Alta de Lisboa, tal como mencionei no tópico: https://forumdacasa.com/discussion/3936/oportunidade-vendo-t2-alta-lisboa/#Item_1

    A minha questão era se posso pôr um placard na janela da minha sala com algo do género: "OPORTUNIDADE, T2, x €" ou vêem algum inconveniente ou problema legal em referir o preço (não negociável) no tal placard?

    Obrigado.
  1.  # 2

    nos automoveis sei que é proibido. nas casas penso que nao.
  2.  # 3

    Nos automóveis é proibido?!? Estamos sempre a aprender.

    Quanto às casas, depende de como as Câmaras entenderem o que é esse tipo de publicidade. Isto é, se o placard ficar do lado de fora da janela, poderá estar sujeita a uma série de autorizações (do Condomínio, da Câmara) e pagamento de taxas. Mas tenho a certeza que todas as placas de mediadores que vemos para aí penduradas por todo o lado não cumprem esses requisitos.

    Qualquer dia ainda nos vão obrigar a pagar uma taxa por cada cm2 de papelinho que colocarmos nas janelas a fazer de «escritos» (assinalando os apartamentos vagos para arrendamento).
  3.  # 4

    Estou a pensar pôr o tal placard do lado de dentro da janela mas a minha dúvida era mesmo essa, porque razão nas várias placas que vemos a dizer vende-se nunca falam em preços?
    •  
      FD
    • 4 Abril 2009 editado

     # 5

    Colocado por: pbfbEstou a pensar pôr o tal placard do lado de dentro da janela mas a minha dúvida era mesmo essa, porque razão nas várias placas que vemos a dizer vende-se nunca falam em preços?

    Por nenhuma razão em especial. Os cartazes são os mesmos para inúmeras vendas, um contacto pessoal pode fazer uma melhor venda, pode fazer com que venda outra casa que não aquela, não querem que os vizinhos saibam o preço, etc.

    Acho que o que o preocupa é a legalidade, certo? Quanto aos carros a questão coloca-se por causa dos stands de rua, carros à venda que ocupam permanentemente lugares de estacionamento que não são utilizados por quem os deveria utilizar, quem precisa deles para estacionar e não para vender carros. Nesses casos é proibido, mas as casas não se enquadram nesse cenário. :)