Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Bom dia,

    Estou a construir uma moradia na zona do grande Porto. Trata-se de uma moradia unifamiliar, T3, com 4 frentes, 2 pisos, área de construção 87 m2/piso.

    Actualmente a moradia encontra-se com estrutura de B.A. concluída e Alvenaria exterior e interior pronta, estando neste momento em fase de execução de especialidades.

    Nas ultimas semanas tenho contactado diversas empresa para a instalação do sistema de domótica na habitação, e como devem prever já me apareceram diversos preços e diversos sistemas. Da filtragem que consegui fazer, decidir enveredar pelo sistema KNX.

    No sistema KNX surgem empresas que consideram a instalação do sistema domótica sem servidor e outras com servidor. Alguém pode explicar um pouco a diferença da instalação com e sem servidor? Quais as funcionalidades que uma instalação permite e outra não?

    Em relação à instalação o pretendido será o seguinte:
    - Controlo de iluminação;
    - Estores Eléctricos;
    - Sistema de Ar condicionado (Pré instalação);
    - Sistema de aquecimento central através de caldeira;
    - Controlo de entradas / sistema de alarme / videovigilancia;
    - Sistema de som ambiente;

    Ao nível da definição de elementos a controlar já tenho a seguinte definição:
    Numero de circuitos de iluminação interior a controlar e por piso:
    R/Chão: Sala - 3 Circuitos; Cozinha 2 Circuitos; WC 2 circuitos; hall (incluindo escada) com sensor de movimento

    1º Piso: 1 a 2 circuitos/ quarto; WC: 2 circuitos/ WC; hall com sensor de movimento; varandas 1 circuito/ varanda;

    Numero de circuitos de iluminação exterior a controlar:
    Jardim - 1 circuito;
    Zona traseira - 1 circuito;
    Zona lateral - 1 circuito;
    Garagem - 1 circuito;
    Lavandaria - 1 circuito

    Numero de estores a controlar:
    Todas as janelas da habitação irão ter estores eléctricos, pelo que deverá considerar-se o controlo de todos. R/chão - 6; 1º Piso - 6;

    Numero de zonas a controlar no sistema de aquecimento, por piso:
    R/chão - 2 Zonas (Sala e Cozinha);
    1º Piso - 3 Zonas (1a por cada quarto)
    Ficar com pré instalação para controlo de ar condicionado em cada um dos pisos;

    Numero de zonas com som ambiente:
    R/chão - 1 Zona (mas com colonas na sala e cozinha);
    1º Piso - 3 Zonas (1a por cada quarto)
    O sistema de som ambiente, deverá possibilitar Rádio FM e emparelhamento de dispositivos móveis.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

  3.  # 2

    A opção com servidor vai permitir-lhe desenhar cenários mais elaborados e proporcionar-lhe uma ferramenta de visualização que pode aceder, por exemplo, num smartphone.
    Os dispositivos KNX são sempre programados para responder a comandos e alguns permitem execução condicional. Pode também criar grupos de dispositivos sem ter um servidor. Existem inclusivamente unidades de lógica que permitem fazer cenários mais elaborados, mas menos versáteis que um servidor.

    Problema da opção do servidor: uma coisa do género Gira Homeserver custa uns 1500 - 1900 €.
  4.  # 3

    Mas soluções que têm apresentado não mencionam o servidor que indicou, mas sim sistemas de servidores desenvolvidos pelos instaladores, serão soluções viáveis?
  5.  # 4

    Que servidores são esses? Do que tenho visto, em KNX o mais normal é a opção por servidores tipo "chave na mão". Claro que é possível integrar KNX com OpenHAB ou Home Assistant instalado num miniPC ou num Raspberry Pi, mas não estou a ver uma empresa de domótica a propor uma configuração dessas.

    Muito sinceramente, se tem orçamento para isso, um servidor do género do Gira Homeserver é uma boa opção (pela robustez). Se for um curioso de informática e estiver à vontade para "brincar" nas entranhas de uma solução mais aberta, OpenHAB ou Home Assistant podem ser interessantes (e muito mais barato :) ).
    Concordam com este comentário: skypt
  6.  # 5

    A partir da proposta que me enviaram, não consigo saber que tipo de de servidor utilizam, visto que na designação apenas indicam: Mini-server "nome da empresa instaladora". Mas pelos valores que mencionam na proposta, penso que não o da Gira, por exemplo.

    Uma outra questão, o Gira Homeserver apenas funciona com periféricos da Gira, ou podem ser de outra marca desde que sejam knx?
  7.  # 6

    Após consultado um dos fornecedores que considerou a utilização de um miniservidor, prestou as seguintes esclarecimentos:
    "Relativamente ao "Marca"server, trata-se de um automato europeu, sobre o qual desenvolvemos a nossa solução para casas inteligentes.
    É bastante semelhante ao Gira Homeserver no aspecto gráfico com a vantagem que podemos livremente desenvolver todo o tipo de funcionalidades
    lógicas que sejam necessárias.
    Este equipamento é muito fiável porque é um PLC programável operado por firmware e não um micro computador com software instalado o que garante que
    nunca temos erros de processamento, arranque, erros de ficheiros, falha de conexões, etc...
    Outra grande vantagem deste equipamento é ser multi protocolo ( KNX, M-bus, IP, 1-wire, IR) o que permite acoplar imensos equipamentos de milhares
    de fabricantes."

    Resumidamente o que isto quer dizer? Mais valia para o knx ou andar para trás?
    Teletask vs KNX, qual as vantagens de um sistema e de outro?
  8.  # 7

    Bem, só conhecendo as funcionalidades a fundo é que é possível emitir uma opinião mais fundamentada, mas se o PLC proposto tem as mesmas funcionalidades que um Gira Homeserver por uma fração do preço, diria que é uma boa opção.
    Ser multi protocolo é uma grande mais valia, diria eu, muito embora o que interessa é mesmo suporte para pelo menos KNX e Z-Wave (z-wave é o mais popular em domótica sem fios). É que se por acaso houver alguma coisa que lhe escape no projeto e para a qual não consiga por tubagem posteriormente, poder integrar z-wave na solução é sempre bom, pois pode colocar um dispositivo desses em qualquer ponto da casa (dentro do alcance da interface).
  9.  # 8

    Olá Rubem Guedes, estive a ler o seu post e fiquei curioso.
    O que me parece do que li de si é que está mesmo empenhado em fazer uma casa "com pés e cabeça" e parabéns por isso.
    Também noto que tem claro no que pretende controlar na sua casa, mas não entendi se é um “must” o ser KNX? Isto porque o que descreve pode ser feito com Mordomus e por muiiiiiito menos €€€ que o que os KNX.
    O Mordomus tem Home Server, som ambiente, controlo de AVAC, Luz (Dim, RGB, Led, etc) Alarmes, CCTV integrado, Videoporteiro, janelas etc etc etc e por um preço que certamente ainda lhe vai sobrar muito dinheiro.
    A fiabilidade do sistema Mordomus, é sempre algo que os fanáticos da KNX, tentam combater com a lenga-lenga do protocolo aberto/fechado e das empresas que fecham etc etc, mas já há muito mais de 10 mil instalações em Portugal e fora e 13 anos de marca a mostrar que para ter uma domótica top não temos e gastar mais do que no carro.
    - Atualizações gratuitas e mensais que a KNX não fornece
    - Possibilidade de ser o cliente final a programar o que quer e quando quer sem comprar adicionais
    - Integração total com todos os AC, TVs, etc
    E se lhe parece que tenho qualquer alergia à KNX, deixe-me dizer-lhe que, até os interruptores girissimos que as marcas KNX usam, são possíveis de usar no Mordomus.
  10.  # 9

    Ruben Guedes,
    Não se deixe encantar nas falácias dos vendedores da Mordomus. É mentira que a Mordomus seja mais barata que o KNX. Eles gostam é de fazer orçamentos com uma folha de cálculo apresentando a listagem de todos os produtos e serviços, em que muitos valores estão a zeros. O cliente olha para o total, e lê na diagonal as parcelas. Quando está em obra é que se apercebe do logro.
    Peça um orçamento com quantidades iguais e vai ver que não é assim.
    Concordam com este comentário: MikeMelga
  11.  # 10

    Quanto ao conceito de servidor ou de mini servidor, eu já sou muito mais adepto do conceito de painel táctil na parede e fisicamente ligado ao bus knx.
    Em caso de avaria da rede, se não houver ninguém em casa que saiba mexer no router ou switch, o seu servidor fica inutilizado já que não lhe consegue "chegar" com um tablet ou telemóvel. Digo-lhe isso porque já me aconteceu o router avariar e eu não estar em casa para reparar a solução. Nesse caso a minha mulher, que percebe pouco de tecnologias, teve que fazer tudo manualmente indo de compartimento em compartimento. Voltei a instalar um painel e adeus problemas :)
    • hsi
    • 11 Fevereiro 2019 editado

     # 11

    Colocado por: konnexmanRuben Guedes,
    Não se deixe encantar nas falácias dos vendedores da Mordomus. É mentira que a Mordomus seja mais barata que o KNX. Eles gostam é de fazer orçamentos com uma folha de cálculo apresentando a listagem de todos os produtos e serviços, em que muitos valores estão a zeros. O cliente olha para o total, e lê na diagonal as parcelas. Quando está em obra é que se apercebe do logro.
    Peça um orçamento com quantidades iguais e vai ver que não é assim.
    Concordam com este comentário:MikeMelga


    Bom dia,
    Percebo o que diz, mas não percebi a do logro.
    A proposta diz o que tem e o que não tem. Depois temos que fazer as contas e ver se realmente está lá o que precisamos, adicionando ou retirando parcelas.
    Não tem instalação, cablagens, actuadores, etc, conforme diz na proposta. Tem uma avença anual, a qual pode ser anulado com um pagamento, claro.
    Pode ser comandado com qualquer actuador, utilizando contactos secos.
    Não estou a defender esta solução... aliás nem esta nem nenhuma no momento. Ando a ver todas e ainda não sei se vou optar por alguma.
    Também tem a Dona, muito semelhante, mas mais limitada e mais económica (acho eu).
    O que quer dizer com logro?
  12.  # 12

    O hsi pode ser sensato ao ponto de preceber uma folha de cálculo, mas o nosso cérebro por vezes deixa-se enganar. Se lhe colocarem dezenas de opções numa folha e o hsi não isolar as que não estão incluídas, vai entender o que estou a dizer. Eu já passei por uma situação semelhante contra um orçamento desses Srs, e só a muito custo consegui demonstrar ao cliente o que estava incluído ou não por comparação directa com a minha proposta.
    Resultado final, a M, com botões normais contra nós com 7 ecrãs tácteis com termostato (eles nem isso tinham na altura) ficava mais cara 600€.
    O hsi como cliente final, esqueça os termos técnicos como actuadores e outros que tais. Peça que lhe contabilizem os circuitos individuais de iluminação, a potência dos controladores, a capacidade de aguentarem com a corrente de arranque, o nr. de estores controlados INDIVIDUALMENTE, o nr. de zona individuais de climatização, o nr. de deteções de movimento INDIVIDUAIS, etc, etc
    E claro, tenha cuidado com sistemas que a qualquer momento podem acabar. Ando nisto há uns 18 anos e já vi uma data deles a acabarem e acredite que os que têm casas com eles estão sempre com o coração nas mãos.
    • hsi
    • 12 Fevereiro 2019

     # 13

    Bom dia,

    Eu percebo tudo isso que me diz. Acredito não ser totalmente desinformado e sei que as propostas são "standard", ou seja, vêm no mesmo dia ou no dia a seguir. Mas isso está lá escrito.
    Os termos técnicos tem que ver com a minha área de trabalho, pelo que não me confundem.
    Não estou a dizer que vou optar por A ou por B ou por alguma delas. É algo que estou a estudar.
    Existem outras opções que já estão de parte, porque essas sim, com paineis próprios (etc) se fecharem não há muito a fazer. Aqui na pior das hipoteses é por relés e ficar com uma instalação convencional. Não que isto seja opção nem me passaria pela cabaça tal coisa...mas teria um plano B. Outras com uma que começa por "A" por exemplo seria impensável...
  13.  # 14

    Bom dia! Tenho-me andado a informar sobre domotica pois estou para iniciar a construção da minha moradia e isto é algo que me despertou bastante interesse. Basicamente pretendia um sistema que me permitisse controlar o que o Ruben Guedes mencionou (Controlo de iluminação; Estores Eléctricos;Sistema de Ar condicionado (Pré instalação); Controlo de entradas/sistema de alarme/videovigilancia; Sistema de som ambiente; iluminação exterior + rega jardim) e se o pudesse controlar pelo smartphone seria o ideal para mim.
    Como não sou nenhum entendido na matéria nem em programar quero algo relativamente simples que me dê acrescente mais alguma comodidade e que permita um dia mais tarde com o evoluir das tecnologias poder vir a acrescentar funcionalidades/aparelhos. O que me aconselham a pesquisar neste caso?
  14.  # 15

    Bom dia, alguém me consegue aconselhar sff?
  15. Ícone informação Anunciar aqui?

  16.  # 16

    Vou dar o meu exemplo que é o de alguém que não tem conhecimento nem tempo para andar a aprender a fazer as coisas por si. Optei por KNX para a domotica de casa (ainda em construção). De tudo o que li, acho que é a melhor opção. Toda a codificação será feita por alguém competente e de acordo com o pretendido por mim. É uma questão de pedir orçamentos e verificará que não é uma solução tão mais cara que muitas que se apresentam no mercado e que tem a desvantagem de ser sistemas fechados.
  17.  # 17

    Para que ordem de grandeza fica uma solução baseada em KNX?
    Sempre de 3k para cima, não é?
  18.  # 18

    Colocado por: tonicostaPara que ordem de grandeza fica uma solução baseada em KNX?
    Sempre de 3k para cima, não é?

    Em condições e que não seja meramente decoração para subir e descer estores pelo telemovel, pelo menos o dobro.
    Concordam com este comentário: brunoa
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">