Iniciar sessão ou registar-se
  1.  # 1

    Boa tarde

    Preciso de uma pequena ajuda, tenho uma casa arrendada no valor de 55 euros. A casa foi uma heranca que a minha recebeu de um familiar, por issi a inquilina ja reside ha mais de 50 anos.
    Antes da atualização de rendas, pagava 17 euros.
    Ao longo do tempo fomos realizando várias obras, tais como, arranjo do teto, colocação de tela, pinturas exteriores,canalização na casa de banho e cozinha. Foi essas duas divisoes foram totalmente remodeladas. A inquilina alega agora que aa torneiras da casa de banho estao danificadas apos 10 meses da obra ter terminado e quer que sejamos nós a pagar e recusei. Aleguei que fosse logo apos aa obras pagava, mas agora não. Então está ameacar me ir para um advogado e alega que comprou o chao para a sala que n era o dever dela apesar de nós pagarmos a mao de obra.
    Por favor o que deva fazer.
  2. Ícone informação Anunciar aqui?

    • size
    • 10 Outubro 2018

     # 2

    Não é fofinho aceitar que repararia as torneira se a avaria surgisse logo após a obra, mas passados 10 meses já não.
    Tem que mandar apurar que avaria é que surgiu, se por deficiente utilização da arrendatária, ou se por avaria anormal de fabrico que possa estar dentro da garantia.

    Não esqueça que compete ao senhorio proceder às reparações na habitação.
  3.  # 3

    O senhorio dessa casa já fez MAIS do que a lei o obriga. Se quiser continuar a ser benfeitor do inquilino, faça tudo aquilo que lhe está a pedir.

    Se quiser usar os seus direitos, inscreva-se como sócio de uma Associação de Proprietários e consulte um Advogado dessa Associação. Depois verá que andou a investir mais do que se justificava sem ficar com o respectivo proveito.
    Concordam com este comentário: sognim, Jacinta

  4.  # 4

    Se a inquilina acha que não está bem que se mude, tem dinheiro para ir pagar a um advogado e não tem dinheiro para pagar uma renda decente nem arranjar as torneiras.
    Concordam com este comentário: Jacinta
  5.  # 5

    O melhor é usar a tática do tempo. Diga que sim que vai arranjar, depois vá dizendo que já pediu a um canalizador, depois que pediu um orçamento, depois que o canalizador não tem tempo disponível, etc. É o que nos acontece quando os inquilinos não pagam, andam anos a arrastar nos tribunais.
    Concordam com este comentário: sognim
    • size
    • 10 Outubro 2018

     # 6

    Colocado por: JOCORO senhorio dessa casa já fez MAIS do que a lei o obriga. Se quiser continuar a ser benfeitor do inquilino, faça tudo aquilo que lhe está a pedir.



    É realmente um facto a ponderar..
  6.  # 7

    zero torneiras,zero
  7.  # 8

    Colocado por: acacioszero torneiras,zero
    este caso é caricato, porra. Este tipo de inquilinos é que matam os arrendamentos
    Concordam com este comentário: sognim, Jacinta
  8.  # 9

    Colocado por: jorgferrEste tipo de inquilinos é que matam os arrendamentos


    permita-me discordar. o que matou os arrendamentos foi primeiro o congelamento das rendas e agora o estado andar a fazer solidariedade com o dinheiro dos privados. porque como a inquilina é velhota não pode ser despejada e como deve ter uma pensão baixa, a renda tb não pode ser aumentada.

    se a renda da casa fosse 300€ certamente que a fofinha ia lá colocar umas torneiras à mulher.

    até acredito que a senhora não tenha dinheiro para as torneiras e que a conversa do advogado seja apenas para pressionar.
  9.  # 10

    Eu diria que os 55 euros que paga por mês não chegam para o arranjo da torneira e da mão de obra. Se tem dinheiro para pagar a um advogado, que pague, porque o seu não chega.
    Isto já é demais!
  10.  # 11

    As casas estão a um preço exorbitante, os encargos e os impostos são enormes e os salários são muito pequenos. Os governos que temos tido não têm estado à altura de gerir a situação, antes pelo contrário.
    Esta situação de congelar os despejos aos maiores de 65 anos e aos deficientes, só fez com que quem tinha contratos a termo com pessoas já perto dessa idade começasse a ter medo e a não lhes renovar os contratos.
    É triste, mas é a verdade.
    Concordam com este comentário: sognim, treker666
  11.  # 12

    ainda não tinha visto esta...

    Governo baixa valor da indemnização aos senhorios

    4 DE MAIO, 2018

    Habitação Compensação será 20% do valor das rendas em dívida, em vez de 50%

    O Governo quer baixar o valor das indemnizações devidas pelos inquilinos aos senhorios em caso de incumprimento das rendas.

    Além de alterar o regime de arrendamento urbano (NRAU) para proteger os idosos e deficientes com incapacidade superior a 60%, o Executivo mexe no Código Civil, tomando as condições menos favoráveis para os locadores.

    Se um inquilino não pagar a renda até oito dias após a data de vencimento, o dono do imóvel passará a ter direito a uma indemnização de 20% do montante em dívida, em vez dos atuais 50%. E a responsabilização do fiador deixa de ser imediata. O senhorio terá de notíficador o fiador dos valores em débito no prazo de 30 dias e só depois poderá acioná-lo.

    https://portal.oa.pt/comunicacao/imprensa/2018/05/04/governo-baixa-valor-da-indemnizacao-aos-senhorios/
data-ad-format="auto" data_ad_region="test">